Siga o Noticiasdetv.com


 

 

Série

Eli Ferreira, Heloísa Jorge e Lucinha Lins farão a série “Criminal”

Matéria publicada em

Eli Ferreira (Foto: Reprodução)

Além de Camila Morgado (“Bom Dia, Verônica”) e Fernando Alves Pinto (“Hard”), Eli Ferreira (“Órfãos da Terra”), Heloísa Jorge (“Falas Negras”) e Lucinha Lins (“Apocalipse”) são mais três nomes oficialmente escalados para o elenco da série “Criminal”, que vai ser exibida pela plataforma de vídeo por streaming Amazon Prime Video.

Confira as primeiras séries originais brasileiras da Amazon Prime Video:

MANHÃS DE SETEMBRO

Com uma equipe de produção aclamada, incluindo as escritoras Josefina Trotta e Alice Marcone, esta série conta a história de uma mulher trans que, após muitos anos de conflito, tem sua recém-descoberta independência interrompida por uma inesperada reviravolta do destino com a chegada de um filho que ela teve com outra mulher sete anos atrás.

DOM

Inspirada em fatos reais, a história da série DOM acompanha um homem chamado Victor, um agente da inteligência militar que enfrentou a guerra às drogas como missão de sua vida e depois de muitos anos, precisa enfrentar as baixas em sua vida pessoal enquanto observa seu próprio filho, Pedro, sucumbir ao vício. Enquanto Victor observa a vida de Pedro sair dos trilhos com o vício em cocaína, ele descobre outro lado da vida do filho, que também se torna um dos criminosos mais procurados do Rio de Janeiro: Pedro Dom. Dirigida por Breno Silveira e estrelada por Gabriel Leone e Flavio Tolezani, a série de suspense de ação está atualmente em pós-produção e deve estrear em 2021.

L.OV3

De uma equipe criativa que inclui Rafael Lessa e Felipe Braga, L.OV3 acompanha os irmãos Ana, Sofia e Beto enquanto exploram as diferentes formas de relacionamentos, amor e intimidade depois de testemunhar o fim de 30 anos de casamento fracassado de seus pais e precisam aprender a resignificar o que é compromisso para eles, ao avaliarem os relacionamentos novos e existentes em suas vidas. L.OV* está programada para entrar em produção em 2021.