Conheça Joana, personagem de Camila Mayrink, na macrossérie “Jezabel”

Camila Mayrink (Foto: Léo Ribeiro)

Na macrossérie bíblica “Jezabel”, que vai substituir a novela bíblica “Jesus” (de Paula Richard) a partir do dia 23 de abril na programação da Record TV, a serva de Acabe (André Bankoff) e Jezabel (Lidi Lisboa), Joana (Camila Mayrink), é filha de Obadias (Juan Alba) e irmã de Samira (Laís Pinho).

Após Obadias ser perseguido por Jezabel por proteger dois profetas hebreus, Joana e Samira são obrigadas a se dispersar do palácio de Acabe. A partir de então, Joana, apesar de ser deslumbrada com a nobreza do povo felício, se vê obrigada a se prostituir para sobreviver longe da sua família, sendo humilhada por seu primeiro cliente, Sidônio (Pedro Lamin), que tira sua virgindade.

O elenco completo da macrossérie bíblica “Jezabel” é formado pelos atores Adriana Birolli, Alex Brasil, Alexandre Slaviero, Aline Prado, André Bankoff, André Bicudo, Andréa Avancini, Andrey Lopes, Armando Amaral, Bárbara Maia, Bernardo Velasco, Beth Zalcman, Camila Mayrink, Cássio do Nascimento, Daniel Blanco, Daniel Erthal, Dudu Pelizzari, Edu Porto, Eduardo Lago, Fábio Scalon, Fernanda Nizzato, Fernando Sampaio, Flávio Galvão, Gabriel Felipe, Gabriel Moura, Guilherme Dellorto, Henri Pagnoncelli, Hylka Maria, Iano Salomão, Igor Cosso, João Pedro Novaes, Juan Alba, Juliana Boller, Juliana Knust, Juliana Schalch, Juliana Xavier, Laís Pinho, Leonardo Cidade, Leonardo Franco, Leonardo Miggiorin, Lidi Lisboa, Luciano Quirini, Luckas Moura, Marcelo Várzea, Mário Hermeto, Mônica Carvalho, Narjara Turetta, Patrick D’Orlando, Pedro Henrique Moutinho, Pedro Lamin, Rafael Sardão, Raphael Sander, Ricardo Pavão, Ronny Kriwat, Samara Felippo, Sthefany Brito, Talita Castro, Timóteo Heiderick, Victor Sparapane e Willian Melo.

Escrita por Cristianne Fridman, com a colaboração de Alexandre Richard, Carla Piske, Fabiana Reis, Jaqueline Corrêa, Jussara Fazolo, Stephanie Martins e Vânia Matos, a antecessora da novela bíblica “Gênesis” (de Emílio Boechat) conta com a direção geral de Armê Manente, Hamsa Wood e Rogério Passos, além da direção artística de Alexandre Avancini.