Bruna Marquezine é cotada para a minissérie “O Anjo de Hamburgo”

Bruna Marquezine (Foto: Reprodução)

Apesar de ter sido reservada pela direção artística da Rede Globo para a novela “Amor de Mãe” (de Manuela Dias), a atriz Bruna Marquezine quer descansar sua imagem após ter sido envolvida em polêmicas alheias recentemente. Contudo, ela continua cotada para a minissérie “O Anjo de Hamburgo” (de Mário Teixeira).

Caso nada mude até o início dos workshops do projeto em questão – que foi adiado em cerca de um ano e meio – ela vai contracenar com os atores Cássio Gabus Mendes, Dan Stulbach, Fernanda Montenegro, Jayme Matarazzo, Juliana Paes, Mateus Solano, Sophie Charlotte, Reynaldo Gianecchini, Thiago Fragoso e Tony Ramos.

Sob direção artística de Jayme Monjardim, a minissérie “O Anjo de Hamburgo” se trata de uma coprodução entre a Rede Globo e o Canal Sony. A história é ambientada durante a Segunda Guerra Mundial, quando a Alemanha possui um acordo diplomático com o Brasil para impedir a circulação de judeus.

Inconformados com a perseguição ferrenha contra as pessoas da mesma nação que Jesus Cristo, a poliglota Aracy Moebius de Carvalho (Sophie Charlotte) e o escritor João Guimarães Rosa (Mateus Solano) começam a confundir os diretores do Itamaraty – Ministério das Relações Exteriores do Brasil, ignorando o carimbo J nos documentos expedidos.

Sem o carimbo J, o povo proveniente de Israel consegue fugir da Alemanha para o Brasil sem ser identificado na imigração do navio. Em dado momento da trama, Aracy e João são presos por causa da façanha, o que provoca uma ruptura nas relações diplomáticas da Alemanha e do Brasil.

Depois de meses presos – aguardando a condenação do julgamento para o início do processo de deportação  – Aracy e João se casam no México, pois na época não há separação (o que, em diferentes momentos da história do mundo, é conhecida como desquite e divórcio): João já foi casado no Brasil.