Exclusivo: Carla Salle, Luana Tanaka e Marcello Airoldi farão a websérie “Onisciente”

 -  - 

 

 


Carla Salle (Foto: Reprodução)

Carla Salle (“Onde Nascem Os Fortes”), Luana Tanaka (“A Garota da Moto”) e Marcello Airoldi (“Deus Salve O Rei”) foram anunciados como protagonistas da websérie “Onisciente” (de Pedro Aguilera), que vai ser exibida pela plataforma de vídeo por streaming Netflix, ao lado de Guilherme Prates, Jonathan Haagensen e Sandra Corveloni.

O drama futurístico chegará à plataforma em 2020 e mostrará um mundo altamente controlado, onde todos são vigiados por um sistema onisciente. Cada cidadão é seguido constantemente por um pequeno e quase imperceptível drone. A máquina alimenta um supercomputador com dados, ao qual ninguém tem acesso. As taxas de criminalidade são quase zero, uma vez que os criminosos sabem com certeza que serão capturados. O Sistema Onisciente parece perfeito até que uma jovem chamada Nina descobre um assassinato, mas o crime não é relatado pelo Sistema. Agora, cabe a ela descobrir o que ele está tentando esconder.

“Onisciente trata do conflito entre privacidade e segurança, e questiona se a ética das pessoas vem de dentro ou vem do olhar de fora, do Sistema”, revelou Pedro Aguilera, que também assume o cargo de showrunner, em comunicado à imprensa.

A série tem criação e produção executiva de Pedro Aguilera, que também atuará como roteirista-chefe e showrunner. Tiago Mello lidera a produção executiva em parceria com a equipe da Boutique Filmes. Isabel Valiante e Julia Jordão dirigem os roteiros assinados por Guilherme Freitas, Ludmila Naves, Maria Shu e Thais Fujinaga.

Além de “Onisciente, a Netflix planeja lançar nos próximos dois anos outras produções nacionais como “Coisa Mais Linda”, “O Escolhido”, “Cidades Invisíveis”, “Ninguém Tá Olhando”, “A Facção”, “Spectros” e “Sintonia”.

“Coisa Mais Linda” conta em seu elenco com Fernanda Vasconcellos, Gustavo Machado, Ícaro Silva, Leandro Lima, Maria Casadevall, Mel Lisboa, Pathy Dejesus e Thaila Ayala. A direção geral é de Caito Ortiz, Hugo Prata e Júlia Rezende.

bookmark icon