Vera Fischer retorna à televisão como Hebe Camargo na série “Assédio”

Vera Fischer (Foto: Reprodução)

Após recusar alguns convites por causa do seu papel na novela “Salve Jorge” (de Glória Perez), a atriz Vera Fischer vai retornar à televisão na pele da falecida apresentora Hebe Maria Monteiro de Camargo Ravagnani na série “Assédio”, que começa a ser gravada no final deste ano na Rede Globo.

Na história, que se trata de uma adaptação do livro “A Clínica – A Farsa e os Crimes de Roger Abdelmassih” (de Vicente Vilardaga), a apresentadora Hebe Camargo (Vera Fischer) é amiga de longa data do médico Roger Abdelmassih (Antonio Calloni), o famoso “Doutor da Vida”, especializado em fertilização in vitro.

A todo momento em que convive com Roger Abdelmassih, Hebe Camargo sequer imagina que o profissional renomado é responsável por uma série de abusos sexuais cometidos contra pacientes, que sonham em iniciar uma gestação e formar uma família. Uma das vítimas do médico vai ser interpretada pela atriz Adriana Esteves.

Ao longo da trama, uma jornalista investigativa (interpretada pela atriz Leandra Leal) vai conseguir desmascarar Roger Abdelmassih em um dos principais veículos de imprensa do país, transformando uma denúncia tímida no maior escândalo da história da medicina, o que possui como consequência direta uma condenação estipulada em 181 anos de prisão.

Quando fica sabendo da sua condenação por causa do estupro de 52 mulheres, cinco anos após a instauração do inquérito de investigação da polícia, Roger Abdelmassih foge para a cidade de Assunção, capital do Paraguai, porém, acaba sendo capturado e deportado de volta para a cidade de São Paulo, no Brasil.

Escrita por Maria Camargo, com a colaboração de Bianca Ramoneda, Fernando Rebelo e Pedro de Barros, “Assédio” é dirigida por Amora Mautner, Guto Arruda Botelho, Joana Jabace e Marcelo Travesso. O elenco é formado até o momento pelos atores Adriana Esteves, Antonio Calloni, Hermila Guedes, Leandra Leal e Vera Fischer.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.