Siga o Noticiasdetv.com


 

 

Resumo Semanal

Resumo Semanal: Novela “Nazaré”: 03/01/2022 a 07/01/2022

Matéria publicada em

Carolina Loureiro (Foto: Reprodução)

CAPÍTULO 165: SEGUNDA-FEIRA: 03/01/2022: Leonardo, na sala, aguarda Duarte com a carta da decisão do tribunal sobre a Atlântida. Verónica recebe uma chamada de Duarte a pedir que se encontre com ele na Quinta. Verónica acede e, quando chega, Duarte apresenta-lhe o documento com a conclusão do processo da empresa em que mostra que Duarte é sócio maioritário e que a empresa é dele novamente. Verónica, completamente descontrolada diz que não lhe vai dar a empresa, depois olha para a pulseira e diz que será muito difícil tirá-la de lá se nem sequer pode sair de casa. Duarte olha-a, confiante, e avisa-a de que não precisa de ir à empresa para garantir que ela vai sair. De volta a casa, Verónica liga ao advogado furiosa quando percebe que Duarte só conseguiu recuperar a empresa por causa do depoimento de Nazaré. O advogado diz-lhe que podem sempre recorrer da decisão do tribunal e Verónica diz que a única coisa que quer é manter Duarte longe da Atlântida. No gabinete da presidência da Atlântida, Bárbara comunica a Verónica que tem de sair. Verónica olha-a, altiva, e diz que não sai. Bárbara chama o Dr. Leonardo que apresenta a Verónica todos os documentos que a destituem e que a obrigam a retirar-se. Bárbara chama os seguranças que acompanham Verónica à saída. A vilã diz a Bárbara que avise Duarte que não se vai ver livre dela assim tão rápido. Já sozinha, Bárbara senta-se à secretária e desfruta do momento. Nazaré partilha a sua felicidade com Toni e Matilde por saber que Duarte conseguiu recuperar a empresa. Matilde fica contente por, desta vez, Verónica ter tido o que merecia. Duarte pede a Bárbara que lhe traga os relatórios de contas da empresa pois quer saber o que Verónica andou a fazer nos últimos tempos. Bernardo vai ao Lar e diz a Ermelinda que já descobriu o que se passa com os utentes desaparecidos. O jovem explica que estão a ser recolocados noutras casas de acolhimento e Ermelinda, furiosa, quer ir tirar satisfações com Isabel. A empresária, sempre muito simpática, explica a Ermelinda que estão a mover os idosos porque querem fazer obras para melhorar o lar e nega que seja porque querem fechar.

CAPÍTULO 166: TERÇA-FEIRA: 04/01/2022: Laura fica surpreendida por ver Joaquim no Hotel. Joaquim conta que Dolores o expulsou de casa depois do acidente de Luís, mas que espera que reconsidere e que a sua estadia ali seja curta. No decorrer da conversa, Gonçalo vê Cris na cozinha do Hotel e vai ter com ele. Cris diz ao pai que o roubaram, mas Gonçalo não consegue acreditar nele e manda-o embora sem lhe dar mais dinheiro. Na Quinta, Érica comenta com todos, bastante desesperada, que Luís pode perder o braço por causa do acidente e que não sabe como vai enfrentar a mãe em relação ao pedido da guarda de Yara. Duarte tenta acalmar a prima e fazê-la ver que estão todos do seu lado. Bárbara, só nesta altura, fica a saber do que se está a passar com o irmão. Heitor vai ter com Verónica e mostra-se muito nervoso com o que Nazaré possa dizer ou fazer agora que foi considerada inocente. Verónica sossega-o dizendo que está tudo controlado, mas que agora não lhe vai conseguir dar mais dinheiro uma vez que passou a sócia minoritária da empresa. Sofia chega a casa e dá com Heitor a mostrar a casa a um agente imobiliário. Sofia fica revoltada por não ter sido avisada e Heitor diz-lhe que está sem dinheiro e que precisa de vendar a casa urgentemente. Bárbara chega a casa, depois de visitar o irmão, e comenta com Duarte que Luís está mesmo muito em baixo. Duarte pede-lhe que se sente e confessa-lhe que esteve a rever as contas da Atlântida e que a empresa sofreu um desfalque e está tudo a zeros. Duarte e Bárbara estão incrédulos com o desfalque que Verónica fez, mas acham que a conseguem apanhar devido à rapidez com que fez as coisas. Bernardo, que chega naquele momento, pergunta a Duarte o que é que a mãe fez e Duarte conta a verdade ao primo. Duarte chega à conclusão que não recuperou apenas a Atlântida, como vai ter de salvar a empresa da falência. Em casa, Verónica dá dinheiro ao contabilista da Atlântida para se ir embora. Isabel chega e cruza-se com o contabilista, estranhando a sua presença. As amigas falam sobre o Mercado e Isabel comenta que os vendedores, liderados por Dolores e Glória, vão seguir em frente com o calendário solidário com fotografias. No Mercado decorre a sessão fotográfica e estão todos prontos mas João, o fotógrafo responsável, acha que falta ali qualquer coisa. Toni dá a ideia de que os homens deviam estar de tronco nu e João fica a considerar a ideia. João acha que podem fazer uma coisa com alguma nudez, mas com bom gosto, Glória é contra. Ismael, de repente, fica em tronco nu e Matias e Toni imitam-no, mas dizem logo que a mãe não se despe.

CAPÍTULO 167: QUARTA-FEIRA: 05/01/2022: Na Atlântida, Bárbara confronta Verónica e diz-lhe que sabe que foi ela que fez o desfalque na empresa. Verónica, sonsa, disfarça e diz que não tem nada a ver com isso e tenta imputar as culpas para a contabilidade. Em casa dos Carvalho, Carol sai para ir ter com Matias e Sofia começa a preparar o café da manhã. No café de Heitor, Sofia coloca umas gotas para o drogar. Heitor bebe o café e começa a sentir-se mal apercebendo-se que Sofia o drogou. Heitor cai inanimado no sofá. Nazaré, apressada, sai de casa para ir ter com Sofia. Quando chega a casa dos Carvalho, Nazaré quer obrigar Heitor a confessar. Heitor faz-se de forte e ainda se ri, gozando com as duas. Sofia perde a cabeça e começa a bater-lhe, lembrando-se de todos os episódios que viveu com ele. Nazaré pede à amiga que saia de casa e diz que lhe liga quando puder. Em casa de Verónica, Isabel acaba de tomar o pequeno-almoço quando a amiga desabafa que está nervosa pois tem a conferência no tribunal para saber se fica com a guarda da neta ou não. Isabel diz à amiga que sempre conseguiu tudo o que quis e que, desta vez, não será diferente. Nazaré continua a pressionar Heitor e este, fingindo ter ficado sem forças, num movimento brusco consegue dar uma cabeçada a Nazaré que desmaia. Heitor tenta soltar-se. Sofia volta a casa e fica em choque ao ver a sala vazia. Sofia apressa-se a ligar a Nazaré e fica em pânico quando percebe que o telemóvel da amiga está ali na sala, mas nem sinal dela. Nazaré acorda e vê Heitor a olhá-la e a fechar o porta bagagens. Nazaré grita desesperadamente. Chegados do Tribunal, Bernardo está chateado com Érica porque a irmã não disse mal de Cris na conferência. Érica explica ao irmão que seria incapaz de piorar, ainda mais, a situação de Cris uma vez que nem apareceu na conferência da guarda da filha. De repente, tocam à campainha e é o inspetor Santos. O Inspetor diz a Bernardo que tinha razão quando lhe disse que deviam fazer uma nova perícia ao carro de Félix explicando que encontraram uma bala na carroçaria do carro que correspondia à arma de Félix, vista pela última vez na posse de Duarte. Sofia assoma ao Mercado e vai falar com Nuno e Toni contando o plano que tinha com Nazaré para fazer Heitor confessar. Sofia conta-lhes que Nazaré desapareceu e Heitor também, sem deixar rasto. Seguem todos à procura de Nazaré.

CAPÍTULO 168: QUINTA-FEIRA: 06/01/2022: Heitor para o carro numa estrada vazia e, quando abre o porta bagagens, Nazaré dá-lhe um pontapé e Heitor cai para trás. Nazaré começa a correr, em fuga, e quando Heitor se prepara para ir atrás dela aparece Nuno, que lhe aponta uma arma. Heitor e Nuno trocam palavras ameaçadoras e Nuno diz-lhe que sabe que ele é o homem de confiança de Verónica e que é também o responsável pelo fogo que lhe matou a mulher e o filho. Na estrada abandonada, Nuno continua com a arma apontada a Heitor. Nazaré aparece e impede Nuno de disparar. Heitor consegue fugir e Nuno fica revoltado com Nazaré por lhe ter estragado o plano. Depois da visita do Inspetor Santos, Bernardo fica com dúvidas em relação ao envolvimento do primo na morte do pai. Duarte, já desesperado, diz a Bernardo que não tem a arma e que não foi ele quem matou Félix mas que, se mesmo assim, Bernardo não acredita nele pode procurar pela casa toda e nas suas coisas a ver se encontra alguma prova do seu envolvimento. Na casa Silva, Sofia está muito nervosa com aquilo que Nuno e Nazaré lhe contam e tem a certeza que Heitor não vai fugir sem levá-la a ela e a Carol consigo. Joaquim acaba de chegar à casa Gomes e agradece à filha e a Matilde o gesto não sabendo, porém, se merece esta consideração, mas Nazaré diz-lhe que ele tem sido o pai que ela sempre quis. Em casa dos Soares, Dolores mostra a Érica o seu apoio e fá-la ver que não está sozinha. A jovem tem de voltar ao Tribunal e nem sabe o que vai dizer. Entretanto Cris aparece, visivelmente drogado, e diz que vai acompanhá-la. Érica, revoltada, expulsa-o entre lágrimas. Na Quinta, Bárbara desabafa com o marido e diz-lhe que está muito preocupada com o irmão pois podem ter de lhe amputar o braço. Duarte comenta com Bárbara a visita do Inspetor Santos e pede-lhe que vá ao banco negociar o empréstimo para a Atlântida. Verónica fala com Isabel e diz-lhe que vai precisar da sua ajuda. Verónica acaba de explicar o plano a Isabel, que aceita ajudá-la, e liga a Bernardo a pedir ao filho para ir lá a casa. Bernardo está com a mãe, que lhe diz que tem saudades dele e pede que deixem o passado para trás, mas Bernardo continua a achar que a mãe é a responsável pela morte. De repente, Isabel chega e acusa Verónica de ter roubado a Atlântida e de ter deixado a empresa na ruína, encenando tudo tal e qual como ficou combinado com Verónica. Quando Bernardo regressa à Quinta, comenta com o primo o que se passou, que era exatamente aquilo que Verónica pretendia. No Mercado, João anuncia que os primeiros calendários estão prestes a sair. Joaquim dirige-se à banca de Dolores para tentar ajudar com a clientela. Dolores manda-o embora, cheia de raiva. Joaquim percebe que Dolores já sabe que ele foi viver para casa de Matilde. No Lar, Ismael, depois de investigar o paradeiro dos utentes que desapareceram misteriosamente, conta a Ermelinda que esses idosos estão a ser recolocados noutros lares, sem condições. Todos concluem que Isabel esteve, este tempo todo, a mentir-lhes.

CAPÍTULO 169: SEXTA-FEIRA: 07/01/2022: Érica fala com a mãe sobre Yara quando Verónica lhe diz que o único acordo que aceita é que Yara vá viver com ela. Érica, já de rastos, diz à mãe que se é isso que é preciso para que fiquem todos em paz que permite que a filha vá viver com ela na condição de ela ir também. Isabel vai até à Quinta encontrar-se com Duarte. A empresária, cumprindo o plano da amiga, diz a Duarte que confiava em Verónica até ter descoberto o que fez com a empresa e diz a Duarte que está disposta a ajudá-lo. Isabel propõe a Duarte a compra da Atlântida por 100 milhões de euros. Na casa Félix, Érica está frente a frente com Verónica e pergunta à mãe se voltar para casa com a filha, se a mãe esquece a questão da guarda de Yara. Verónica avisa a filha que, se voltar, vai ter de cumprir as suas regras. Na Quinta, Duarte diz a Isabel que não está disposto a vender a empresa. Isabel, sonsa e sem querer dar muito nas vistas, diz-lhe que lhe dá dois dias para pensar no assunto. Toni está em casa de Sofia e acaba de mudar a fechadura da porta. Sofia tem medo que, ainda assim, Heitor consiga entrar e tem medo do que possa acontecer. Carol não entende aquilo tudo e acredita que o pai mudou, mas Sofia pede-lhe, por favor, que estejam unidas e em sintonia. Nuno vai a casa de Verónica e, de forma brusca, pergunta-lhe por Heitor. Verónica diz que não sabe dele e, quando Nuno sai, apressa-se a deixar uma mensagem de voz a Heitor dizendo que não volte. Isabel chega e devolve as chaves de casa a Verónica para evitar que desconfiem que elas são amigas e conta-lhe que Duarte não aceitou vender a empresa. Em casa dos Soares, Bernardo pede à irmã que não volte para casa da mãe e Dolores apoia-o. Érica diz-lhes que não há outra solução para parar esta guerra e pede que respeitem a sua decisão e que não digam nada ao Luís. Ermelinda e Floriano bebem chá quando Isabel aparece e diz a Floriano que vai ter de o recolocar noutro Lar. O casal fica em desespero com a notícia e Ermelinda começa logo a engendrar um plano. Ana leva Laura até ao Mercado e implora à mãe que deixe Cris voltar para casa. Cris está com um ar degradante e tanto Ana como Laura não conseguem conter o choro. Laura acede e, já no Hotel, ajuda Cris a instalar-se. Diz que vão ligar para uma clínica de reabilitação e que, a partir daquele momento, Cris não pode sair do quarto. Cris está disposto a cumprir as regras da mãe. Na Quinta, Bárbara diz a Duarte que acredita que ele se virá a arrepender de não vender a empresa, mas Duarte recusa-se a pensar em vender a Atlântida e está determinado em arranjar financiamento.

Advertisement