Siga o Noticiasdetv.com


 

 

Beleza, Moda e Saúde

Ozzy Osbourne é diagnosticado com estágio 2 de Mal de Parkinson

Matéria publicada em

Ozzy Osbourne (Foto: Reprodução)

Ao longo do ano de 2019, o cantor, compositor e músico britânico John Michael Osbourne (popularmente conhecido pelo nome artístico de Ozzy Osbourne) foi obrigado a cancelar vários shows ao redor do mundo por causa de acidentes domésticos e problemas respiratórios, provocados pelo avanço da sua idade (atualmente ele possui 71 anos).

Durante os exames médicos, ele descobriu que alguns sintomas secundários eram típicos de uma doença generativa, batizada como Mal de Parkinson. “Eu tenho uma dormência no braço e as minhas pernas ficam frias constantemente. Eu não sei se é o Parkinson ou outra coisa, sabe, mas esse é o problema”.

Após a confirmação médica de que se trata do estágio 2 do Mal de Parkinson, a esposa de Ozzy Osbourne, Sharon Osbourne, deu mais detalhes: “Neste ponto, os tremores, a rigidez muscular e as dificuldades motoras atingem os dois lados do corpo. O paciente anda mais devagar, com passos curtos. A fala já não é tão clara e o tom de voz diminui. Ainda é possível ser independente e ter autonomia para se cuidar sozinha, mas as tarefas demandam mais tempo para ser finalizadas. A evolução do primeiro estágio para o segundo pode demorar meses ou anos. Não há como prever. Há muitos tipos diferentes de Parkinson. Está bem longe de ser uma sentença de morte, mas com certeza afeta certos nervos do seu corpo. E aí você tem um dia bom, outro dia bom e de repente um dia horrível”.

Prestes a lançar um novo disco, Ozzy Osbourne falou sobre o acidente e sobre o diagnóstico recentemente: “Tem sido muito desafiador para todos nós. Eu fiz o meu último show de Ano Novo no The Forum em 2018. Aí eu tive uma queda feia. Tive que passar por uma cirurgia no meu pescoço, e isso estragou todos os meus nervos. Vindo de um passado da classe trabalhadora, eu odeio desapontar as pessoas. Eu odeio não fazer o meu trabalho. Então quando eu vejo a minha esposa indo para o trabalho, os meus filhos indo para o trabalho, todo mundo está tentando me ajudar, e isso me derruba porque não posso contribuir com a minha família. Mas sabe, vamos dizer assim: estou muito melhor agora do que eu estava em fevereiro. Eu estava em estado de choque”.