Missade descobre que Laila está grávida de Jamil na novela “Órfãos da Terra”

Ana Cecília Costa (Foto: Reprodução)

Apesar de estar em um novo país, Missade (Ana Cecília Costa) continua apegada ao costumes árabes aos quais está acostumada. E ela vai enlouquecer ao descobrir que sua filha, Laila (Julia Dalavia) quebrou alguns deles. Ao receber uma visita de sua amiga Marie (Eli Ferreira), a jovem desabafa sobre seu relacionamento com Jamil (Renato Góes).

Marie insiste para que Laila conte a Missade sobre sua gravidez, mas a menina se recusa, com medo da reação da mãe. Mas ela não vai precisar mais contar nada, já que Missade ouviu toda a conversa por detrás da porta. Para ela, ter uma filha solteira e grávida é uma desonra sem tamanho!

“Laila! Por que fez isso?! Não tem vergonha? Você vai matar seu baba de desgosto! Elias não vai aguentar! O que vai ser da nossa família?”

Nervosa, Missade desmaia e Laila se desespera. Ela chama por Rania (Eliane Giardini), que acode a prima. Depois de recuperada, a síria pede que a deixem a sós com a filha. Ela pergunta se o filho que Laila está esperando é de Jamil.

A menina confirma e Missade dá um tapa na cara de Laila! Abalada, a jovem defende seu relacionamento com Jamil e diz que ele a ama. Mas nada acalma o coração de Missade e ela insiste que Jamil pode ser um capanga de Aziz (Herson Capri).

“Um estranho! Um desconhecido! Elias (Marco Ricca) nunca vai aceitar uma coisa dessas! Você vai matar seu pai de vergonha. Ele não vai mais querer olhar nos seus olhos.”

Mãe e filha disfarçam a situação quando Elias chega em casa, mas ele percebe que tem algo de errado. Mais tarde, Missade pede ajuda para Rania e conta toda a situação para a prima. Ela promete que vai ajudar Laila a ter o bebê longe de São Paulo:

“Você vai ter essa criança em outra cidade. Dizemos a Elias que você vai pra lá, para fugir da ameaça de Aziz.”

Missade sugere que depois que a menina der á luz, ela pode dar o bebê para adoção. Laila se desespera ao pensar em se separar do filho e recusa:

“Não! Morro mas não dou meu filho pra ninguém!”