Siga o Noticiasdetv.com


 

 

Novela

Antônio Fagundes vai interpretar editor de livros na novela “Bom Sucesso”

Matéria publicada em

Antônio Fagundes (Foto: Reprodução)

No ar como Ubiratan na minissérie “Se Eu Fechar Os Olhos Agora” (de Ricardo Linhares), exibida pela plataforma de vídeo por streaming Now, Antônio Fagundes vai interpretar um editor de livros na novela “Bom Sucesso” (de Rosane Svartman e Paulo Halm), que estreia em julho de 2019 na Rede Globo.

Na sucessora de “O Tempo Não Para” (de Mário Texeira) e “Verão 90 Graus” (de Izabel de Oliveira e Paula Amaral), seu personagem é um homem milionário, que perde tudo por causa da crise financeira e por causa do desinteresse geral pela literatura, com a popularização de celulares, computadores e tablets.

Na minissérie “Se Eu Fechar Os Olhos Agora” ele contracena com atores como, por exemplo, Alexandra Martins, Antônio Grassi, Betty Faria, Débora Falabella, Eike Duarte, Enzo Romani, Gabriel Braga Nunes, Gabriel Falcão, João Gabriel D’Aleluia, Jonas Bloch, Júlia Svacínna, Lana Rhodes, Leonardo Machado, Lidi Lisboa, Marcela Fetter, Marcos Breda, Marjorie Gerardi, Mariana Ximenes, Martha Nowill, Milton Gonçalves, Murilo Benício, Paulo Rocha, Pierre Baitelli, Renato Borghi, Ruth de Souza, Thaina Duarte, Vitor Thiré e Xande Valois. A equipe de produção do projeto conta com a direção geral de André Câmara e Joaquim Carneiro, além da direção artística de Carlos Manga Jr.

Na trama, Ubiratan é responsável por ajudar Eduardo (Xande Valois) e Paulo (João Gabriel D’Aleluia) a provar para Joel (Paulo Rocha) que não são responsáveis pelo assassinato de Aparecida/Anita (Thainá Duarte), por mutilação, em um lago da fictícia cidade de São Miguel (localizada no interior do estado de Minas Gerais).

O verdadeiro responsável pelo crime brutal é o irmão mais novo dela, Renato (Enzo Romani), que é amante de filha e mãe, Cecília (Marcela Fetter) e Isabel (Débora Falabella), ao mesmo tempo. A execução acontece porque Aparecida/Anita ameaça contar o segredo de Renato para Adriano (Murilo Benício), Cecília e Isabel.