Siga o Noticiasdetv.com


 

 

Série

Cecília Homem de Mello vai participar da série “Vade Retro”

Matéria publicada em

https://noticiasdetv.com/

A atriz Cecília Homem de Mello, que participou das minisséries “Felizes Para Sempre?” (de Euclydes Marinho) e Som & Fúria” (de Fernando Meirelles), está escalada para o elenco de uma nova série da Rede Globo, chamada “Vade Retro”, que possui previsão de estreia para março de 2016 na linha de show da emissora carioca. Atualmente, ela se dedica ao oficio de produtora de elenco, tendo participado, como tal, de projetos como, por exemplo, Os Experientes”, Entre Nós”, Domésticas”, Distraída Para a Morte”Imminente Luna”E No Meio Passa Um Trem”, “Ensaio Sobre a Cegueira”Cidade de Deus”, Glub Glub” Beleza S/A”.

A série “Vade Retro”, escrita por Alexandre Machado e Fernanda Young, que conta com a direção artística de Mauro Mendonça Filho, possui o seu elenco formado até o momento pelos atores Cecília Homem de Mello, Emanuelle Araújo, Giulia Gam, Juliano Cazarré, Luciana Paes, Maria Casadevall, Maria Luísa Mendonça, Monica Iozzi e Tony Ramos. A história é centrada em uma advogada inexperiente, a ingênua Celeste (Monica Iozzi), que mora com a mãe, Leda (Cecília Homem de Mello), e ainda não possui clientes em seu escritório. Para sua surpresa, o empresário Abel (Tony Ramos) surge com o objetivo de contratar seus serviços. 

O empresário Abel, que é um homem corrupto e sem escrúpulos, assina um contrato com a ingênua advogada Celeste para ela cuidar do seu divórcio litigioso com Lucy (Maria Luísa Mendonça), que se recusa a assinar a separação. Só que a verdadeira intenção de Abel é seduzir Celeste para ela gerar um herdeiro seu. Como não pode se desfazer do contrato que foi assinado, Celeste começa a achar que Abel é um diabo que foi enviado à terra para atormentá-la e fazê-la pagar, em vida, por todos os seus pecados. Vale lembrar que o empresário é o primeiro cliente dela.

É proibido copiar, reproduzir e reescrever, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro e na legislação internacional. Os direitos referentes ao conteúdo publicado são integralmente reservados ao site em questão.

Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply