Siga o Noticiasdetv.com


 

 

Novela

Lilia Cabral será mãe de Chay Suede na novela “O Sétimo Guardião”

Matéria publicada em

https://noticiasdetv.com/

Em uma das próximas novelas das nove da Rede Globo, “O Sétimo Guardião”, escrita por Aguinaldo Silva, que estreia dia 27 de março de 2018, na sequência de Velho Chico” (de Benedito Ruy Barbosa e Bruno Barbosa Luperi), A Lei do Amor” (de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari), “À Flor da Pele” (de Glória Perez) e O Outro Homem” (de Thelma Guedes e Duca Rachid), sob a direção geral de Pedro Vasconcelos e a direção artística de Rogério Gomes, a atriz Lilia Cabral, a Virgínia de “Liberdade, Liberdade” (de Mário Teixeira e Márcia Prates), vai viver a mãe do ator Chay Suede.

De acordo com o autor-roteirista Aguinaldo Silva, a personagem da atriz, que é a vilã da história, é uma mulher traumatizada com o passado que, acumulando toda a mágoa, o ódio e o ressentimento de um grave acontecimento dentro de si, dedica a sua vida à arquitetar milimetricamente um plano de vingança contra o seu algoz. Obstinada com essa vingança, a vilã em questão, ao sair da capital de São Paulo e voltar para a pequena cidade rural do interior do Brasil, onde foi criada, vai armar até mesmo para cima do próprio filho, que atende pelo nome de Gabriel.

O elenco da novela “O Sétimo Guardião” é formado até o momento pelos atores Anitta, Chay Suede, Dira Paes, Elizabeth Savala, Ísis Valverde, José Mayer, Lilia Cabral, Marcelo Serrado, Marina Ruy Barbosa, Maurício Destri, Renata Sorrah, Susana Vieira e Vivianne Pasmanter. Para evitar uma repetição maior de elenco, alguns outros nomes já estão sendo barrados por Sílvio de Abreu, que é o diretor do núcleo de dramaturgia da emissora carioca. Inspirada em Saramandaia”, “Tieta”, A Indomada” e Porto dos Milagres”, a produção em questão é ambientada em uma cidade rural do interior do Brasil, onde ocorre o realismo fantástico.

É proibido copiar, reproduzir e reescrever, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro e na legislação internacional. Os direitos referentes ao conteúdo publicado são integralmente reservados ao site em questão.

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply