Exclusivo: Dig Dutra será mãe de Talita Younan em “Malhação – Viva a Diferença”

Dig Dutra (Foto: Reprodução)

Após fazer sucesso como Rochelle na novela “A Força do Querer” (de Glória Perez), ao lado de Mariana Xavier e Silvero Pereira, Dig Dutra será mãe de Talita Younan em uma participação especial em “Malhação – Viva a Diferença” (de Cao Hamburger), que chega ao fim em março na Rede Globo.

A aparição da sua personagem ocorre a partir do momento em que Katiane (Carol Macedo) começa a se precupar com o desaparecimento repentino de Katarine (Talita Younan). Quem encontra a namorada de MB (Vinícius Wester) chorando pelos cantos é Keyla (Gabriela Medvedovski), que a leva para dormir na sua casa.

Graças ao apoio e ao teto, Katarine se reconcilia com Keyla, que alerta Katiane sobre seu paradeiro. Aos poucos, o público vai começar a perceber que Katarine possui um problema pessoal, que envolve sua mãe e um outro novo personagem, Dogão (Giovanni Gallo), que solta uma bomba no Colégio Cora Coralina.

Em decorrência da aparição da bomba caseira no Colégio Cora Coralina, Benê (Daphne Bozaski) fica surda, o que deixa Dóris (Ana Flávia Cavalcanti), Josefina (Aline Fanju) e Guto (Bruno Gadiol) preocupados. Dogão também apronta no Colégio Grupo, fazendo com que Malu (Daniela Galli) acuse Ellen (Heslaine Vieira) para expulsá-la.

MB (Vinícius Wester) se apresenta para Edgar (Marcello Antony) como responsável pelo atentado de Dogão, com o intuito de salvar a bolsa de estudo de Ellen. Seu pai oferece um investimento financeiro para a instituição de ensino cancelar sua expulsão.

A atriz Dig Dutra possui em seu currículo trabalhos como, por exemplo, “Zorra Total”, “Da Cor do Pecado”, “Linha Direta Justiça”, “Começar de Novo”, “Alma Gêmea”, “Belíssima”, “A Grande Família”, “Malhação 2006”, “A Turma do Didi”, “Pé Na Jaca”, “A Diarista”, “Sob Nova Direção”, “Sete Pecados”, “Paraíso Tropical”, “Malhação 2008”, “Faça Sua História”, “A Lei do Amor” e “A Força do Querer”.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.