“O Retrato de Dorian Gray” ganha adaptação com protagonista feminina

Annie Clark (Foto: Reprodução)

A cantora norte-americana St. Vincent (nome artístico de Annie Clark), vai fazer seu segundo trabalho consecutivo como diretora cinematográfica. Ela foi escolhida para comandar uma adaptação ousada do autor-roteirista David Birke (responsável pelo thriller “Elle”) para o livro de literatura estrangeira “O Retrato de Dorian Gray” (escrito por Oscar Wilde).

Em seu 11º remake, o argumento do filme de longa-metragem “O Retrato de Dorian Gray” coloca em cena uma protagonista feminina no papel principal, sendo que, originalmente, o papel central é masculino. Ainda não foram revelados detalhes sobre a história desta adaptação, que começa a ser rodada no ano que vem.

Originalmente, “O Retrato de Dorian Gray” conta a história do artista Basil Hallward, que fica impressionado com a beleza do modelo Dorian Gray, ao retratá-lo em uma pintura realizada com óleo. Deslumbrado com os elogios que recebe de Basil Hallward, Dorian Gray faz um pacto demoníaco para ser eternamente jovem.

A partir do momento em que acaba sendo influenciado pelo aristocrata hedonista Lorde Henry, para quem é apresentado por Basil Hallward, Dorian Gray fica cada mais mais jovem perante seus atos narcisistas e transgressores, ao passo que seu quadro envelhece em seu lugar, chegando ao ponto de ficar completamente deformado.

St. Vincent fez sua estreia como diretora através do filme de curta-metragem de terror “XX”, sendo responsável pelo plot batizado como “The Birthday Cake”. A trama fala sobre uma mãe que organiza uma festa de aniversário para sua filha, quando descobre que seu marido foi assassinado no escritório de casa.

David Birke, por sua vez, possui em seu currículo como autor-roteirista diferentes tipos de trabalhos como, por exemplo, “13 Sins”, “The Fear Inside”, “The Horseplayer”, “Kiss and Tell”, “A Kidnapping in the Family”, “Dahmer”, “Gacy”, “Dark Town”, “The Crawl Space”, “Freeway Killer”, “Elle”, “The Picture of Dorian Gray” e “Slender Man”.