Rosane Svartman e Paulo Halm antecipam a novela “Chuvas de Verão”

Rosane Svartman (Foto: Reprodução)

Os autores-roteiristas Rosane Svartman e Paulo Halm estão preparando os primeiros capítulos de uma novela chamada “Chuvas de Verão”, que é ambientada na cidade de Paraty, localizada no estado do Rio de Janeiro. A boa notícia é que a produção está prevista para ser antecipada na programação da Rede Globo.

O diretor do núcleo de dramaturgia da emissora carioca, Silvio de Abreu, prevê sua estreia para janeiro de 2019, na sequência de “Pega Pega” (de Cláudia Souto), “Deus Salve O Rei” (de Daniel Adjafre) e “Anos Incríveis” (de Izabel de Oliveira e Paula Amaral), em função do cancelamento de outras produções.

As produções canceladas por Silvio de Abreu são “Fora de Órbita” (de Rui Vilhena) e “Barba Azul” (de Antônio Calmon e Guilherme Vasconcelos). Os problemas são semelhantes aos demais horários: as escaletas dos capítulos não são bem estruturadas e as histórias do argumento não seguram o público por tanto tempo.

No planejamento inicial, “Chuvas de Verão” só iria entrar no ar em janeiro de 2020. Depois da trama, por sua vez, também está confirmado o retorno do autor-roteirista Daniel Ortiz, que só vai supervisionar Patrícia Moretzsohn e Renata Dias Gomes na novelinha teen “Malhação – Vidas Brasileiras” durante os dois primeiros meses.

Outro retorno confirmado é o do autor-roteirista Emanuel Jacobina, responsável por “Malhação – Seu Lugar no Mundo” e “Malhação – Pro Dia Nascer Feliz”, que prepara um projeto batizado provisoriamente como “De Alma Lavada”. A sinopse fala sobre uma empresa que pratica caixa dois e o conflito se desenrola a partir daí.

O que vem depois do próximo trabalho dos autores-roteiristas Rosane Svartman, Paulo Halm, Daniel Ortiz e Emanuel Jacobina ainda é um mistério. Com “Orgulho e Paixão” (de Marcos Bernstein) transferida para a faixa das 18h, os candidatos são os autores-roteiristas Benedito Ruy Barbosa, Carlos Gregório, Geraldo Carneiro e Ricardo Hofstetter.