Klara Castanho e Bruno Ferrari formam par no filme “1817 – Uma Revolução Esquecida”

Klara Castanho (Foto: Divulgação)

Afastada da televisão desde o ano de 2015, quando viveu Alice na novela “Além do Tempo” (de Elizabeth Jhin), Klara Castanho forma par romântico com Bruno Ferrari no filme de longa-metragem de docudrama histórico “1817 – Uma Revolução Esquecida” (de Tizuka Yamasaki), que possui previsão de estreia para outubro na emissora TV Escola.

Na história, ela interpreta a portuguesa Maria Teodora da Costa, que se relaciona com o brasileiro Domingos José Martins (Bruno Ferrari) de forma sigilosa. Apesar de Domingos possuir uma linhagem nobre, com formação universitária e posses familiares, Maria Teodora é proibida pelo pai de se envolver com um mero estrangeiro.

O pai de Maria Teodora é um traficante de escravos do Pernambuco e, ao saber do seu envolvimento com Domingos José Martins, a obriga a se casar com um caixeiro português, que o atende em uma loja bairrista. A partir de então, os amantes se casam durante a Revolução Pernambucana.

Klara Castanho possui em seu currículo trabalhos como, por exemplo, “Mothern”, “Revelação”, “Viver a Vida”, “Morde & Assopra”, “Amor Eterno Amor”, “Amor à Vida”, “Além do Tempo”, “É Fada”, “Chocante” e “Aprendiz de Feiticeiro”. Recentemente, ela chegou a ser cotada para o elenco de “Malhação – Viva a Diferença” (de Cao Hamburger).

Bruno Ferrari, por sua vez, vai interpretar Vicente na novela “Tempo de Amar” (de Alcides Nogueira e Bia Corrêa do Lago). Ele vai contracenar com Amanda de Godoi, Andreia Horta, Bárbara França, Bete Mendes, Bruno Cabrerizo, Cássio Gabus Mendes, Deborah Evelyn, Erik Marmo, Françoise Forton, Giselle Prattes, Giulia Gayoso, Guilherme Leicam, Guilherme Prates, Henri Castelli, Jackson Antunes, Jayme Matarazzo, Jessika Alves, Karine Teles, Letícia Sabatella, Lucy Alves, Malu Valle, Maria Eduarda de Carvalho, Marisa Orth, Mayana Moura, Nelson Freitas, Nívea Maria, Odilon Wagner, Olívia Torres, Regina Duarte, Ricardo Vianna, Sabrina Petraglia, Tony Ramos, Vitória Strada, Werner Schunemann e Yasmin Gomlevsky.