Exclusivo: Juliana Knust e Juliana Silveira são as protagonistas da novela “Apocalipse”

Juliana Knust (Foto: Divulgação)

Após fazer uma participação especial como a rainha Vitoriana em “Belaventura” (de Gustavo Reiz), Juliana Knust se prepara para viver a sua primeira protagonista na próxima novela das 20h da Record TV, “Apocalipse”, que possui previsão de estreia para o dia 7 de novembro, sob a direção geral de Edson Spinello.

Na história escrita por Vívian de Oliveira, com a colaboração de Alexandre Teixeira, Emílio Boechat, Gabriel Carneiro, Marcos Lazarini e Maria Cláudia Oliveira, ela vai interpretar a missionária Zoé, que forma um triângulo amoroso com o empresário de tecnologia Benjamin (Guilherme Winter) e o colecionador de arte Ricardo (Sérgio Marone).

A personagem é prima de Raquel, vivida por Juliana Silveira, que é a segunda protagonista feminina da produção de cunho bíblico. Casada com o policial César (Fernando Pavão), Raquel enfrenta o drama de ser violentada fisicamente e verbalmente todos os dias, mas esconde de todo o motivo dos seus hematomas.

A trama percorre os sinais da chegada do fim do mundo ao longo de três décadas, contando a saga de três gerações familiares completas. Ricardo, por exemplo, é filho de Débora (Manuela do Monte/Bia Seidl), fruto do casamento de Tamar (Jussara Freire) com Gideon (Henri Pagnoncelli).

Débora, por sua vez, é irmã de Rana (Brendha Haddad/Adriana Prado) e Noah (Raphael Sander). Ao longo da trama, ela se torna avó da curiosa estudante de arqueologia Isabela (Paloma Bernardi), que é fruto do casamento de Ricardo com Zoé. A família possui origem hebreia e segue o judaísmo ortodoxo, daí os nomes bíblicos.

A narrativa se desenvolve a partir do momento em que Benjamin rompe sua amizade de longa data com Ricardo, depois de acusá-lo de roubar um projeto de inteligência artificial, que é o projeto da sua vida. Por causa dessa acusação, ele também acaba perdendo Zoé para seu mais novo rival.