Entrevista: Rômulo Arantes Neto fala sobre carreira e papel na novela “Pega Pega”

O ator Rômulo Arantes Neto, que está gravando a série “Toda Forma de Amor” (de Marcelo Pedreira) para o Canal Brasil, da televisão fechada, concedeu uma entrevista exclusiva para o site Noticiasdetv.com, com o objetivo de falar sobre sua carreira e sobre seu próximo trabalho na dramaturgia da Rede Globo.

Com 15 projetos em seu currículo – “Malhação 2007”, “Caminhos do Coração”, “Os Mutantes”, “Promessas de Amor”, “Bela, a Feia”, “Vidas em Jogo”, “Sangue Bom”, “Rock in Rio – O Musical”, “Amigos, Amigos, Amores à Parte”, “Império”, “Êta Mundo Bom”, “1 Contra Todos”, “Mais Forte Que O Mundo”, “Can’t Be Undone” e “Paixão de Cristo” – o ator recentemente fez uma participação em “Malhação – Pro Dia Nascer Feliz” (de Emanuel Jacobina). Sobre essa experiência, ele compartilha:

— Foi muito legal. Revisitar amigos e sentir o frescor da turma foi umas das grandes vantagens. Foi um prazer participar do último episódio e relembrar um pouco do meu início. 

Para quem está com saudade de Rômulo Arantes Neto na televisão, o site Noticiasdetv.com possui duas ótimas notícias, outra vez em primeira mão. Atualmente, o ator está encarando um grande desafio para sua carreira, pois possui a missão de formar par romântico com uma garota transexual na série “Toda Forma de Amor”. O tema está em alta com a abordagem da novela “A Força do Querer” (de Glória Perez) e ele explica mais detalhes sobre a história, assim como seu personagem:

— Se trata de uma série que explora a comunidade LGBT. Se passa em São Paulo. Meu personagem se chama Daniel. Vem de uma família com uma ótima situação financeira. Seu pai é pastor e muito conservador. Ele vive na noite e tem um carisma único. Em um certo momento, se apaixona e sua vida tem muitas mudanças. O texto é muito bom e temos como diretor o Bruno Barreto.

Após o término das gravações da série “Toda Forma de Amor”, o ator não vai ter férias. Em agosto, ele entra no elenco da nova novela das sete da Rede Globo, “Pega Pega” (de Cláudia Souto), que estreia dia 6 de junho. Conheça o perfil do seu personagem com exclusividade:

— Meu personagem é o Lourenço. Um rapaz do Centro-Oeste do Brasil, que ocupa um cargo super importante na empresa de agronegócio da família. Ele vai para o Rio de Janeiro para participar de uma feira de agro-business e se hospeda no hotel da novela. Sua trama se inicia nessa viagem de negócios. 

Todo artista busca se manter fora da temida zona de conforto e, com esses dois novos personagens, o ator almeja não ficar marcado por um mesmo estereótipo na televisão. O perfil do mauricinho e do mulherengo, por exemplo, são comuns entre seus colegas de trabalho. Sobre a possibilidade de um desses arquétipos poder atrapalhar e/ou marcar sua carreira em algum momento, ele reflete:

— Não acho que possa me atrapalhar, contanto que eu não seja estigmatizado e leve sempre o máximo de verdade. Óbvio que tudo tem limite, inclusive a escolha de personagens a interpretar.

Questionado se existe algum perfil específico de personagem que gostaria de interpretar no futuro, ele afirma que gostaria de usar utilizar suas habilidades pessoais na ficção:

— Tenho vontade de interpretar ainda muitos personagens. A cada papel que eu recebo, eu encaro como um novo desafio e sempre me dedico, dando o meu melhor. Adoraria pilotar moto, velejar, surfar ou ser um atleta.

Para ajudá-lo a se encontrar na profissão, ele complementa que já fez sessões de bioenergética, uma modalidade de terapia, que acabou fazendo com que ele se encontrasse consigo mesmo:

—  Fiz por uns três anos. Foi muito bom pra mim. Passei a me conhecer muito mais. Resolvi e comecei a conversar com várias questões pessoais.