Edson Celulari é escalado para o elenco da novela “À Flor da Pele”

http://noticiasdetv.com/
http://noticiasdetv.com/

Após viver Marcelo em “Alto Astral” (de Daniel Ortiz), o ator Edson Celulari foi escalado para o elenco de uma das próximas novelas das 21h da Rede Globo, “À Flor da Pele”, que vai substituir “Lobo do Amor” (de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari) a partir de maio de 2017, sob a direção geral de Pedro Vasconcelos e a direção artística de Rogério Gomes. Com autoria de Glória Perez, a produção em questão também vai anteceder o projeto, com título provisório mantido em sigilo, que marca a estreia de Thelma Guedes e Duca Rachid na faixa.

A novela “À Flor da Pele” será protagonizada por oito atores, que são Cauã Reymond, Débora Falabella, Emílio Dantas, Ísis Valverde, Juliana Paes, Paolla Oliveira, Rodrigo Lombardi e Sérgio Guizé, embora a história, ambientada na cidade de Manaus, na Amazônia, gire em torno da personagem da atriz Paolla Oliveira, que se trata de uma policial militar justiceira. Completam o time do folhetim até o momento os atores Aimée Madureira, Ana Beatriz Nogueira, Antônio Calloni, Bruna Marquezine, Chay Suede, Déborah Secco, Edson Celulari, José de Abreu, Lilia Cabral, Paulo Vilhena, Stênio Garcia e Vera Fischer. Ainda não foram divulgados os nomes que estão participando dos testes nos estúdios da emissora carioca. 

A narrativa gira em torno de um tema central, que é a diversidade, tanto a cultural quanto a sexual, em respeito às diferentes tribos urbanas que compõem a sociedade brasileira, mas também vai falar sobre o funcionamento do sistema judiciário do país e sobre as diferentes vertentes que compõem o ramo da psicologia. A intenção da autora-roteirista Glória Perez é fugir de assuntos recorrentes em novelas do horário nobre, como é o caso da criminalidade e da política do Rio de Janeiro, além da homossexualidade. Apesar de estarem previstos personagens transexuais, a sua abordagem vai ser diferente das produções anteriores.

É proibido reproduzir, reescrever ou copiar, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro. Todos os direitos são reservados.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.