Thiago Martins não está no elenco da novela “Liberdade, Liberdade”

Após interpretar Diogo na novela Babilônia, de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga, o ator Thiago Martins foi convidado para viver um revolucionário baiano chamado Miguel Trajano na próxima novela das onze da Rede Globo, Liberdade, Liberdade, que estreia dia 11 de abril, antecedendo as olimpíadas e a exibição da minissérie Justiça, desenvolvida pela autora-roteirista Manuela Dias. Como o personagem era uma participação especial na sinopse inicial, o ator aceitou o convite imediatamente. Mas, como a sinopse mudou e o personagem se tornou fixo na trama, o ator teve que pedir o seu desligamento para atender os seus compromissos já agendados anteriormente. É que ele está em cartaz nos Estados Unidos, ao lado de Fernanda Pontes, com uma peça teatral chamada O Grande Amor da Minha Vida. E vai fazer uma turnê brasileira com esse mesmo espetáculo ao lado de Letícia Colin.

A novela Liberdade, Liberdade é escrita por Mário Teixeira a partir do argumento de Márcia Prates. Sob a direção geral de André Câmara e Pedro Brenelli, o folhetim conta com a direção artística de Vinicius Coimbra. Integram o elenco os atores Andreia Horta, Aramis Trindade, Bruce Gomlevsky, Bruno Ferrari, Bukassa Kabengele, Caio Blat, Chris Couto, Dani Ornellas, David Junior, Gabriel Palhares, Genézio de Barros, Guilherme Piva, Hanna Romanazzi, Heloísa Jorge, Juliana Carneiro da Cunha, Ju Colombo, Laís Pinho, Letícia Isnard, Letícia Sabatella, Lilia Cabral, Maitê Proença, Marco Ricca, Marcos Oliveira, Mariana Nunes, Mateus Solano, Mel Maia, Nathália Dill, Nikolas Antunes, Olívia Araújo, Osmar Prado, Regina Duarte, Ricardo Pereira, Rômulo Estrela, Sheron Menezzes, Thiago Lacerda, Vitor Thiré, Yanna Lavigne, Yasmin Gomlevsky e Zezé Polessa. 

É proibida a reprodução e a modificação, integral ou parcial, do conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro.