Trem Bom: Lauro César Muniz assume supervisão

O autor-roteirista Lauro César Muniz, que foi dispensado pela Rede Record após oito anos de exclusividade, depois de escrever a novela ‘Máscaras’, em 2012, agora faz parte do quadro de funcionários da Rede Globo. Ele foi convidado pelo diretor do núcleo de dramaturgia da emissora carioca, Silvio de Abreu, para assumir uma função específica: substituir Aguinaldo Silva na supervisão do argumento da novela “Trem Bom’, escrita pelo estreante Maurício Gyboski, que foi colaborador das novelas do seu ex-supervisor. A saída de Aguinaldo Silva acarretou em uma mudança no cronograma da produção: agora vai estrear em julho de 2017 ao invés de janeiro.

A novela ‘Trem Bom’ será exibida na faixa das 18h, atualmente ocupada por ‘Além do Tempo’. A produção virá na sequência de ‘Candinho’, ‘Velho Chico’ e a próxima novela de Walther Negrão, ainda sem título provisório divulgado. Ainda não foram divulgados os diretores gerais e o diretor de núcleo da trama, que poderá contar com cantores sertanejos, como Daniel, Mariano e Luan Santana, nos papéis de protagonistas. É que a história gira em torno da rivalidade entre duas famílias após o rompimento de uma dupla sertaneja no auge do sucesso. A novela trará de volta os atores da terceira idade em papéis de destaque. O antagonista também é um cantor sertanejo, que sente-se ameaçado pela chegada do sertanejo universitário.

Recentemente, a Rede Globo lançou um cantor sertanejo como ator em ‘Malhação – Seu Lugar no Mundo’, embora ele não seja músico do gênero na história. Trata-se de Lucas Lucco, que sempre esteve envolvido com as artes cênicas, embora esta seja a sua estreia no ramo. Na história, ele vive Uodson, um rapaz que faz de tudo para ser querido pela mãe, embora ela tenha clara preferência pelo filho caçula problemático. O rapaz, que vive de pequenos bicos, é apaixonado por Ciça (Júlia Konrad), que o ignora pelo fato dele ser pobre. Mas, um acidente de carro a fará mudar radicalmente de visão.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.