Após Império, Júlia Fajardo é cotada para Josué e a Terra Prometida

Após interpretar Helena na novela ‘Império’, de Aguinaldo Silva, na qual substituiu Letícia Isnard, que estava grávida, a atriz Júlia Fajardo é cotada para formar parte do elenco de ‘Josué e a Terra Prometida’, próxima novela bíblica da Rede Record, que será uma continuação de ‘Os Dez Mandamentos’, mostrando a chegada de Oséias (Sidney Sampaio) e Calebe (Rodrigo Vidigal) ao Canaã, em Israel, passando pela batalha de Jericó. Com autoria de Renato Modesto e direção de Alexandre Avancini, a produção possui previsão de estreia para julho de 2016. Ainda não foi batido o martelo em relação à terceirização da Casablanca.

A novela bíblica ‘Josué e a Terra Prometida’, que entrará no ar no lugar da novela de época ‘Escrava Mãe’, de Gustavo Reiz, substituta de ‘Os Dez Mandamentos’, já conta em seu elenco com os atores Alexandre Slaviero, Giuseppe Oristânio, Jéssika Alves, Júlia Fajardo, Miriam Freeland e Thaís Melchior. A direção tentou contratar Caio Blat e Marcello Antony para viver o protagonista, mas o papel deverá continuar a cargo de Sidney Sampaio. A história gira em torno da chegada dos escravos hebreus, libertados por Moisés, à terra prometida por Deus. Com a ajuda de Raabe (Miriam Freeland), eles sobrevivem à destruição de Jericó, assim como Pi-Ramsés. 

A atriz Júlia Fajardo iniciou a sua carreira em 2006, na novela ‘Páginas da Vida’, vivendo a personagem Roberta. Depois, em 2012, interpretou a personagem Tamar na minissérie ‘Rei Davi’. No mesmo ano, na novela ‘Balacobaco’, viveu a personagem Adriana. O seu último trabalho foi na novela ‘Império’, como Helena. Antes de ir para a televisão, a atriz já fazia teatro e continua participando de espetáculos. Recentemente, ela estava em cartaz com a peça teatral ‘Casório’, escrita por Marcélli Oliveira e dirigida por Alexandre Contini, ao lado de Tammy di Calafiori, que atualmente vive Ana na novela bíblica ‘Os Dez Mandamentos’.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.