Resumo Diário: Novela “A Terra Prometida”: 06/03/2019: Quarta-Feira

 -  - 

 

 


Day Mesquita (Foto: Edu Moraes)

CAPÍTULO 161: QUARTA-FEIRA: 06/03/2019: Adonizedeque fica incrédulo. Tobias se desespera, mas Samara o tranquiliza dizendo que Aruna está morta. Agoniado, Mireu diz que precisa arrumar um jeito de encontrar Ula. Na cozinha do acampamento, Mara encontra outras hebreias e avisa que tem alguém adorando deuses pagãos em Gilgal. A vilã escuta vozes e fica transtornada. Raabe a observa. Adonizedeque desabafa com as caveiras. Mireu encontra Ula e avisa que Úrsula fará algo contra o rei. Zaqueu diz que alguém flechou Aruna e o culpou. Livana diz estar orgulhosa de Rune. Mara vai até a tenda de Elói e lhe pede desculpas. Ela entrega um cesto de pães e finge, dizendo estar arrependida. Quando ele se vira, a vilã puxa uma faca para golpeá-lo. Aruna tenta sair do quarto, mas é impedida pelos guardas. Antes de esfaquear Elói, Mara é interrompida pela chegada de Raabe. Aruna é levada de volta à masmorra. Ula tenta ampará-la. Adonizedeque finge não saber de nada e comemora a recuperação de Aruna. Abul se aproxima de Úrsula e avisa que chegou o momento de envenenar o rei. Josué procura Aiúde e diz estar desconfiando que Mara. O líder de Israel avisa que a vilã foi vista por Raabe cultuando as estatuetas. Abul joga o veneno na bebida de Adonizedeque. Mara encontra Aiúde e confessa ter sequestrado o bebê de Raabe. Josué aparece e diz ter ouvido tudo.

CAPÍTULO 162: QUINTA-FEIRA: 07/03/2019: De Adonizedeque (Mário Frias) vai se vingar, diz Úrsula (Letícia Peroni). Em casamento, Jéssica (Maytê Piragibe) é pedida por Iru (Guilherme Boury). A mão de Laís (Ariela Massotti) é pedida por Elias (João Bourbonnais). A traição ao rei é planejada por Abul (Joelson Medeiros) e Úrsula. Acsa (Marisol Ribeiro) é amparada por Noemi (Nívea Stelmann). Setur (Caetano O’Maihlan) é parabenizado por Boã (Tatsu Carvalho). Fé em Deus é mostrada por Acsa. O plano de traição é revelado a Pirã por Abul ao se encontrarem. Para o pai, finge inocência Úrsula. Para falar sobre o ritual feito por Mara (Cristiana Oliveira), Salmon (Rafael Sardão) e Raabe (Miriam Freeland) procuram Josué (Sidney Sampaio). Fingindo não saber da morte das prisioneiras, Úrsula e o rei conversam. Uma codorna atingida por uma flecha é encontrada por Salmon e Isaque (Daniel Erthal) ao seguirem na procura por Aruna (Thais Melchior). Zaqueu (Ricky Tavares) é inocente, percebem todos quando a flecha encontrada é levada por eles até Josué. De volta ao acampamento, Zaqueu deve ser trazido, ordena aos guerreiros o líder de Israel. Ficam preocupados Tobias (Raphael Vianna) e Samara (Paloma Bernardi). O beijo em Ula (Rafaela Mandelli) foi flagrado pelo rei, conta Mireu (Eduardo Magalhães) ao procurar Úrsula. Não precisarão se preocupar em breve com Adonizedeque, diz a princesa. Estão tramando sua morte, avisa Pirã (o nome do ator não foi divulgado) ao procurar o soberano de Jerusalém. A inocência de Zaqueu é alvo de agradecimento a Deus por Chaia (Juliana Boller). Estão tentando trair o rei Úrsula e Abul, conta Pirã.

CAPÍTULO 163: SEXTA-FEIRA: 08/03/2019: Fica incrédulo Adonizedeque. Aruna está morta, diz Samara ao tranquilizar Tobias quando ele se desespera. De encontrar Ula é preciso arrumar um jeito, diz Mireu, agoniado. Alguém está adorando deuses pagãos em Gilgal, avisa Mara em encontro com outras hebreias. Fica transtornada ao escutar vozes a vilã. A observa Raabe. Com as caveiras, desabafa Adonizedeque. Úrsula fará algo contra o rei, avisa Mireu ao encontrar com Ula. Aruna foi flechada por alguém para o culpar, diz Zaqueu. De Rune (Douglas Sampaio) está orgulhosa, diz Livana (Letícia Medina). A Elói (Claudio Gabriel) Mara pede desculpas ao ir até sua tenda. Dizendo estar arrependida, ela finge ao lhe entregar um cesto de pães. Para golpeá-lo, a vilã puxa uma faca quando ele se vira. Guardas impedem Aruna sair do quarto quando ela tenta. Raabe chega e interrompe Mara antes dela esfaquear Elói. De volta à masmorra é levada Aruna. Ela tenta ser amparada por Ula. A recuperação de Aruna é comemorada por Adonizedeque ao fingir não saber de nada. É o momento de envenenar o rei, avisa Abul ao se aproximar de Úrsula. De Mara está desconfiado, diz Josué ao procurar Aiúde (Fábio Villa Verde). Cultuando as estatuetas, Mara foi vista por Raabe, avisa o líder de Israel. Na bebida de Adonizedeque, Abul joga veneno. Confessa Mara ter sequestrado o bebê de Raabe ao encontrar Aiúde. Diz ter ouvido tudo Josué ao aparecer.

bookmark icon