Resumo Diário: Novela “Coração Indomável”: 19/07/2018: Quinta-Feira

 -  - 

 

 


Ana Brenda Contreras (Foto: Reprodução)

CAPÍTULO 134: QUINTA-FEIRA: 19/07/2018
Aníbal se desespera quando descobre que seu quadro não está mais na galeria. Dóris diz para Otávio que o quadro de Aníbal foi roubado da exposição de Afonso. O Inspetor e o agente Giménez suspeitam que o roubo do quadro foi uma jogada de Afonso para atrair publicidade na exposição. Maricruz pensa em sair da cidade e recomeçar a vida em um local onde ninguém as conheça. Otávio fica sabendo da existência do quadro “A Dama Nua”, se decepciona com Maricruz e pensa em matar Afonso. Na casa de Clementina, Celia consente o matrimônio entre Mercedes e Afonso, mas que não os ajudará financeiramente. Afonso alega não saber nada sobre o quadro “Liberação” e o agente diz que não vale a mobilização da polícia, uma vez que o quadro não tem grande valor comercial. Aníbal ameaça Afonso com uma navalha e ele reconhece a venda da obra por cento e cinquenta mil reais para um Alemão. Afonso é golpeado pela navalha e cai, inconsciente. Aníbal foge. Otávio entra no apartamento do artista e o encontra morto. Na saída, Otávio se depara com João José que o acusa pelo assassinato de Afonso. Clementina recebe a informação da morte de Afonso e desmaia. Otávio é preso. Ao saber da morte de Afonso e que seu amado está preso, Maricruz se apresenta à polícia como responsável pelo assassinato do artista e é presa. Otávio é solto pelo delegado diz. Francisco diz à Clementina que sua dama de companhia foi quem matou Afonso. Mercedes diz a Clementina que entre ela e Afonso nunca houve nada.

CAPÍTULO 135: SEXTA-FEIRA: 20/07/2018
Aníbal, se reconforta dizendo que matou Afonso pelo roubo de seu quadro e o tirar do País. Para Dóris, Otávio diz saber que Maricruz se entregou não por ser culpada, mas para livrá-lo das grades. Clementina pede a Francisco que use de todos os seus recursos para que Maricruz não saia da cadeia. Otávio propõe casar-se com Dóris, caso ela contrate um bom advogado para sua amada. Na delegacia, Navarro se apresenta a Maricruz como seu representante e defensor, e diz que foi Otávio quem o contratou. Dóris diz para Otávio que testemunhará contra Maricruz, caso seja chamada para depor. Perante o juiz, Maricruz afirma ter matado Afonso e é transferida para o presidio feminino. Otávio duvida da inocência de Maricruz e é informado por Navarro sobre a transferência e reclusão de sua amada.

bookmark icon