Resumo Diário: Novela “Bicho do Mato”: 03/07/2018: Terça-Feira

 -  - 

 

 


Gabriela Moreyra (Foto: Reprodução)

CAPÍTULO 212: TERÇA-FEIRA: 03/07/2018
Juba e os Guaporás saem pela mata à caça de Brandão e Zé Diacho. Isabela aparece na fazenda avisando a Francisca que Margaridinha está doente, com febre, no hospital. Carlos e Juliana avisam a Tavinho que não voltam para o garimpo. Cecília e Mesquita chamam Silvia para conversar sobre o comportamento de Emílio nos últimos dias. Silvia acusa Ruth, mas Mesquita e Cecília lhe contam que ela tem um álibi, pois estava no Pantanal quando as ligações foram feitas. Ruth alfineta Emílio, que reage torcendo seu braço. Francisca vai ao hospital ver Margaridinha, que teve febre nervosa porque ficou com saudades da mãe de criação. Isabela pede desculpas e dá sua palavra a Francisca de que não levará mais Margaridinha embora da fazenda. Mariano e Alzira comentam como Geraldo e Francisca se combinam e acabam desconfiando que eles só não estão casados por causa dele e de Alzira. Betinha vai à casa de Gigi e Joca para acusar Cecília de ser a traidora do grupo. Joca a expulsa de casa. Maurinho bota moral na jagunçada na delegacia, onde recebe a ligação de uma certa Analice e anota seu telefone para um futuro encontro. De longe, Brandão mira Juba com um revólver. Juba vê o reflexo da arma e alerta Yopanã. Os bandidos trocam tiros com os índios. Juba atravessa o rio para cercar Brandão e pegá-lo de surpresa. Juba prende Zé Diacho, mas Brandão consegue fugir. Teleco leva Zé Diacho algemado para a delegacia. Silvia revela a Emílio que Ruth estava no Pantanal quando fizeram as ligações para o Sr. X. Emílio fica tenso. Graça resolve deixar Nicolau e passar uns tempos na casa de Lili. Ele implora que a mulher fique, pois logo poderá contar o porquê de suas saídas misteriosas. Brandão é picado por uma cobra e faz um corte na perna para drenar o veneno. Juba chega e o rende. Sangrando, Brandão foge para dentro do rio e sente uma mordida. Juba grita que o rio está cheio de piranhas.

CAPÍTULO 213: QUARTA-FEIRA: 04/07/2018
Brandão não se entrega a Juba e é devorado pelas piranhas. Apenas seu chapéu bóia no rio. Juba conseguiu cumprir a sua promessa: encontrou o assassino de seu pai e a justiça foi feita. Mas ele lembra a Yopanã que deve voltar ao Rio para ajudar Cecília a descobrir quem os enganou por todo esse tempo. O inspetor Paulo chega à casa de Cecília com um mandado de busca e apreensão, contando que recebera uma denúncia anônima de que a arma que matou Ramalho está escondida na casa. Joca desconfia que Ruth plantou a arma no quarto de Cecília, pois conhece muito bem a casa. Frederica acredita que Tavinho e Betinha mataram Ramalho e depois se juntaram a Ruth para incriminar Cecília. Sai o exame de balística: a arma encontrada no quarto de Cecília matou Ramalho. Paulo dá ordem de prisão e algema Cecília.

CAPÍTULO 214: QUINTA-FEIRA: 05/07/2018
Juba diz a Cecília que vai chamar Eduardo. Paulo leva Cecília do hospital algemada. Roberto dá a notícia da prisão de Cecília a Lili, Emílio e Sílvia. Vanda flagra Nicolau ao telefone comentando com alguém que Cecília só estava no lugar errado e na hora errada. Na delegacia, Zé Diacho entrega para Jurema que o delegado freqüenta um quarto secreto. Ela pergunta se é lá que ele esconde o baú misterioso, mas Maurinho disfarça. Eduardo não consegue o habeas corpus de Cecília. Ruth revela a Pedro ter plantado a arma na casa de Cecília. Pedro pergunta onde ela arranjou a arma, mas ela não conta. Emílio vai até a delegacia e diz para Juba, Cecília e Eduardo que Sílvia Schiller é a pessoa que trabalha pro Senhor X e que matou Ramalho.

CAPÍTULO 215: SEXTA-FEIRA: 06/07/2018
Emílio convence Juba e o inspetor Paulo de que Sílvia é suspeita de matar Ramalho. Roberto chega e Sílvia questiona por que ele pára de gravar exatamente quando Ramalho vai para o trem fantasma. Ela lembra que ele substituiu o diretor do programa de uma hora para outra, aproximou-se e seduziu Lili, justamente a maior inimiga de Ramalho, sugerindo ser ele o traidor. Francisca e Alzira falam que, quando duas mulheres ficam muito amigas, costumam usar as coisas uma da outra, vão tomando intimidade e, quando vêem, já querem ficar com o que é da amiga. Juba dá força a Cecília, que está quase se desesperando, temendo ser condenada caso não encontrem o traidor. No quarto de hotel, Mesquita conversa e beija Laura – ela está no Rio e não em Paris, como todos acreditam.

bookmark icon