Resumo Semanal: Novela “O Direito de Nascer”: 13/03/2018 a 16/03/2018

 - 

 

 


Guilhermina Guinle (Foto: Reprodução)

CAPÍTULO 022: TERÇA-FEIRA: 13/03/2018 Dolores fica desesperada ao ver o aspecto da criança e acredita que ela não sobreviverá. Por isso, no meio da estrada, as duas mulheres decidem batizar o bebê e Dolores lhe dá o nome de Alberto. Logo depois, como por um milagre, a criança reage. Laura proíbe a filha de continuar investigando sobre a morte do pai. Emília enfrenta a mãe e diz que não descansará enquanto não descobrir a verdade. Basília e Dolores chegam ao povoado. Basília oferece sua casa para a amiga e a apresenta aos vizinhos Dulce e José. Ela conta o que aconteceu com sua irmã e diz que o bebê é filho de sua amiga Dolores. Eles estranham que seu filho seja branco. Maria Helena volta para casa. Conceição se emociona ao rever a filha e pergunta por Dolores. Dom Rafael diz que a negra foi mordida por uma cobra e não resistiu. Dulce, a vizinha de Basília, não para de fazer perguntas e ela mente dizendo que Dolores vivia com sua irmã, Afonsa. Ao ficarem a sós, Conceição pergunta ao marido onde está o seu neto. Dom Rafael, visivelmente irritado, leva a mulher até o quarto da filha e pede a Maria Helena que conte o que aconteceu na fazenda. Conceição fica perplexa diante da revelação de que Dolores roubou a criança. Depois que Dulce e José deixam a cabana, Basília previne Dolores para que tome muito cuidado pois eles vão continuar fazendo muitas perguntas sobre o menino. Frederico procura Jorge Luiz e pede a ele que convença Emília a parar com a investigação sobre a morte do pai. Conceição não suporta ver o sofrimento da filha, que se transformou numa mulher triste e sem sonhos. Emília começa a olhar fotos antigas de seu pai e encontra uma onde ele está ao lado de Dom Frederico.

CAPÍTULO 023: QUARTA-FEIRA: 14/03/2018
Basília pede a Dolores que conte toda a verdade para o Sr. José. Dolores não sabe como explicar o que lhe aconteceu. Basília acaba contando a história da amiga e pede ao vizinho que a ajude, pois se seu ex-patrão a encontrar é capaz de matá-la. Cecília vai até a joalheria avaliar o colar que ganhou de Dom Frederico. O homem reconhece a joia e desconfia que ela a tenha roubado da condessa Vitória. Carmela, a empregada da condessa, conta a ela que Maria Helena já voltou da fazenda. Emília conta a Jorge Luiz que precisa conversar com Dom Frederico, pois descobriu que ele e seu pai foram amigos. Jorge Luiz pede a ela que pare de investigar o passado, pois poderá se machucar ao descobrir a verdade. Cecília acaba contando ao joalheiro que o colar foi um presente de Dom Frederico e vão até o banco para esclarecer a história. Dom Frederico se desculpa com o joalheiro e depois presenteia Cecília com um lindo par de brincos. Basília insiste com Dolores para que ela consiga o mais rápido possível uma certidão de nascimento para o Albertinho, para que ela possa comprovar que é a verdadeira mãe dele e acabar com a desconfiança dos vizinhos. A condessa Vitória vai até a casa da família Juncal e insiste em ver Maria Helena. Ao vê-la, se choca com sua aparência, mas Conceição justifica o abatimento da filha dizendo que ela está muito abalada pela morte de Dolores. Dom Rafael chega a casa e a condessa diz que quer oferecer a Maria Helena um lindo baile para comemorar seus dezoito anos.

CAPÍTULO 024: QUINTA-FEIRA: 15/03/2018
A condessa Vitória não entende a reação de Maria Helena que, sem dizer uma palavra, corre para o seu quarto. Os pais se desculpam e justificam a atitude da filha por ela estar muito deprimida pela morte de Dolores. Emília visita Maria Helena, conta sobre seu romance com Jorge Luiz, mas diz que a condessa não aceita a relação, pois pretende que ela, Maria Helena, seja a esposa de seu afilhado. Dom Rafael diz a Conceição que deve aceitar o oferecimento da condessa, pois nesse baile Maria Helena poderá encontrar um pretendente. Dolores pede a Basília que escreva para Maria Helena. Na carta ela tranquiliza a jovem dizendo que o bebê está bem e promete cuidar dele como se fosse seu filho. Basília diz que pedirá ao vizinho que da próxima vez que for a Havana entregue a carta pessoalmente a Maria Helena. Cecília vai até a casa de Alfredo Martins para dizer que decidiu viajar com ele para a Espanha. Dom Rafael vai até a casa da condessa Vitória e os dois começam a fazer planos para unir Jorge Luiz e Maria Helena. Nesse momento chega Jorge Luiz e a condessa se encarrega de apresentá-los. Dom Rafael convida o rapaz para o baile. Ele confirma a presença, mas só se puder ir acompanhado de sua noiva. A revelação deixa Dom Rafael decepcionado que volta para casa, furioso, pois não poderá concretizar seu plano de casar Maria Helena. Maria Helena continua mergulhada numa grande depressão e não consegue perdoar Mamãe Dolores por ter roubado seu filho. A dor a transformou numa mulher mais forte e Maria Helena já não se intimida diante da prepotência do pai. Ela enfrenta Dom Rafael e diz que de agora em diante não obedecerá mais às suas ordens. Maria Helena procura conforto nas palavras de Frei Estevão que a aconselha a não julgar tão duramente a Mamãe Dolores, pois ninguém sabe o que realmente aconteceu.

CAPÍTULO 025: SEXTA-FEIRA: 16/03/2018
Horácio comenta com Alfredo Martins que irá ao baile que comemora os dezoito anos de Maria Helena de Juncal. Dolores bate de casa em casa à procura de trabalho, mas a criança que carrega nos braços se transforma em um obstáculo e ela volta para casa sem conseguir nada. Conceição aconselha a filha esquecer o que aconteceu e tentar ser feliz. Ela insiste com Maria Helena para que aceite o baile que a condessa lhe oferece, mas ela se recusa a participar de qualquer acontecimento social. A volta de Maria Helena à capital faz Alfredo pensar que ela se livrou do filho que esperava. Emília vai com Jorge Luiz ao clube e, mais uma vez, é humilhada pela condessa. Vitória chama Laura, a mãe de Emília, de alcoólatra, e ela, não deixa por menos e acusa a megera de ser a assassina de seu pai. Dom Rafael não desiste da ideia de casar Maria Helena o mais rápido possível e está decidido a obrigar a filha a participar do baile. Alfredo, completamente bêbado, vai até a casa de Maria Helena e, aos gritos, pergunta o que fez com a criança que esperava. Depois volta para casa e conta para Cecília sua história com a jovem da sociedade e confessa que talvez tenha um filho. Indignada com o escândalo ocorrido no clube, a condessa Vitória vai até a casa de sua inimiga, Laura Gonzalez e, na frente de todos diz que vai contar toda a verdade para Emília.

bookmark icon