- 

Exclusivo: José Loreto vai participar da segunda temporada da série “Carcereiros”


José Loreto (Foto: Reprodução)

Após viver Adalberto Bonitão em “Cidade Proibida” (de Adriana Falcão, Ângela Chaves, Bíbi da Pieve, Emanuel Jacobina, Flávia Bessone, Flávio Araújo, Márcio Alemão, Mauro Wilson, Max Mallmann e Nilton Braga), José Loreto vai participar da segunda temporada da série “Carcereiros”, cuja primeira temporada estreia em abril na Rede Globo.

A história gira em torno do professor de história Adriano, marido de Janaína (Mariana Nunes) e pai de Lívia (Giovanna Rispoli). O personagem principal começa a trabalhar como agente penitenciário para seguir os passos de Tibério (Othon Bastos), que são vistos com um olhar preconceituoso por parte da sociedade brasileira.

O elenco da segunda temporada da série “Carcereiros” é formado até o momento pelos atores Aline Fanju, Bruno Bellarmino, Fábio Ventura, Giovanna Rispoli, Helena Ranaldi, Isaac Medeiros, Isabella Amaral, João Vicente de Castro, José Loreto, Mariana Nunes, Monica Iozzi, Rodrigo Lombardi, Samantha Schmutz, Thiago Martins, Tony Tornado, Vaneza Oliveira e Wallace Ruy.

Escrita por Dennison Ramalho e Marcelo Starobinas, a partir do argumento de Dennison Ramalho, Fernando Bonassi e Marçal Aquino, a produção conta com a direção artística de José Eduardo Belmonte. O projeto atualmente está em exibição na plataforma de vídeo por streaming Globo Play, que futuramente vai ser fundida com o Globosat Play.

José Loreto possui em seu currículo trabalhos como, por exemplo, “Jovens Casais, Problemas Atuais”, “Garotos”, “A Paz Perpétua”, “Tarzan – A Evolução do Lenda”, “Os Homens São de Marte… E É Pra Lá que Eu Vou”, “A História de José Aldo – Mais Forte Que O Mundo”, “Malhação 2005”, “Malhação 2006”, “A Turma do Didi”, “Os Mutantes”, “Caminhos do Coração”, “Três Irmãs”, “Força-Tarefa”, “Separação”, “Tal Filho, Tal Pai”, “Macho Man”, “Avenida Brasil”, “Amor & Sexo”, “Flor do Caribe”, “Segunda Dama”, “Boogie Oogie”, “Não Se Apega, Não”, “Tomara Que Caia”, “Haja Coração”, “Os Dias Eram Assim”, “Mister Brau” e “Cidade Proibida”.

bookmark icon