- 

Resumo Semanal: Novela “Os Dez Mandamentos”: 19/03/2018 a 23/03/2018


Juliana Didone (Foto: Reprodução)

CAPÍTULO 126: SEGUNDA-FEIRA: 19/03/2018
O Egito é tomado por um silêncio assustador até que as mães começam a notar a morte de seus filhos primogênitos. Gritos de sofrimento e pavor tomam conta da cidade. Mulheres do harém choram agarradas aos seus filhos mortos. Hebreus aliviados ao notarem que a vida de seus filhos foram poupadas, mas angustiados com o sofrimentos das mães e pais egípcios. Karoma feliz por ter o filho Pepy vivo ao seu lado. Hur, Leila e Bezalel choram desesperados pois tem certeza da morte de Uri. Moisés pede a Deus que dê conforto às famílias que choram a morte de seus filhos. Nefertari segura Amenhotep em seus braços e chora a dor da perda. Ramsés fica desnorteado e sai do quarto. Apuki, Judite, Ana e Jairo transtornados com o som terrível de dor dos egípcios. Apuki se emociona, pede perdão e abraça o filho emocionado. Tais e Meketre ficam felizes ao ver que Hori está vivo. Meketre se dá conta da situação e sai de casa. Bina e Corá também felizes por ter a vida de Assir preservada. Meketre chega à vila dos hebreus. Ele entra na casa de Zelofeade e emocionado pede perdão à Bak e os dois se abraçam. Moisés e Arão vão até o palácio. O libertador e o faraó se encaram em silêncio. Ramsés então quebra o silêncio e diz que o povo hebreu está livre, mas antes de partir pede a benção para Moisés, que o atende. Meketre diz a Bak que não acreditava que Bak era realmente seu filho, mas que a praga provou isso a ele. O garoto pergunta pelo irmão e fica feliz ao saber que Hori está bem. Num gesto emocionado, Meketre diz que achou que teria perdido um filho, mas na verdade ganhou outro. O egípcio diz que quer reparar o erro. Moisés retorna à vila e diz que estão livres. Arão pede ajuda a Oseias para o povo reunir os pertences e se preparar para partir. O hebreu diz ainda que Deus os instruiu a pedir joias, ouro e prata aos egípcios. Sofrida, Nefertari vela o corpo do filho. Meketre volta para casa e leva Bak junto e conta toda a verdade para a família. Ana e Judite tentam convencer Apuki a partir com os hebreus. Karoma não é bem recebida no harém do palácio, pois não se conformam por Pepy estar vivo. Meketre diz a Bak que Tais quer conversar a sós com ele. Carinhosa, Tais agradece Bak e o abraça emocionada. Meketre leva Bak de volta à vila e se despede do filho. Egípcios dão joias e ouro aos hebreus afim de se livrarem de vez dos escravos. Hebreus puxam carroças cheias de ouro. Bakenmut diz a Ramsés que Gahiji e outros egípcios foram para a vila. O general pergunta o que deve fazer com os egípcios traidores e com os hebreus. Abatido, o faraó diz que terminou e para permitir a saída dos hebreus do Egito.

CAPÍTULO 127: TERÇA-FEIRA: 20/03/2018
Ramsés pede que Bakenmut providencie que os corpos sejam embalsamados. Nefertari se descontrola ao saber que Pepy foi salvo por se abrigar na vila e agride Karoma, ameaçando matar ela e o filho. Radina interrompe a briga e a rainha expulsa a serva. Leila sofre com a morte de Uri e é amparada por Abigail. Apesar de apreensivos, Gahiji e Chibale partem para o deserto acompanhados de Leila e os familiares dela. Moisés ora para Deus, agradecendo pela liberdade concedida ao povo e se emociona ao lembrar do pai Anrão. Arão e Eliseba se preparam para sair e ficam surpresos com a empolgação dos filhos. Hur lamenta que tenha que deixar o Egito sem Uri e Bezalel tenta confortá-lo. Emocionadas, Joquebede e Miriã se despedem da casa em que viveram durante anos. Apuki e Jairo se surpreendem ao verem que Ana e Judite estão prontas para partir. Simut é incentivado por Paser e decide fugir com os hebreus, levando uma urna com os ossos de José para Moisés. Karoma e Pepy se entristecem com a partida de Simut. Mesmo magoada pela traição de Meketre, Tais diz que ele deve trazer Bak para viver com a família. Jairo e Apuki aceitam seguir com o povo e se impressionam com a mobilização de todos. Meketre tenta encontrar Bak no meio da multidão. Corá e Bina saem felizes para o deserto juntos com Assir e Elcana. Ao ver a casa de Zelofeade vazia, Meketre entende que o filho foi embora e se desespera. Simut se despede de Ikeni antes de seguir com os hebreus. Meketre consegue achar Bak e pede que ele permaneça no Egito. Radiante com a atitude do pai, o menino aceita prontamente e segue para a nova casa. Nefertari se irrita por Radina defender Moisés e pede que a serva a deixe sozinha. Radina resolver partir com o povo para o deserto. Tais dá boas vindas para Bak, enquanto Hori e Meryt comemoram a chegada do irmão. Gahiji e Chibale ficam surpresos ao descobrirem que Simut partirá junto com os hebreus. Ao mesmo tempo em que os escravos seguem felizes para o deserto, Ramsés observa a multidão, sentindo-se derrotado.

CAPÍTULO 128: QUARTA-FEIRA: 21/03/2018
Ramsés observa os hebreus deixarem a cidade. Radina afirma que deixará o palácio e se despede de Karoma. Radina pega a joia que ganhou de Henutmire e segue em sua missão. Liderados por Moisés, os hebreus deixam a cidade em uma grande massa de pessoas. Em conversa com o faraó, Paser avisa que Simut deixou o Egito com os hebreus. Apuki e Jairo reconhecem Safira da Casa de Senet e sorriem para ela. Enciumado, Datã segura no braço da esposa e cobra satisfação. Safira diz que nunca se deitou com outro homem e, magoada, pede para ele se afastar. Ramsés procura Ikeni na prisão do palácio. Bina percebe o clima entre Datã e Safira e tenta descobrir o que houve. Ramsés ordena que libertem Ikeni. Nefertari se recorda de momentos ao lado de Moisés e tem um ataque de fúria. Moisés aponta com seu cajado para o deserto para que Deus os aponte o caminho. Um forte vento começa a soprar e a areia do deserto se movimenta em espiral. De repente se forma um grande buraco, como se areia escoasse por um ralo. Uma coluna de nuvens aparece para mostrar o caminho aos hebreus. Ramsés conversa com Nefertari e pede perdão. Simut entrega os restos mortais de José para Moisés. Datã pede perdão à Safira e eles se reconciliam. Nefertari fica arrasada ao se recordar de Amenhotep. Enfurecida, a rainha diz para Ramsés que quer Moisés morto.

CAPÍTULO 129: QUINTA-FEIRA: 22/03/2018
Ramsés acaba concordando com a ideia de matar Moisés. Um oficial avisa o rei que Jahi retornou ao Egito. Jahi se espanta ao saber por Ramsés que Radina fugiu com os hebreus. Bakenmut e Jahi aprovam a decisão de Ramsés reunir o exército para ir atrás dos escravos. Paser fica surpreso com o desejo de vingança revelado por Nefertari. Paser diz para Ramsés que Deus já mostrou do que é capaz e alerta ser perigoso afrontar os hebreus. Moisés aconselha Arão a terem atenção com saqueadores e povos hostis que possam se aproximar. Apuki confessa para Jairo que se arrependeu de deixar o Egito. Karoma sofre ao saber que Ikeni terá que perseguir os hebreus. Alguns dias se passam e Ramsés comunica que o exército irá partir. Karoma e Ikeni choram na despedida de Ikeni. Preocupado, Paser encontra o oficial e lamenta que ele tenha que partir. Ramsés discursa encorajando o exército e segue acompanhado dos oficiais para o deserto. Paser ora para que Deus proteja a vida de Simut. Nefertari se anima com a partida de Ramsés para encontrar Moisés. Karoma conforta Pepy dizendo que Ikeni não morrerá. Ramsés e o exército avançam pelo deserto.

CAPÍTULO 130: SEXTA-FEIRA: 23/03/2018
Ramsés procura Ikeni na prisão do palácio. Bina percebe o clima entre Datã e Safira e tenta descobrir o que houve. Apuki e Jairo debocham da situação. Joquebede percebe a tristeza de Safira e tenta confortar a moça. Eliseba pede para a mulher de Datã continuar a caminhada ao seu lado. Ramsés ordena que libertem Ikeni. O rei manda o oficial abraçar Pepy. Triste, Nefertari se recorda de momentos ao lado de Moisés e tem um ataque de fúria. Ikeni se emociona ao reencontrar o filho. Moisés aponta com seu cajado para o deserto para que Deus os aponte o caminho. Um forte vento começa a soprar e a areia do deserto se movimenta em espiral. De repente se forma um grande buraco, como se areia escoasse por um ralo. Uma coluna de nuvens aparece para mostrar o caminho aos hebreus. Ramsés conversa com Nefertari e pede perdão por não ter a escutado.

bookmark icon