- 

Resumo Diário: Novela “Os Dez Mandamentos”: 05/03/2018: Segunda-Feira


Juliana Didone (Foto: Reprodução)

CAPÍTULO 116: SEGUNDA-FEIRA: 05/03/2018
Joquebede se emociona com as palavras de Moisés. Uri recorda dos momentos com Leila e Hur. O joalheiro se recusa a acompanhar Gahiji até a Vila dos Hebreus. Bak tenta visitar os outros filhos de Meketre, mas o comerciante destrata o menino. Sem alternativa, o egípcio é obrigado a mentir para Tais. Radina confessa para Karoma que fica mexida toda vez que Moisés está por perto. Ikeni questiona Bakenmut sobre a fuga de Yunet, mas o general desconversa. Gahiji e Chibale chegam à casa de Zelofeade. Leila, Hur e Bezalel ficam felizes com a chegada dos egípcios. Nefertari pede para Ramsés introduzir Amenhotep sobre as questões relacionadas ao reino. Leila diz estar decepcionada com a atitude de Uri. Os hebreus se reúnem na casa de Joquebede. Safira se irrita ao ver Datã provocando Bina. Arão agradece a presença de todos. Moisés anuncia que o rei prometeu libertar os escravos. Todos se emocionam com a notícia. Ana e Judite tentam amolecer o coração de Apuki. Moisés manda os hebreus se prepararem para deixarem o Egito. Datã diz para Safira que desta vez acredita no libertador. Arão se anima com o futuro de seu povo. Ramsés perde a paciência e se irrita com Amenhotep. Ikeni chega e avisa que Meketre deseja falar com o faraó. Nefertari tenta reanimar as mulheres no harém do palácio. Ramsés avisa a Meketre sobre sua decisão de deixar os escravos partirem. Jairo e Apuki se assustam ao ouvirem Bakenmut dizer que os hebreus serão libertados. Joquebede e Miriã conversam enquanto arrumam as coisas para partirem. Calebe alerta Oseias sobre o ódio de Apuki. O feitor se espanta ao ver a fachada da Casa de Senet destruída. Desolado, Ahmós lamenta a destruição do prostíbulo. Gahiji diz que Uri precisa se despedir da família. O cozinheiro também afirma que está pensando em partir com os hebreus. Bezalel diz acreditar que Uri mudará de ideia. Zelofeade e Abigail fazem planos para o futuro com o bebê. Simut demonstra descrença nos deuses egípcios. Arão questiona Moisés sobre a possível mudança de ideia do faraó. O libertador avisa que outra praga virá, caso o rei se recuse a libertar os escravos. Em conversa com Paser, Nefertari diz que não concorda com a atitude do marido em deixar os hebreus partirem. O sacerdote tenta convencer a filha a aceitar, mas a rainha avisa que sempre protegerá o Egito.

CAPÍTULO 117: TERÇA-FEIRA: 06/03/2018
Paser discute com Nefertari e diz para ela não agir como a mãe Yunet, deixando-a nervosa. O sumo-sacerdote diz que sabe que a real intenção da filha em instigar Ramsés a não libertar os hebreus é atingir Moisés. Meketre diz a Tais que irá precisar pagar um servo egípcio para consertar a sala destruída pelos meteoros e se dá conta do efeito da libertação dos escravos, já que não haverá quem reconstrua o reino. Ramsés pede aos deuses ajuda para tomar a melhor decisão. Bak diz a Aoliabe que gostaria de se despedir e contar a verdade para Meryt e Hori, mas é desencorajado pelo amigo. Ana fala para Judite que elas também devem partir com os hebreus. Simut diz a Paser que já não acredita mais nos deuses egípcios e deixa Paser confuso. Nefertari tenta convencer Ramsés a voltar atrás de sua decisão de libertar os escravos. Ahmós, Apuki e Jairo se reúnem com Meketre para saber quem irá trabalhar no lugar dos escravos e dizem que irão se encontrar com os comerciantes para discutir a situação. Nadabe pede a Moisés que o ensine algumas táticas de guerra. Joquebede, Miriã, Eliseba e Inês começam a fazer os preparativos para a partida. Hur diz para Moisés que a tradição diz que os restos mortais de José do Egito devem ser levados com eles para Canaã. Oseias incentiva Bezalel e Deborah a apressar o casamento. Comerciantes e feitores vão até o palácio e pedem para falar com o faraó. Gahiji diz a Chibale que gostaria de acreditar somente no Deus dos hebreus. Ramsés diz aos comerciantes que uma das soluções para resolver o problema da escravidão é conquistar novos territórios e escravizar a população. Radina diz a Karoma que irá entregar a joia que ganhou da princesa Henutmire para Moisés presentear Zípora, já que as duas não tiveram a oportunidade de se conhecer. Nefertari tenta acalmar Ramsés que está confuso com a sua decisão de libertar os escravos e a rainha o aconselha a entrar em um acordo com Moisés. Dessa forma, os hebreus só poderiam deixar o Egito se reconstruírem tudo o que foi destruído pela praga. O faraó se anima com a ideia da esposa real. Deus fala novamente com Moisés e pede para que ele procure o faraó, deixando-o tenso. Bakenmut e Ikeni vão até a vila chamar Moisés. O libertador e Arão vão até o palácio encontrar com o faraó. A pedido de Moisés, Oseias e Calebe reúnem os hebreus para dizer que não poderão deixar o Egito naquele momento. Ramsés conversa com Moisés e diz que acha justo que, antes de partirem, os hebreus reconstruam a cidade. Moisés diz que não haverá acordo e o faraó se irrita dizendo que nesse caso, não irá libertar os hebreus. O libertador então anuncia que uma grande nuvem de gafanhotos tomará conta de todo o reino e comerão todas as árvores que crescem no campo. Ikeni vai atrás de Moisés e diz que tentará conversar com o faraó e convencê-lo, junto a Paser, a desistir da ideia de manter os hebreus no Egito. Gahiji e Chibale encontram com Moisés no corredor do palácio e perguntam ao libertador se seriam aceitos pelo Deus dos hebreus. Surpreso, Moisés diz que se abandonarem o culto a outros deuses e seguirem os ensinamentos do Senhor, serão aceitos. Paser reencontra Moisés e pede para retornar à sala do trono.

CAPÍTULO 118: QUARTA-FEIRA: 07/03/2018
Nefertari manda Gahiji jogar toda a comida trazida pelos hebreus fora. Karoma e Ikeni se sensibilizam com a atitude de Leila, Inês e Deborah. Meketre conta para Tais que Judite e Ana trouxeram alimento. Moisés se orgulha ao saber que os hebreus levaram comida para os egípcios. Ramsés fica revoltado ao descobrir que Amenhotep está comendo pão trazido pelas hebreias. Em conversa com Gahiji, Uri diz acreditar somente no que seus olhos veem. Joquebede, Miriã e Eliseba seguem nos preparativos do casamento de Deborah. Bezalel se anima com o futuro ao lado da mulher amada. Nefertari ordena que Gahiji arrume mais comida na Vila dos hebreus.  Ramsés ordena a Bakenmut que convoque os escravos para voltarem ao trabalho. Paser não gosta da atitude do rei. Moisés tem nova conversa com Deus e fica sabendo que o rei não libertará os escravos. O Senhor avisa sobre a chegada da nona praga. O libertador descobre que trevas cobrirão toda a terra do Egito. Gahiji avisa a Chibale que terão que sair do palácio para buscar comida na Vila dos hebreus. Apuki é avisado sobre a nova ordem do faraó. Uri se recusa a acompanhar Gahiji até a Vila. O oficial Asheru avisa aos escravos que todos terão que voltar ao trabalho pesado. Moisés alerta os hebreus sobre a chegada da nova praga. Datã se espanta ao ouvir de Nadabe e Abirão que o dia virará noite. Arão descobre que Moisés foi avisado por Deus sobre a chegada da nona praga. Enquanto arrumam os preparativos para o casamento de Deborah, todos na casa de Zelofeade se surpreendem com a chegada de Bezalel. Ele avisa que trevas tomará conta do Egito. Oseias decide avisar Ana sobre a praga que está chegando. Gahiji e Chibale chegam à Vila dos hebreus. Paser pede para Nefertari convencer Ramsés a liberar o povo hebreu. Apuki se irrita ao notar a ausência dos escravos no local de trabalho. Oseias chega até a casa do feitor e avisa à Ana e Judite que o dia virará noite. Em cima do telhado de uma casa, Moisés estende as mãos e trevas espessas começam a surgir no céu na direção do Egito. A cidade é tomada pela escuridão. Oficiais se desesperam ao ver a escuridão se aproximando. Bakenmut pede para o rei ir até o terraço. Gahiji e Chibale chegam à casa de Zelofeade e estranham as lamparinas acesas em plena luz do dia. Ramsés se desespera ao ver o céu tomado pela escuridão. Oseias chama Ana e Judite para o interior de sua casa.  Egípcios se apavoram com a escuridão total. Os nobres do palácio tentam acender lamparinas para evitar o breu total. Paser diz a Simut que o Deus de Moisés está provando ser mais poderoso que os deuses egípcios. Amenhotep se desespera ao notar que a iluminação se apaga por onde ele passa. Enquanto o céu é coberto pelas trevas, Apuki encontra com Jairo no local da fabricação de tijolos e eles fogem temerosos. Arão avisa aos outros hebreus sobre a nona praga invocada por Moisés. Nefertari tenta acalmar Amenhotep. Enquanto observa o nevoeiro negro se aproximando, Ramsés sente medo ao sumir na escuridão.  Moisés sobe no terraço e avista o Egito tomado pela escuridão.

CAPÍTULO 119: QUINTA-FEIRA: 08/03/2018
Ramsés se desespera ao ver a sala do trono às escuras. Bakenmut avisa que tentou acender as chamas, mas elas se apagam em seguida, deixando o rei irritado. Amenhotep entra em pânico vendo tudo escuro e Nefertari, mesmo apavorada, tenta acalmá-lo. Karoma pede que as mulheres do harém mantenham a calma. Apesar do medo, Ikeni caminha pelo corredor se escorando nas pilastras. Gahiji e Chibale ficam impressionados pelo dia ter virado noite. Leila, Abigail e Deborah aceitam doar pães para alimentar os nobres. Sozinho e com luz no quarto, Uri se preocupa com a nova praga. Judite e Ana buscam abrigo na casa de Joquebede. Arão imagina a aflição dos egípcios por não terem luz e estarem sem a proteção do deus sol. Uri ilumina o caminho com a tocha e ajuda Ikeni a encontrar Karoma com Pepy. Gahiji e Chibale decidem ficar na casa de Leila até o fim da praga. Único morador do palácio com acesso a luz, Uri decide se colocar a disposição de Ramsés. O rei pede o joalheiro o ajude a encontrar Nefertari e Amenhotep. Hur comemora que Gahiji e Chibale irão participar do casamento de Bezalel e Deborah. Bezalel conta que fará de tudo para fazer Deborah ser a mulher mais feliz do mundo. Aflita, Ana teme que Apuki nunca confie na força do Deus hebreu. Bezalel recebe ajuda de Zelofeade, Aoliabe e Bak para arrumar a decoração da vila. Abigail ajeita o vestido de Deborah, enquanto Joquebede arruma os cabelos da noiva. Leila, Gahiji, Chibale, Safira e Bina preparam as comidas do casamento. Nefertari avisa Ramsés que Gahiji foi à vila buscar pães, mas ainda não voltou. Bezalel cria uma linda joia para Deborah com a ajuda de Hur. Três dias se passam após o início da praga. Zelofeade e Aoliabe recebem os convidados. Ramsés ordena que Uri traga Moisés até o palácio. Pronta para a cerimônia, Deborah é elogiada por Abigail, Joquebede e Leila. Nervoso, Bezalel estranha demora da noiva. Deborah aparece e Moisés oficializa a união entre o casal. Emocionado, Uri chega à vila e acompanha o casamento sem ser visto.

CAPÍTULO 120: SEXTA-FEIRA: 09/03/2018
Moisés abençoa a união de Deborah e Bezalel. O noivo presenteia sua amada com a joia feita por ele. Uri se emociona ao se encontrar com o filho. Amenhotep pede para Nefertari e Ramsés pararem de discutir. Ikeni tenta acalmar Pepy. Simut e Paser conversam em meio à escuridão. Uri avisa a Moisés sobre o chamado do faraó. Tais e Meketre se desesperam ao ver os filhos debilitados. Apuki diz que quando a praga acabar mudará de vida. Hur pede para Uri abandonar o palácio. Moisés avisa a todos na cerimônia que irá se encontrar novamente com o rei. Bezalel anuncia o fim da festa. Datã diz que Moisés estragou tudo e é reprimido por Safira. Ao deixar o local do casamento, Gahiji leva alguns pães para os nobres do palácio. Uri se despede dos recém-casados. Oseias se propõe a ajudar Apuki, mas Miriã alerta que pode ser pior. Arão e os filhos ficam ansiosos com o encontro de Moisés com Ramsés. Gahiji  entrega os pães dos hebreus para Nefertari e Amenhotep. Uri avisa a Ramsés que Moisés o aguarda na sala do trono. Bezalel e Deborah aproveitam a primeira noite do casal após o casamento. Ramsés propõe que Moisés parta com seu povo, mas deixe os rebanhos e o gado. O libertador se recusa a aceitar a proposta do faraó. Gahiji e Chibale se espantam com o ódio de Nefertari por Moisés. Ramsés se irrita e diz que os escravos não serão libertados. Moisés lamenta a atitude do soberano egípcio. Nefertari se enche de felicidade ao ver novamente a luz do dia. Com a ajuda de Uri, os egípcios Gahiji e Chibale se dividem para distribuírem pães para as pessoas do palácio. Apuki e Jairo admiram a luz do dia. Antes de deixar o palácio, Moisés encontra com Paser. Ele pergunta ao sacerdote sobre o paradeiro dos restos mortais de José do Egito. Deborah e Bezalel trocam juras de amor. Paser tenta convencer Ramsés de libertar os escravos, mas o faraó não cede. Meketre e Tais se desesperam ao ver os filhos com fome. Gahiji e Chibale se lembram dos momentos ao lado dos hebreus. Ramsés se declara para Nefertari. Judite e Ana agradecem a ajuda e se despedem de Calebe, Oseias, Miriã e Joquebede. Moisés chega às margens do Nilo e chora arrasado. Arão se mostra preocupado com o irmão. Deus avisa a Moisés sobre a chegada da última praga.

bookmark icon