- 

Exclusivo: Fábio Villa Verde troca “Apocalipse” pela novela “Orgulho e Paixão”


Fábio Villa Verde (Foto: Reprodução)

A príncípio cotado para viver Felipe Santero em “Apocalipse” (de Vívian de Oliveira), Fábio Villa Verde optou por fazer a próxima novela das 18h da Rede Globo, “Orgulho e Paixão”, que vai substituir “Tempo de Amar” (de Alcides Nogueira e Bia Corrêa do Lago) a partir do dia 27 de março.

Ambientada entre os anos de 1910 e 1920, na cidade de Vale do Café, localizada no interior do estado de São Paulo, a história conta a saga das irmãs Benedito, Cecília (Ana Júlia Dorigon), Elizabeta (Nathalia Dill), Jane (Pâmela Tomé), Lídia (Bruna Griphão) e Mariana (Chandelly Braz), que sonham em se casar.

Elizabeta é prometida em casamento para Darcy (Thiago Lacerda), porém, seu feminismo e sua maturidade fazem seu pretendente penar para conquistá-la. Cecília, por sua vez, se apaixona por Rômulo (Marcos Pitombo), porém, sofre quando descobre que seu pai, Almirante Tibúrcio (Oscar Magrini), aprova o casamento pensando que ela é rica. Jane e Mariana formam par romântico com Camilo (Maurício Destri) e Brandão (Malvino Salvador), ao passo que Lídia disputa a atenção dos pais.

O elenco completo da novela “Orgulho e Paixão” é formado pelos atores Agatha Moreira, Alessandra Negrini, Ana Júlia Dorigon, Ary Fontoura, Bruna Griphão, Bruno Gissoni, Chandelly Braz, Diogo Picchi, Fábio Villa Verde, Gabriela Duarte, Giordano Becheleni, Grace Gianoukas, Jairo Mattos, Joaquim Lopes, JP Rufino, Juliano Laham, Letícia Persiles, Malvino Salvador, Marcelo Faria, Marcos Pitombo, Maurício Destri, Miguel Rômulo, Murilo Rosa, Nathalia Dill, Pâmela Tomé, Oscar Magrini, Pedro Henrique Muller, Polly Marinho, Ricardo Tozzi, Rodrigo Simas, Rômulo Arantes Neto, Rosane Gofman, Silvio Guindane, Tammy di Calafiori, Tato Gabus Mendes, Tony Correia e Vera Holtz.

Escrita por Marcos Bernstein, com a colaboração de Giovana Moraes, Juliana Peres e Victor Atherino, a produção conta com direção artística de Alexandre Klemperer, Allan Fiterman, Bia Coelho, Hugo de Sousa e Fred Mayrink.

bookmark icon