- 

Mariana Lima substitui Paolla Oliveira na websérie “Assédio”


Mariana Lima (Foto: Reprodução)

Intérprete de Natália em “Os Dias Eram Assim” (de Ângela Chaves e Alessandra Poggi) e Laura em “Cidade Proibida” (de Mauro Wilson), Mariana Lima foi convidada para substituir Paolla Oliveira – que quer descansar sua imagem após viver Jeiza em “A Força do Querer” (de Glória Perez) – na websérie “Assédio”.

Na história, que entra no ar a partir de julho do ano que vem em uma nova plataforma de vídeo por streaming formada por uma fusão entre o Globo Play e o Globosat Play, sua personagem se chama Carolina e é uma versão ficcional da Procuradora da República Larissa Sacco.

A personagem é tão obcecada por seu marido – que se trata do médico especialista em fertilização in vitro Roger Sadala (Antonio Calloni) – que resolve ajudá-lo a fugir do Brasil para o Paraguai quando descobre que ele é acusado pela polícia brasileira de estuprar pacientes através do uso de sedativos hospitalares.

Graças aos esforços da Interpol – Organização Internacional de Polícia Criminal, Roger Sadala é capturado em Assunção (Paraguai) e deportado para Foz do Iguaçu (Brasil), ao passo que Carolina consegue desaparecer no mundo para não ser condenada como cúmplice por todos os seus crimes sórdidos, que geram polêmica na opinião pública.

O elenco completo da websérie “Assédio” é formado pelos atores Adriana Esteves, Antonio Calloni, Bárbara Paz, Elisa Volpatto, Felipe Camargo, Fernanda D’Umbra, Gabriel Godoy, Gilda Nomacce, Hermila Guedes, Jéssica Ellen, João Miguel, Mariana Lima, Monica Iozzi, Nelson Baskerville, Paula Possani, Pedro Necessian, Sabrina Greve, Silvia Lourenço, Susana Ribeiro e Vera Fischer.

Escrita por Maria Camargo, com a colaboração de Bianca Ramoneda, Fernando Rebelo e Pedro de Barros, a adaptação do livro de jornalismo literário “A Clínica – A Farsa E Os Crimes de Roger Abdelmassih” conta com direção geral e direção artística de Amora Mautner, Guto Arruda Botelho e Joana Jabace.

bookmark icon