Camila Queiroz será cúmplice de Jesuíta Barbosa na novela “Verão 90 Graus”

Camila Queiroz (Foto: Reprodução)

Camila Queiroz vai interpretar uma alpinista social, que atende pelo nome de Vanessa Dias, na novela “Verão 90 Graus”, que estreia em julho na Rede Globo, na sequência de “Pega Pega” (de Cláudia Souto) e “Deus Salve O Rei” (de Daniel Adjafre). A personagem é a primeira vilã da sua carreira.

Na história, Vanessa Dias é cúmplice e namorada de Jerônimo Guerreiro (Jesuíta Barbosa), rapaz humilde que fica inconformado com o término da sua banda de pop infantil e rouba uma pousada em Palhoça (Santa Catarina), com o intuito de seguir carreira como ator no Rio de Janeiro (Rio de Janeiro).

Após a mudança de Jerônimo para o Rio de Janeiro, a trama ganha uma passagem de tempo, que salta de 1980 para 1990, em um momento de grave crise financeira no país, quando o até então presidente Fernando Collor de Mello começa a confiscar as cadernetas de poupança da população (Plano Collor).

Jerônimo se aproxima do playboy milionário Joaquim (Nicolas Prattes) para conseguir uma indicação para trabalhar dentro da sua emissora de televisão, onde reencontra a vocalista da sua antiga banda de pop infantil, a desatalentada Manuela Renata Andrade (Isabelle Drummond), que é filha de uma musa da pornochanchada, Lidiane (Cláudia Raia).

O elenco da novela “Verão 90 Graus” é formado até o momento pelos atores Alexandre Borges, Camila Queiroz, Christiane Torloni, Cláudia Raia, Dira Paes, Isabella Santoni, Isabelle Drummond, Jesuíta Barbosa, Klebber Toledo, Luiz Henrique Nogueira, Luma Costa, Monica Iozzi, Nicolas Prattes, Rafael Vitti e Vanessa Giácomo.

Escrita por Izabel de Oliveira e Paula Amaral, com a colaboração de Daisy Chaves e Isabel Muniz, a produção conta com a direção geral de Ana Paula Guimarães, Diego Morais, Jorge Fernando e Marcelo Zambelli, além da direção artística de Jorge Fernando. Os workshops começam em fevereiro, ao passo que as gravações começam em março.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.