Resumo Diário: Novela “Ribeirão do Tempo”: 16/11/2017: Quinta-Feira

Bianca Rinaldi (Foto: Divulgação)

CAPÍTULO 183: QUINTA-FEIRA: 16/11/2017
Nicolau diz a Lincon que o jornal apoiará a decisão de Querêncio. Ele tenta retrucar, mas o senador diz que não adianta discutir, irá apoiar. Iara diz a Joca, que precisa de sua ajuda urgente. Ela explica a situação para o detetive, que está disposto a ajudar. Marisa diz a Querêncio que não apóia a Lei Úmida. Ele tenta justificar em vão. Querêncio levanta-se num rompante dizendo que tem que tomar sérias medidas. Marisa quer saber o que é, mas o pintor diz que não pode falar e que precisa fazer um desenho urgente. Tito tenta achar uma solução para o caso de Iara e é interrompido por sua mãe. Ele pede para que ele a deixe, pois precisa resolver um caso muito sério. Ela curiosa tenta saber o que é, mas Tito não conta. Ela fica alarmada, achando que seu filho não está bem. Iara vai tirar satisfações com Virgílio, que finge não ter nada a ver com o acidente dela. Ela finge que acredita e diz que não suspeita dele. Ele fica contente por achar que não é suspeito pelo acidente. Flores diz a Nicolau e Karina que o presidente não deixará de ir a festa de 250 anos de Ribeirão do Tempo. Nicolau pergunta sobre o plano de matar o presidente e Flores diz que já tem um plano. O professor diz a Karina que precisará de sua ajuda e ela fica animada e eles brindam. Sancha, Léia e Joca conversam sobre a Lei Úmida. Quando Joca vai embora, Léia diz a Sancha que acha que seu filho não está bem das idéias. Joca vai a delegacia falar com Ajuricaba. Ele mostra as fotos para O delegado e para Marta e afirma que as pessoas da foto estão envolvidas com a queda do avião da pousada. Ajuricaba fica irritado e manda prender Joca. Tito diz a Newton e Mateus que Iara não saltará por um tempo e todos brincando a sacaneiam. Marta enfrenta Ajuricaba e diz que o caso de Joca tem que ser investigado. Ela mostra Ferrolho ao delegado e explica quem é. Ajuricaba fica sem ação diante das explicações de Marta. Ela garante ao detetive que o caso será investigago e o delegado fica espumando de ódio. Nicolau comunica a Beatriz e Larissa que Karina irá morar na fazenda. Elas não gostam da notícia. Nicolau encontra Dália, diz que a levará na fonte e pede para que ela a encontre no mesmo local onde se encontraram da outra vez. Eles se encontram e o senador a leva pela floresta. Nicolau conta uma história para Dália e mostra uma jóia a menina. Ele diz que se ela provar ser uma boa menina ganhará o presente. Ele complementa que ela tem que se mostrar para ele e a segura pelo braço. Ela pede para que ele a deixe ir embora, mas ele diz que só depois que ele a transformar em princesa. Joca liga para Iara e conta que já fez a denúncia. Joca vai até a empresa procurar por Arminda. Marta e Ajuricaba conversam a respeito das fotos. Ele pede para que Marta envie um convite para o senador comparecer a delegacia. Ela diz que ele não irá até lá e que o delegado tem que ir até o senador. Joca conta a Arminda que deixou as fotos na delegacia. Ela fica apavorada e ele conta que a cliente misteriosa era Iara. Ele diz que se o jornal não fosse controlado pelo senador denunciaria também por lá e Arminda o incentiva a falar com Lincon. Beatriz está conversando com o jardineiro e Dália passa toda tremula e amarrotada. Ela pede para que a menina se aproxime e pergunta o que aconteceu. Ela tenta desconversar, mas ao ser questionada se estava com o senador, ela fica assustada e sai correndo. Beatriz fica pensativa querendo saber o que aconteceu com Dália. Ela conta a Larissa sobre o que presenciou e as duas desconfiam de Nicolau. Chico conta a Nicolau que viu sua mãe e Dália conversando, que não gosta muito da notícia. Ari, revoltado, conversa com Jumento sobre a nova lei de Querêncio. O prefeito manda fazer a roupa de seu quadro. Ele conta a Sancha a nova ideia que teve. Filomena e Mateus conversam. Tito para e não gosta do que vê.

CAPÍTULO 184: SEXTA-FEIRA: 17/11/2017
Beatriz vai ao quarto de Nicolau conversar sobre Dália e ele fica furioso. Dália diz a sua mãe que não está se sentindo bem, que fala para filha descansar um pouco. Beatriz quer saber se Nicolau abusou de Dália, que fica irritado com a acusação e a manda sair do quarto. Ela diz que não terminou a conversa, mas ele a pega pelo braço e diz que se ela não sair por bem sairá por mal. Mateus e Filomena continuam conversando. Tito segurando o ciúme se aproxima dos dois e participa da conversa. Ele aproveita e convida Filó para descer o rio, que recusa. Ele então desiste e deixa os dois conversando. Mateus convida Filó para um banho de piscina. Tito conversa com Newton sobre Mateus e Filomena. Querêncio mostra a Sancha os desenhos do novo monumento que ele quer inaugurar no dia da visita do presidente. Ela diz ao prefeito que uma forca não irá pegar muito bem e ele a tranqüiliza. Vera visita Marisa. Marisa conta a Vera que sente falta da boate. Ela tenta animar à amiga. Beatriz conta o problema com Dália para Larissa. Ajuricaba vai à casa do senador para fazer uma visita e as duas ficam apreensivas. O delegado mostra as fotos para Nicolau que leva um baque quando as vê. Joca liga para Newton e pede para que eles se encontrem. Ele completa que suas investigações estão avançando e Newton agradece a ajuda. Nicolau se recupera do susto e pede explicações para o delegado. Ajuricaba explica a acusação e é intimidado por Nicolau. Arminda está de saída e avisa que não irá jantar em casa. Diana curiosa tenta saber aonde a Tia vai, sem sucesso. Arminda se encontra com Joca as escondidas. Eles vão a casa de Lincon e Patrícia, que estranham a visita. Marisa e Diana estão conversando. A menina pede para que Marisa a leve a boate, que nega, alegando que lá não é lugar para ela. Ela pergunta por que era para ela, Marisa hesita em responder e é salva pela chegada de Querêncio, todo sério. Marisa pergunta sobre como vão as coisas na prefeitura e se os dois poderão conversar. O prefeito diz que as coisas vão caminhando e que só poderão conversar mais tarde. Sancha e Romeu conversam a respeito de Querêncio. Ela conta a ele sobre o novo monumento que o prefeito deseja fazer. Joca e Arminda mostram as fotos para Lincon e Patrícia, que ficam chocados ao saber que o senador tem a ver com a queda do avião e a morte do piloto. Nicolau conta a Nasinho que as fotos foram parar na polícia e que o delegado foi até a sua casa pedir explicações. Ele diz que tem que bolar uma história consistente para explicar a existência das fotos. Nasinho fica apavorado. Lincon explica que não tem mais autonomia para fazer uma denúncia dessas no jornal, pois o acusado é seu sócio. Arminda e Joca tentam convencê-lo que o povo de Ribeirão precisa saber. E sua esposa concorda com os dois. Ajuricaba e Marta tentam achar soluções para o caso que Joca apresentou. Tito tenta descobrir sobre o dia de Filomena. Ela diz que ficou na piscina com Mateus. Ele fica com ciúmes, mas se controla e pede para ter uma conversa sobre os dois. Ela pede para que ele espere um pouco e ele fica tenso. Mateus bebe no bar e Iara pergunta por que ele ainda não foi dormir. Ele alega que está com insônia por causa de Filomena. Tito pergunta para Filó se ela tem alguma coisa com Mateus. Ela diz que ainda não, que eles são só amigos e que ele não precisa se preocupar, pois o casamento é só de fachada. Ele tenta não se contradizer e tenta contornar a situação. Nicolau e Karina falam a Célia e Bruno que ela irá morar na fazenda com ele. Eles ficam recuados no inicio, mas depois de Nicolau dizer que precisa de ajuda com a mãe, eles acabam concordando. Sereno procura Marta na delegacia, para entregar-lhe um livro. Ele pede para dormir com Marta que fica assustada com o pedido. Nicolau e Karina vão a casa de Flores. A mãe de Dália diz a Beatriz e Larissa que a filha está doente e as duas se olham preocupadas. Nicolau explica sua situação a flores que o acalma dizendo que depois da visita do presidente tudo irá mudar.