Resumo Semanal: Novela “Ribeirão do Tempo”: 13/11/2017 a 17/11/2017

Bianca Rinaldi (Foto: Divulgação)

CAPÍTULO 180: SEGUNDA-FEIRA: 13/11/2017
Querêncio não entende como caiu diante do representante da Presidência. Sancha o avisa que foi por causa da cachaça e o adverte a largar a bebida, pois é o prefeito da cidade. O prefeito fica indignado e custa a acreditar. Filomena diz a Tito que vai voltar a morar na pousada, ele alegre tenta beijá-la. Ela o corta, diz que não é como ele está pensando e ele fica sem entender. Mateus conta a Newton que ficou triste em ver Filó e Tito juntos de novo. Filomena explica a Tito que só ficará na pousada para transformá-la num empreendimento de sucesso. Ele tenta explicar que não é mais os negócios que estão em jogo, mas ela está decidida. O paraquedista fica surpreso com a reação de sua esposa. Ari recebe as fotos de Querêncio bêbado no chão. Jumento mostra ao delegado as fotos que recebeu. E Ajuricaba o incentiva a mostrá-la em seu programa. Iara, Newton, Mateus e Tito voltam dos saltos e encontram com Filomena. Tito pergunta a Filó aonde ela vai. Ela diz a Tito que vai ao solar e ele se oferece para levá-la. Ela recusa e pede para que Mateus a leve. Tito não gosta da idéia. Mateus pergunta a Filomena sobre a sua volta à pousada. Ela explica que só voltou como amiga e Mateus fica entusiasmado com a notícia. Filomena conta a Diana que está voltando para pousada. Arminda conversa com Filomena a respeito de sua volta para pousada. Filó explica o motivo de estar voltando e a pergunta sobre sua história com Joca. Arminda fica incomodada com o assunto, mas diz que voltará para Europa de qualquer maneira. Ari se prepara junto com Marta e Ajuricaba para começar mais um programa. Jumento mostra em seu programa a foto que recebeu anonimamente. Querêncio fica indignado com que vê e ameaça acabar com Ari. Bruno, Teixeira e Célia tentam acalmá-lo. Marisa observa a cena, calada. Todos comentam sobre o mico de Querêncio na prefeitura. Marisa fica irritada e tenta aconselhar o marido. Querêncio diz que o povo não vai se deixar levar pelo Jumento, mas Célia diz que é exatamente do povo que ela tem medo. Tito pergunta sobre Filomena e Mateus, mas ninguém tem notícias dos dois. Mateus investe mais uma vez em Filomena, que pede para que ele não seja apressado. Filó pede para que eles sejam bons amigos e ele concorda. Marisa pede para Querêncio parar de beber e ele fica angustiado com o pedido. Tito pergunta a Filomena porque ela demorou. Ela conta que foi tomar um sorvete com Mateus e ele fica com ciúmes. Guilherme conta a Newton e Carmem que sonhou que o assassino de seu pai tinha sido preso. Newton dá força a ele e diz que tem que focar na recuperação de sua mãe. Iara conversa com Virgílio sobre o plano de extorsão. Tito chama Iara, que deixa o paraquedas aberto. Virgílio percebe que é sua chance de por seu plano em ação. Mateus convida Filomena para saltar de paraquedas. Newton, Guilherme, Carmem e Patrícia recebem a notícia que Ellen saiu do coma e Guilherme vai vê-la.

CAPÍTULO 181: TERÇA-FEIRA: 14/11/2017
Mateus tenta convencer Filomena a saltar, mas ela está insegura. Tito chega e não gosta de ver a intimidade entre os dois. Filomena aceita saltar, Mateus se anima e Tito fica com ciúmes. Virgílio troca as linhas do paraquedas de Iara, sem que ninguém perceba. Elza conta a Arminda que saiu Querêncio de uma maneira bem estranha. Querêncio diz a Virgínia que muita coisa irá mudar na cidade. Newton fica emocionado com a recuperação de Ellen. Guilherme conta a ele que sua mãe está muito bem e pede para que entre para vê-la. Newton explica o acidente para Ellen e se beijam. Iara arruma o paraquedas sem saber que ele foi sabotado. Iara manda Virgílio ligar para o senador para cobrar uma resposta. Ele diz para ela não se preocupar e a incentiva a ir saltar de paraquedas. Tito conta a Iara que Filomena irá saltar e ela fica animada com a notícia. Querêncio conta a Sancha, Célia e Bill que somente irá beber uma vez na semana e que vai criar uma lei regulando o consumo da cachaça. A Lei Úmida diz que ninguém pode beber durante seis dias da semana e que no sétimo, todos são obrigados a beber. Célia e Sancha ficam chocadas com a nova lei mas Querêncio diz que não está brincando. Ele pede que Virgínia entre em contato com Rebelo para anunciar a nova lei na tevê. Sancha e Célia o aconselham a pensar bem antes de anunciar a lei. Filomena, Iara e Mateus conversam sobre manutenção de paraquedas. Iara tranqüiliza Filó sobre a segurança do equipamento. Virgílio olha apreensivo o avião decolar, e torce que Iara morra logo. Virgílio liga para Nasinho e conta que, a qualquer momento, Iara vai saltar com um paraquedas sabotado. Nasinho diz que ele só deveria dizer isso quando Iara estivesse morta e que, caso ela sobreviva, quem morrerá será ele. Virgílio espera ansiosamente a queda de Iara. Iara, Tito e o aluno saltam do avião. Tito e o aluno abrem seus paraquedas. Iara abre o seu, que começa a girar alucinadamente. Tito assiste apavorado. Filomena e Mateus, do avião, vêem Iara rodopiando e ficam alarmados. Tito fala pelo rádio com Mateus que acha que Iara desmaiou e não tem como ajudar. Filomena decide saltar para tentar salvá-la. Mateus a aconselha a não fazer isso, mas ela está decidida. Filomena salta e posiciona o seu corpo para pegar mais velocidade. Ela a alcança, solta o paraquedas defeituoso e aciona o reserva de Iara. Mateus e Tito vibram com a façanha de Filó. Mateus liga para ambulância e pede o resgate. Todos pousam seguros e Tito corre até Iara, que ainda está desmaiada. Ela acorda um pouco confusa e Filomena começa a chorar de alegria. Célia vai a empresa contar a Bruno e Teixeira a mais nova invenção de Querêncio. Sancha vai ao bar e conta a Romeu e Alfredo sobre a Lei Úmida. Diana pede ajuda a Joca para não deixar Arminda ir para Europa. Elza diz a Arminda que Diana não foi à escola e ela pede que a empregada se acalme porque já sabe onde a menina está. Arminda vai ate à casa de Joca, mas ele não está. Léia pede para que as duas tenham uma conversa e a puxa para dentro de sua casa pelo braço.

CAPÍTULO 182: QUARTA-FEIRA: 15/11/2017
Diana vai ao solar com Joca. Elza conta a Diana que Arminda ficou furiosa quando soube que ela matou aula. Ela diz que estava com Joca. Arminda tenta sair da casa de Joca, mas Léia a impede e Arminda decide ouvir o que Léia tem a dizer. Ela pede que Arminda deixe seu filho em paz e alega que ele está perdendo a sanidade por sua culpa. Arminda diz que não é culpada de nada e que Joca está muito lúcido. Léia então fala para ela ir embora para Europa. Arminda diz que sua ida de Ribeirão é só uma questão de tempo e pede que ela deixe-a sair porque tem mais o que fazer. Marisa conta a Joca e Diana que sente falta de dançar. Arminda chega e dá uma bronca em Diana e Joca. Marisa dança em frente ao espelho, para, e lembra o dia seu casamento com um ar de melancolia. Diz a si mesma que realizou os dois maiores sonhos da vida de uma mulher, casar e ser rica, mas se pergunta se era isso mesmo o que queria. Elza diz a Diana que Arminda e Joca estão brigando por causa dela. Diana diz que eles sempre se entendem e porque Joca é o amor da vida de Arminda. Arminda diz a Joca que ele não pode ajudar Diana a descumprir suas ordens. Ele diz que Diana foi até ele porque está desesperada com a possibilidade de ir para Europa. Arminda afirma que é o melhor que faz para a menina. Ele a acusa de querer deixar Diana infeliz como ela própria e a puxa para perto de si. Ela se desvencilha e dize que não quer que ninguém os veja junto. Ele diz que não a deixará ir embora. Perturbada, ela muda o assunto e conta sobre sua conversa com Léia. Joca diz que Flores está pondo ideias na cabeça de sua mãe. Arminda vai replicar, mas Querêncio aparece sóbrio e ela nota a diferença da atitude e pergunta se aconteceu alguma coisa. Ele diz que a cidade inteira saberá e pede para que vejam a TV à noite. Querêncio pede ajuda a Marisa para escolher uma roupa para um pronunciamento na televisão, que fica sem entender. Querêncio diz que logo ela entenderá. Explica que tem a ver com os seus conselhos e que não bebe desde a noite anterior. Marisa fica feliz e pede um beijo. Arminda manda Joca ir embora, ele insiste em ficar, mas ela ameaça chamar os seguranças. Ele a agarra e beija. Elza vê e sai apressada. Arminda nota que ela estava ali e dá uma bronca em Joca, que vai embora dizendo que o amor deles é maior que tudo. Virgílio vê que Nasinho está ligando em seu celular e não atende. Ele explica a Clorís o ato heróico de Filomena, tentando disfarçar a irritação. Newton avisa que já estão trazendo Iara do médico sem nenhum arranhão. Iara acalma Clorís e diz que está bem. Tito diz que ainda não entendeu como o paraquedas deu problema. Ela diz que não sabe explicar e encara Virgílio que desvia o olhar. Querêncio se prepara para fazer seu pronunciamento. Célia tenta fazê-lo mudar de ideia, mas ele está decidido. Ari, Ajuricaba, Marta, Virgínia, André e Sônia sentam para ver o pronunciamento do prefeito. Ari acha que Querêncio vai rebater sua denúncia. Ele explica a Lei Úmida na televisão. Joca e Alfredo ficam chocados com a notícia. Sereno dá em cima de Fátima, que leva na brincadeira e o provoca. Eles escutam a gargalhadas de Flores e Sereno vai até ele para ver o que está acontecendo. Ele conta sobre a nova lei para sereno, que pergunta se isso é bom. Flores diz que sim, e os dois começam a rir. Nasinho furioso, pergunta a Virgílio se Iara morreu. Ele receoso conta sobre o ato heróico de Filomena. Iara visita Ellen no hospital. Elas conversam com Newton sobre a queda de Iara e os se abraçam emocionados. Nicolau convida Dália para irem à fonte e ela diz que sim. Beatriz vai falar com Nicolau e nota um clima entre eles e dália se afasta. O senador reclama com sua mãe para não entrar sem bater e ela tenta saber por que ele precisa de intimidade com a menina. Iara liga anonimamente para Joca e os dois marcam um encontro. Nasinho conta a Nicolau que Iara continua viva e ele fica irritado. Beatriz tenta descobrir com Dália sobre os dois conversavam e ela mente. Ela conta a Larissa o que viu e fica preocupada. Nicolau manda Nasinho dar um jeito em Iara e Virgílio, porque ele está de saco cheio. Joca encontra Iara e ficar chocado ao saber que ela é a mulher misteriosa. Iara pergunta se joca está disposto a encarar e ele diz que sim.

CAPÍTULO 183: QUINTA-FEIRA: 16/11/2017
Nicolau diz a Lincon que o jornal apoiará a decisão de Querêncio. Ele tenta retrucar, mas o senador diz que não adianta discutir, irá apoiar. Iara diz a Joca, que precisa de sua ajuda urgente. Ela explica a situação para o detetive, que está disposto a ajudar. Marisa diz a Querêncio que não apóia a Lei Úmida. Ele tenta justificar em vão. Querêncio levanta-se num rompante dizendo que tem que tomar sérias medidas. Marisa quer saber o que é, mas o pintor diz que não pode falar e que precisa fazer um desenho urgente. Tito tenta achar uma solução para o caso de Iara e é interrompido por sua mãe. Ele pede para que ele a deixe, pois precisa resolver um caso muito sério. Ela curiosa tenta saber o que é, mas Tito não conta. Ela fica alarmada, achando que seu filho não está bem. Iara vai tirar satisfações com Virgílio, que finge não ter nada a ver com o acidente dela. Ela finge que acredita e diz que não suspeita dele. Ele fica contente por achar que não é suspeito pelo acidente. Flores diz a Nicolau e Karina que o presidente não deixará de ir a festa de 250 anos de Ribeirão do Tempo. Nicolau pergunta sobre o plano de matar o presidente e Flores diz que já tem um plano. O professor diz a Karina que precisará de sua ajuda e ela fica animada e eles brindam. Sancha, Léia e Joca conversam sobre a Lei Úmida. Quando Joca vai embora, Léia diz a Sancha que acha que seu filho não está bem das idéias. Joca vai a delegacia falar com Ajuricaba. Ele mostra as fotos para O delegado e para Marta e afirma que as pessoas da foto estão envolvidas com a queda do avião da pousada. Ajuricaba fica irritado e manda prender Joca. Tito diz a Newton e Mateus que Iara não saltará por um tempo e todos brincando a sacaneiam. Marta enfrenta Ajuricaba e diz que o caso de Joca tem que ser investigado. Ela mostra Ferrolho ao delegado e explica quem é. Ajuricaba fica sem ação diante das explicações de Marta. Ela garante ao detetive que o caso será investigago e o delegado fica espumando de ódio. Nicolau comunica a Beatriz e Larissa que Karina irá morar na fazenda. Elas não gostam da notícia. Nicolau encontra Dália, diz que a levará na fonte e pede para que ela a encontre no mesmo local onde se encontraram da outra vez. Eles se encontram e o senador a leva pela floresta. Nicolau conta uma história para Dália e mostra uma jóia a menina. Ele diz que se ela provar ser uma boa menina ganhará o presente. Ele complementa que ela tem que se mostrar para ele e a segura pelo braço. Ela pede para que ele a deixe ir embora, mas ele diz que só depois que ele a transformar em princesa. Joca liga para Iara e conta que já fez a denúncia. Joca vai até a empresa procurar por Arminda. Marta e Ajuricaba conversam a respeito das fotos. Ele pede para que Marta envie um convite para o senador comparecer a delegacia. Ela diz que ele não irá até lá e que o delegado tem que ir até o senador. Joca conta a Arminda que deixou as fotos na delegacia. Ela fica apavorada e ele conta que a cliente misteriosa era Iara. Ele diz que se o jornal não fosse controlado pelo senador denunciaria também por lá e Arminda o incentiva a falar com Lincon. Beatriz está conversando com o jardineiro e Dália passa toda tremula e amarrotada. Ela pede para que a menina se aproxime e pergunta o que aconteceu. Ela tenta desconversar, mas ao ser questionada se estava com o senador, ela fica assustada e sai correndo. Beatriz fica pensativa querendo saber o que aconteceu com Dália. Ela conta a Larissa sobre o que presenciou e as duas desconfiam de Nicolau. Chico conta a Nicolau que viu sua mãe e Dália conversando, que não gosta muito da notícia. Ari, revoltado, conversa com Jumento sobre a nova lei de Querêncio. O prefeito manda fazer a roupa de seu quadro. Ele conta a Sancha a nova ideia que teve. Filomena e Mateus conversam. Tito para e não gosta do que vê.

CAPÍTULO 184: SEXTA-FEIRA: 17/11/2017
Beatriz vai ao quarto de Nicolau conversar sobre Dália e ele fica furioso. Dália diz a sua mãe que não está se sentindo bem, que fala para filha descansar um pouco. Beatriz quer saber se Nicolau abusou de Dália, que fica irritado com a acusação e a manda sair do quarto. Ela diz que não terminou a conversa, mas ele a pega pelo braço e diz que se ela não sair por bem sairá por mal. Mateus e Filomena continuam conversando. Tito segurando o ciúme se aproxima dos dois e participa da conversa. Ele aproveita e convida Filó para descer o rio, que recusa. Ele então desiste e deixa os dois conversando. Mateus convida Filó para um banho de piscina. Tito conversa com Newton sobre Mateus e Filomena. Querêncio mostra a Sancha os desenhos do novo monumento que ele quer inaugurar no dia da visita do presidente. Ela diz ao prefeito que uma forca não irá pegar muito bem e ele a tranqüiliza. Vera visita Marisa. Marisa conta a Vera que sente falta da boate. Ela tenta animar à amiga. Beatriz conta o problema com Dália para Larissa. Ajuricaba vai à casa do senador para fazer uma visita e as duas ficam apreensivas. O delegado mostra as fotos para Nicolau que leva um baque quando as vê. Joca liga para Newton e pede para que eles se encontrem. Ele completa que suas investigações estão avançando e Newton agradece a ajuda. Nicolau se recupera do susto e pede explicações para o delegado. Ajuricaba explica a acusação e é intimidado por Nicolau. Arminda está de saída e avisa que não irá jantar em casa. Diana curiosa tenta saber aonde a Tia vai, sem sucesso. Arminda se encontra com Joca as escondidas. Eles vão a casa de Lincon e Patrícia, que estranham a visita. Marisa e Diana estão conversando. A menina pede para que Marisa a leve a boate, que nega, alegando que lá não é lugar para ela. Ela pergunta por que era para ela, Marisa hesita em responder e é salva pela chegada de Querêncio, todo sério. Marisa pergunta sobre como vão as coisas na prefeitura e se os dois poderão conversar. O prefeito diz que as coisas vão caminhando e que só poderão conversar mais tarde. Sancha e Romeu conversam a respeito de Querêncio. Ela conta a ele sobre o novo monumento que o prefeito deseja fazer. Joca e Arminda mostram as fotos para Lincon e Patrícia, que ficam chocados ao saber que o senador tem a ver com a queda do avião e a morte do piloto. Nicolau conta a Nasinho que as fotos foram parar na polícia e que o delegado foi até a sua casa pedir explicações. Ele diz que tem que bolar uma história consistente para explicar a existência das fotos. Nasinho fica apavorado. Lincon explica que não tem mais autonomia para fazer uma denúncia dessas no jornal, pois o acusado é seu sócio. Arminda e Joca tentam convencê-lo que o povo de Ribeirão precisa saber. E sua esposa concorda com os dois. Ajuricaba e Marta tentam achar soluções para o caso que Joca apresentou. Tito tenta descobrir sobre o dia de Filomena. Ela diz que ficou na piscina com Mateus. Ele fica com ciúmes, mas se controla e pede para ter uma conversa sobre os dois. Ela pede para que ele espere um pouco e ele fica tenso. Mateus bebe no bar e Iara pergunta por que ele ainda não foi dormir. Ele alega que está com insônia por causa de Filomena. Tito pergunta para Filó se ela tem alguma coisa com Mateus. Ela diz que ainda não, que eles são só amigos e que ele não precisa se preocupar, pois o casamento é só de fachada. Ele tenta não se contradizer e tenta contornar a situação. Nicolau e Karina falam a Célia e Bruno que ela irá morar na fazenda com ele. Eles ficam recuados no inicio, mas depois de Nicolau dizer que precisa de ajuda com a mãe, eles acabam concordando. Sereno procura Marta na delegacia, para entregar-lhe um livro. Ele pede para dormir com Marta que fica assustada com o pedido. Nicolau e Karina vão a casa de Flores. A mãe de Dália diz a Beatriz e Larissa que a filha está doente e as duas se olham preocupadas. Nicolau explica sua situação a flores que o acalma dizendo que depois da visita do presidente tudo irá mudar.