Resumo Semanal: Novela “Ribeirão do Tempo”: 16/10/2017 a 20/10/2017

Bianca Rinaldi (Foto: Divulgação)

CAPÍTULO 150: SEGUNDA-FEIRA: 16/10/2017
Iara diz a Newton e Mateus que Filó e Tito estão trancados no quarto fazendo as pazes. Mateus tenta disfarçar a amargura. Sereno vai pedir um beijo para Fátima, que o empurra. O rapaz, que já tomou umas e outras, fica exaltado e acaba falando que ninguém sabe do que ele é capaz. Elza sai com Fátima sem entender nada. Sereno segue Fátima até a casa do professor e a agarra por traz quando entra. Ele diz que quer fazer coisas com ela. Fátima ri e chama pelo professor para rir com ela. Léia fica assustada com a gritaria de Fátima e Flores desce. Sereno continua descontrolado tentado agarrar Fátima, que se desvia. Flores diz para Sereno parar com isso e dá uma bronca nele. Rosa dá em cima de Sérgio. O rapaz fica nervoso porque é virgem e tenta inventar uma desculpa para ir embora. Joca conta a Newton que Virgílio pode estar envolvido na sabotagem do avião. O instrutor pede para ver as provas. O detetive diz que ainda não pode mostrar e manda Newton ficar de olho em Virgílio. Mateus confessa a Iara que não desistiu de Filomena. Querêncio pede para que todos dancem em roda. O povo, bêbado, dança junto. Depois de relacionar com Filomena, Tito dorme. Filomena relembra da declaração de seu amado e sorri triunfante. Nicolau e Karina estão para ir embora e a modista comenta a ausência de Filomena e Tito. Filomena prepara o café da manha para Tito e conversa com Iara sobre a festa. Tito fica sem graça com o café da manhã na cama. Marisa tenta acordar Querêncio porque Arminda quer conversar com ele. Querêncio senta à mesa do café da manhã para conversar com Arminda. Ari conta a Ajuricaba sobre a decisão judicial e comemora. Arminda fala sobre o embargo e suas conseqüências a Querêncio, que fica preocupado. Flores dá uma bronca em Sereno e diz que tem um trabalho urgente para ele: postar um protesto contra o desemprego com o fechamento do resort no site do Comando Invisível. Fátima chega de ressaca na sala de Flores e também leva uma bronca do professor. Iara liga para Joca, combina o local de pagamento e reforça o pedido de sigilo com as fotos. Beatriz diz a Larissa que vai confrontar Nicolau sobre o que ele disse. Beatriz entra sem bater na sala de Nicolau, que está ao telefone. Ela diz que quer falar sobre a morte de Érico. Lincon chega para falar com Nicolau e Larissa manda que Dália avise. Beatriz começa a falar e Dália bate à porta. Nicolau diz que depois conversa com Beatriz e chama Lincon. Joca vai falar com Arminda e aguarda ser chamado. Iara pede para falar com Virgílio. Bruno sai da sala de Arminda e é arrogante com Joca ao perguntar o que ele faz ali. Joca diz que não é de sua conta e Bruno comenta que esse tipo de situação vai acabar. Joca fala com Arminda sobre o comentário de Bruno e ela diz que ele veio fazer ameaças. Iara fala para Virgílio que está na hora de pedir a grana alta.

CAPÍTULO 151: TERÇA-FEIRA: 17/10/2017
Iara diz a Newton e Mateus que Filó e Tito estão trancados no quarto fazendo as pazes. Mateus tenta disfarçar a amargura. Sereno vai pedir um beijo para Fátima, que o empurra. O rapaz, que já “tomou umas”, fica exaltado e acaba falando que ninguém sabe do que ele é capaz. Elza sai com Fátima sem entender nada. Sereno segue Fátima até a casa do professor e a agarra por trás quando entra. Ele diz que quer fazer coisas com ela. Fátima ri e chama pelo professor para rir com ela. Léia fica assustada com a gritaria de Fátima e Flores desce. Sereno,descontrolado, tenta agarrar Fátima que desvia. Flores diz para ele parar com isso e dá uma bronca. Rosa paquera Sérgio, o rapaz fica nervoso porque é virgem e tenta inventar uma desculpa para ir embora. Joca conta a Newton que Virgílio pode estar envolvido na sabotagem do avião. O instrutor pede para ver as provas. O detetive diz que ainda não pode e manda Newton ficar de olho em Virgílio. Mateus confessa a Iara que não desistiu de Filomena. Querêncio pede para que todos dancem em roda. O povo todo bêbado dança junto. Depois de passar a noite com Filomena, Tito dorme. Filomena relembra a declaração de seu amado e sorri triunfante. Nicolau e Karina, ao ir embora da festa, sentem a ausência de Filomena e Tito. Filomena prepara o café da manha para Tito e conversa com Iara sobre a festa. Tito fica sem graça com o café da manhã na cama. Marisa tenta acordar Querêncio porque Arminda quer conversar com ele. Querêncio toma café da manhã com Arminda. Ari conta a Ajuricaba a decisão judicial e comemora. Arminda fala sobre o embargo e suas conseqüências a Querêncio, que fica preocupado. Flores diz a Sereno que tem um trabalho urgente para ele: postar um protesto contra o desemprego com o fechamento do resort no site do Comando Invisível para incitar a revolta na cidade. Fátima chega de ressaca na sala e também leva uma bronca do professor. Iara liga para Joca e combina o local de pagamento. Beatriz diz à Larissa que vai confrontar Nicolau sobre o que ele disse. Beatriz entra sem bater na sala de Nicolau, que está ao telefone. Ela diz que quer falar sobre a morte de Érico. Lincon chega para falar com Nicolau e Larissa manda que Dália o avise sobre a visita. Beatriz começa a falar e Dália bate à porta. Nicolau diz que depois conversa com Beatriz e chama Lincon. Joca vai falar com Arminda e aguarda ser chamado. Iara pede para falar com Virgílio. Bruno sai da sala de Arminda e é arrogante com Joca ao perguntar o que ele faz ali. Joca diz que não é de sua conta e Bruno comenta que esse tipo de coisa vai acabar. Joca fala com Arminda sobre o comentário de Bruno e ela diz que ele veio fazer ameaças. Iara fala para Virgílio que está na hora de pedir a grana alta.

CAPÍTULO 152: QUARTA-FEIRA: 18/10/2017
Arminda desabafa com Joca e quase diz que considera Diana como filha. Joca também desabafa com Arminda a respeito das fotos e da investigação, e ela fica perplexa. Iara diz a Virgílio que, se não agirem logo, vão acabar muito mal. Preocupado, Virgílio quer mais informações sobre Iara. Diz que é melhor agilizar a fuga e que um não saiba aonde o outro vai. Joca conta a Arminda que as mesmas pessoas que estão por trás do atentado contra ele são responsáveis pelos assassinatos do senador e de Heleninha, além da sabotagem do avião. Ela o alerta para ir mais devagar. Newton vai à casa de Ellen, diz que não agüenta mais essa situação e que quer conversar com Guilherme. Ela fica em dúvida, mas acaba concordando. Diana vai falar com Guilherme, que chateado, é grosso com ela. Ela o lembra como era legal a época em que andavam juntos. Ele fica mexido e a convida para tomar um sorvete na praça. Querêncio chega à prefeitura e Virgínia diz que a chefe de gabinete é invocada. Ele acha graça, diz que ela late, mas não morde. Querêncio conta a Sancha sobre o problema do resort, que fica incrédula. Ela o aconselha a ir falar com Bill. O prefeito gosta da idéia e a manda ir junto. Nicolau combina com Lincon o que farão em relação à paralisação das obras do resort. O senador diz que, quanto mais polêmica, melhor. Arminda chega à reunião e conta que irá recorrer da decisão do juiz. Bruno e Teixeira alfinetam Arminda e dizem que ela não está em condições de continuar no cargo e seria melhor pedisse demissão. Ela fica irritada e avisa que não precisa de conselheiros. Querêncio conta seus problemas para Bill e Sancha não o leva a sério. Mas Bill o escuta com atenção. Guilherme tenta conversar com Newton. Ellen e Patrícia conversam sobre o casamento de Sonia e André, ela conta o problema com seu filho. Newton conta a Guilherme que descobriu uma pista e pede um voto de confiança de sua mãe e Carlos. Ele deixa escorrer uma lágrima e aperta a mão de Newton. Lincon espera para entrevistar Arminda. Ele fala para Lilian que irá conseguir o teor da sentença do juiz. Filomena conta à Iara e a Mateus que ela e Tito estão conversando mais. Mateus fica incomodado. Karina diz a Zuleide que planeja enviar as fotos a Filomena. Newton conta a Tito sobre sua conversa com Guilherme. Tito fica feliz pelo amigo e conta que não deveria ter transado com Filó. Newton o chama de enrolado e diz que uma hora ela dará um pé na bunda dele. Tito fica pensativo. Lincon entrevista Arminda. Virgínia conta a Patrícia as condições que seu marido impôs ao casamento de seus filhos. Virgínia fica irritada com a situação e diz que irá conversar com Lincon. Sônia conta a André as condições que seu pai deu e ele fica revoltado. Rosa pergunta a André e Sônia se Sérgio é gay. Nicolau está de saída para Brasília e Beatriz diz que ele não irá antes que eles terminem de conversar. Nicolau pergunta se ela está desconfiada de que ele matou seu pai. Ele pega a arma e diz que se ele for culpado Deus o matará. Nicolau pega uma arma da gaveta e deixa somente uma bala e gira o tambor. Ele coloca na sua própria cabeça e aperta o gatilho. A arma não dispara. Ele aponta a arma para a mãe e na hora de atirar, mira em algo próximo. A arma dispara e Beatriz desmaia. Larissa e Dália escutam o barulho e vão até lá para ver o que aconteceu. Romeu e Alfredo conversam sobre o novo prefeito. Romeu pergunta se Alfredo sabe sobre o programa de TV do jumento. Bruno conta a Querêncio sobre a obra do resort. Virginia os interrompe para mostrar o programa de Ari na TV. Patrícia tenta conversar com Lincon, que a interrompe para ver TV. Ari na TV diz que ninguém se livrou dele.

CAPÍTULO 153: QUINTA-FEIRA: 19/10/2017
Ari critica Querêncio na TV, que fica irritado. Querêncio diz que Jumento terá o que merece. Ajuricaba e Rebelo ficam entusiasmados com o programa de Jumento. Patrícia conta que o delegado quer que o casamento seja na casa dele. Lincon fica inconformado e diz que não entra lá de jeito nenhum e ela busca forças para agüentar. Ari recebe os parabéns pelo programa e fala que se o pintor acha que se livrou dele, é um engano. Larissa leva um médico para ver sua irmã, e este recomenda a ela repouso. Ela se levanta e conversa com Larissa, que implora para que ela descanse. Beatriz diz a Larissa que Nicolau está louco e não pode responder mais pelos seus atos. As duas ficam desesperadas. Nasinho leva Zuleide para passear. Os dois conversam com Karina sobre as obras do resort. Querêncio chega em casa e pergunta a Elza se as pessoas viram o programa de Jumento e diz que espera que ninguém acredite nas asneiras dele. O prefeito chega em casa e conversa com Marisa a respeito do programa de Ari. Ela o aconselha a pensar mais em seus atos e ele diz que nada de mal pode acontecer a ele. Bruno e Teixeira contam a Célia o que aconteceu na empresa. Os dois falam que o importante é tirar Arminda do poder. Arminda, Marisa, Querêncio e Diana conversam no jantar. O prefeito conta a Arminda que Bruno foi conversar com ele, na prefeitura. Arminda conta o plano dele e de Teixeira para tirá-la do poder. André conversa com Sérgio sobre Rosa. André propõe que o amigo resolva o problema com ela imediatamente e ele desconversa. Virgínia conta a Sônia que os preparativos do casamento pararam. Ela acusa a filha de escolher o namorado de propósito, só para chamar atenção. Patrícia conta a André que os preparativos do casamento pararam, ele fica irritado e resolve tirar satisfações com o pai. Carmem conta a Ellen que Guilherme está enfiado no quarto e ela resolve ir ver o filho. Guilherme conta a sua mãe que deu um voto de confiança a Newton e que se cansou de ficar com raiva do mundo. Ellen fica feliz e os dois se entendem. André diz que se casa com o pai indo ou não e tem o apoio de sua mãe. Lincon diz que não irá. Nasinho convida Zuleide para ir à boate. Ela diz que não, mas acaba concordando em ir. Nasinho convida Zuleide para fazer sexo a três com Vera. Ela fica ofendida e deixa a boate, seguida por Nasinho. Ele tenta falar com ela, mas Zuleide o manda embora. Teixeira vai à prefeitura falar com o prefeito. Arminda liga para Joca para marcar um encontro. Teixeira conta a Querêncio que sua herança pode estar ameaçada se ele continuar apoiando Arminda. Léia pergunta o que Joca acha sobre Sancha ser chefe de gabinete. Ele diz que ela está com inveja de Sancha. Léia, preocupada com seu filho, quer saber como ele se sente e recomenda que ele vá ao médico. Ele diz que quem precisa de uma consulta é ela. Joca se encontra com Arminda. Ele conta que não pode confiar mais na mãe e ela concorda. Bruno e Teixeira comemoram a suspensão das obras do resort. Patrícia diz a Virgínia que já podem realizar o casamento de seus filhos.

CAPÍTULO 154: SEXTA-FEIRA: 20/10/2017
Bruno e Teixeira conversam sobre a obra embargada e debocham de Arminda. Bruno vai falar com Arminda, ela não está e ele não gosta. Arminda diz a Joca que acha que a destituição está perto e que, se perder o cargo, voltará para a Europa. Ele fica tenso e nervoso, mas tenta convencê-la do contrário. O detetive diz para ela parar de renunciar a seus sentimentos como se eles fossem fraqueza. Ela fica tensa e enxuga as lágrimas. Diana diz a Guilherme que talvez tenha que ir embora do Brasil, e que não quer ir. Ela revela que acha que vai ter que fugir novamente. Arminda fala a Joca que não pode abandonar tudo por sentimentalismos e que ele tem uma visão romântica da vida. Ele fica triste e diz que ela indo embora estará arruinando a vida dele, de Diana e a dela própria. Ela pede para que ele a beije para esquecer os problemas. Virgínia e Patrícia acertam os últimos detalhes do casamento. Virgínia diz a Patrícia que ela tem que convencer seu filho a morar na casa dela. Ajuricaba bebe e pede a Cardoso que não conte a ninguém sobre o casamento de sua filha e o motivo de ela estar se casando tão rápido. Lincon desabafa seus problemas com Ellen e ela tenta colocá-lo para cima. André e Sônia tiram a sorte no realejo. Felizes os dois dançam no meio da praça. Flores diz a Sereno para ele mandar o comando invisível instigar os operários a se revoltarem por perder o emprego. E diz que irá fazer uma visita ao novo prefeito. Flores pergunta a Virgínia sobre o governo de Querêncio e ela prefere não opinar. Bruno diz ao mestre de obras que o trabalho paralisadas e pede para que ele não confirme o boato. Flores entrega o quadro a Querêncio e o aconselha a por em todos os lugares da cidade. Joca diz a Arminda que acha que Flores está por trás de todos os crimes da cidade e que ele não esá sozinho. Ela diz para ele não se meter com esse tipo de gente e tomar cuidado. Flores, Sancha e Querêncio conversam sobre a obra do resort. Sancha diz que os operários não aceitaram a notícia quietos. Flores aconselha o prefeito a acusar o governo federal e estadual e ele gosta da idéia. Bruno, Teixeira, Célia, Querêncio e Arminda conversam sobre o resort. Bruno conta que a carta de paralisação chegou e que os operários estão inquietos com a notícia. Querêncio conta a todos o conselho do professor. Sérgio e André passam a Carmem a ordem do comando invisível e todos resolvem se manifestar. Léia vai até casa de Flores falar sobre seu filho. Arminda diz a Querêncio que acha engraçado o conselho do professor, sendo que foi ele que provocou a situação. Teixeira diz que o conselho é inútil e o prefeito fica sem saber o que fazer. Arminda diz para ele se preparar para dias difíceis na prefeitura. Clóris vai à casa de Flores e Fátima inventa uma desculpa para mandá-la embora. Léia diz ao professor sobre o caso de Joca e Arminda. Ele pede para que ela continue a deixá-lo a par de tudo. Beatriz e Larissa conversam sobre Nicolau. Beatriz tem a idéia de pedir ajuda ao professor Flores para dar um jeito em seu filho. Zuleide conta a Karina sobre o encontro com Nasinho. O  senador chega de Brasília e convida a dona da boutique para um jantar e ela aceita. Zuleide encontra Nasinho no caminho de casa e ele a convida para ir até o Agito. Eles conversam e conseguem se entender. Nasinho propõe um brinde à primeira briga do casal. Nicolau liga para Flores para confirmar o encontro. Karina fica ansiosa porque vai conhecer quem é o misterioso professor. Iara propõe a Filó que ela se torne uma instrutora de saltos e ela diz que é demais para ela. Filomena troca de roupa e Tito a chama para saltar com ele amanhã. Ela diz que não e ele se aproxima e dá um beijo em sua esposa.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.