Equipe de “Os Dias Eram Assim” vai dirigir a novela “O Arroz de Palma”

Edmara Barbosa (Foto: Reprodução)

Atualmente no comando da supersérie “Os Dias Eram Assim” (de Ângela Chaves e Alessandra Poggi), que chega ao fim neste mês, os diretores gerais e artísticos Cadu França, Carla Bohler, Carlos Araújo e Gustavo Fernandez vão dirigir a novela “O Arroz de Palma” (de Edmara Barbosa e Bruno Barbosa Luperi).

O folhetim em questão possui estreia prevista para março de 2019, na faixa das 18h, na sequência de “Novo Mundo” (de Thereza Falcão e Alessandro Marson), “Tempo de Amar” (de Alcides Nogueira e Bia Corrêa do Lago), “Orgulho e Paixão” (de Marcos Bernstein) e “Travessia” (de Thelma Guedes e Duca Rachid).

Após uma briga com o diretor artístico de “Velho Chico”, Luiz Fernando Carvalho, Edmara Barbosa e Bruno Barbosa Luperi agora se separam de Benedito Ruy Barbosa, que prepara “O Último Beijo”, com o auxílio de Marcos Barbosa, para a faixa das 19h, pois sua saúde é debilitada para escrever sozinho.

A história da novela “O Arroz de Palma” começa no ano de 2008, com um prólogo ambientado em uma metrópole do Brasil, quando um grupo de irmãos da terceira idade relembra a juventude dos seus pais. A partir de então, a narrativa volta ao passado, precisamente ao ano de 1908, em Portugal.

Na primeira cena, Antônio (ator não escalado) é um octogenário, que está brigado com seus irmãos por causa de uma questão de família do passado. Ele prepara um banquete, com o objetivo de se reconciliar com eles. O público descobre então que o motivo é o casamento dos seus pais.

No dia do casamento de Maria (atriz não escalada) e José (ator não escalado), os convidados desperdiçam “O Arroz de Palma”, cultivado com muita dificuldade financeira e laboral, o que provoca uma briga que dura quatro gerações. Vale lembrar que nenhum ator está cotado para o elenco até o momento.