Segunda temporada da série “3%” possui novos desafios e atores escalados

Mel Fronckowiak (Foto: Divulgação)

A plataforma de vídeo por streaming Netflix deu início às gravações da segunda temporada da sua primeira série série original brasileira, batizada como “3%”. Na história, Michele (Bianca Comparato) e Rafael (Rodolfo Valente) são aprovados para conhecer o Mar Alto, um mundo futurístico abundante e sem sofrimento algum.

Fernando (Michel Gomes) e Joana (Vaneza Oliveira), por sua vez, precisam repetir outra vez o processo seletivo realizado no Continente, um país que, tal como o Brasil, não possui mais oportunidades para seus moradores. O problema é que a concorrência aumenta com a chegada de novos participantes e, consequentemente, o clima competitivo. 

Durante sua travessia para o Mar Alto, enquanto outros participantes batalham uns contra os outros no Continente, Michele demonstra que seu objetivo não é o sonho de uma vida perfeita e, a partir de então, cria-se o clima de mistério necessário para segurar o público da nova fase.

Por causa do comportamento misterioso dos candidatos em relação ao ar Mar Alto, os fiscais Aline (Viviane Porto), Ezequiel (João Miguel), Júlia (Mel Fronckowiak), Matheus (Sérgio Mamberti) e Nair (Zezé Motta) voltam ao ar ainda mais exigentes com a escolha dos candidatos que estão começando o processo seletivo no Continente.

O elenco completo da segunda temporada da série “3%” é formado pelos atores Bianca Comparato, Bruno Fagundes, Celso Frateschi, Clarissa Kiste, Cynthia Senek, Ediana Souza, Fernanda Vasconcellos, Geraldo Rodrigues, João Miguel, Júlio Silverio, Laila Garin, Leonardo Garcez, Luana Tanaka, Luciana Paes, Maria Flor, Mel Fronckowiak, Michel Gomes, Rafael Lozano, Rita Batata, Rodolfo Valente, Sérgio Mamberti, Silvio Guindane, Thais Lago, Thiago Amaral, Vaneza Oliveira, Viviane Porto e Zezé Motta.

O roteiro do projeto é assinado por Pedro Aguilera e a direção geral corre sob a responsabilidade de César Charlone. A estreia está prevista para o primeiro semestre do ano que vem.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.