Cauã Reymond e Leonardo Sbaraglia vão participar do filme “Quase Deserto”

Os atores Cauã Reymond e Leonardo Sbaraglia vão protagonizar o filme de longa-metragem “Quase Deserto” (de Carlos Marcelo, José Eduardo Belmonte e Pablo Stoll), que vai ser rodado nos Estados Unidos a partir do primeiro semestre do ano que vem. Com orçamento de oito milhões de reais, o projeto em questão – que atualmente está em fase de tratamento e faz parte da carteira de projetos de um núcleo criativo – se trata de uma coprodução entre o Brasil, os Estados Unidos e o Uruguai. Na história, ambientada na cidade de Detroit, os personagens dos dois residem de forma ilegal no exterior.  

Os imigrantes assistem uma perseguição contra uma mulher norte-americana, porém, não podem tentar fazer nada para salvar sua vida, tendo em vista que não possuem documentos legais para apresentar à polícia, caso sejam capturados. Essa mulher acaba sendo morta por causa de um plano do governo do país para resolver o problema do desemprego, em uma era apocalíptica. Esse plano consiste em aniquilar a parte da população que procura trabalho. Após o término das filmagens, o ator Cauã Reymond vai começar a se preparar para a novela “O Sétimo Guardião” (de Aguinaldo Silva), que estreia em maio na Rede Globo.

Além do ator Cauã Reymond, que vai interpretar um homem-gato que possui superpoderes de realismo fantástico, o elenco da novela “O Sétimo Guardião” é formado até o momento pelos atores Adriana Birolli, Alexandre Borges, Ana Beatriz Nogueira, Anitta, Caio Castro, Carmo Dalla Vecchia, Carolina Dieckmann, Chay Suede, Cláudia Raia, Cris Vianna, Dira Paes, Elizabeth Savala, Flávia Alessandra, Giovanna Lancellotti, Humberto Martins, Joana Fomm, Josie Pessoa, Lília Cabral, Luana Piovani, Marcelo Serrado, Mariana Rios, Marina Ruy Barbosa, Milhem Cortaz, Natália do Vale, Osmar Prado, Renata Sorrah, Rômulo Neto, Susana Vieira, Teodoro Cochrane, Thaila Ayala, Vera Holtz, Viviane Araújo e Vivianne Pasmanter. 

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.