Resumo Semanal: Novela “Ribeirão do Tempo”: 17/05/2017 a 19/05/2017

Capítulo 053: Quarta-Feira: 17/05/2017

Flores estaciona o carro num lugar sombrio e fica observando a movimentação. Eleonora revela a Arminda que está em paz e realizada. Arminda diz a Querêncio e a Filomena que eles são da família e devem sentir-se donos do solar. Arminda explica aos dois que acha que eles devem esconder o máximo de tempo possível que são filho e neta de Eleonora. Em reunião convocada por Tito, Virgílio deixa claro que em breve a pousada vai ter de fechar as portas. O administrador da pousada afirma que vai ser preciso demitir todos os funcionários e que os pagamentos da dívida que Tito tem com a Clorís vão ser suspensos. Ajuricaba diz a Marta que o juiz concedeu o mandado de prisão provisória de Newton. Tito diz a Newton e a Iara que precisa deles na pousada.

Capítulo 054: Quinta-Feira: 18/05/2017

Ajuricaba vai à pousada com um mandato de prisão para Newton. Arminda conta a verdade a Bruno e a Célia sobre o filho de Madame Durrel. Arminda diz a Teixeira que é melhor ela dar a notícia da morte de Eleonora a Querêncio e a Filomena. A executiva conta a Filomena que Eleonora morreu. Filó chora. Newton é encarcerado na cela por Marta. Querêncio fica a saber da morte da mãe por Arminda e Filó. Lincon tenta descobrir mais detalhes sobre a morte de Eleonora, mas Brandão afirma apenas que ela teve uma paragem cardíaca. Lincon conta a Carmem que conseguiu ver as fichas de Madame Durrel e descobriu que ela fez exames de DNA há pouco tempo. Joca telefona a Arminda para saber notícias de Eleonora e a executiva pede para ele se encontrar com ela na Patrimônio Eterno.

Capítulo 055: Sexta-Feira: 18/05/2017

Alfredo conta a Romeu que Madame Durrel morreu. Arminda revela a Joca que Madame Durrel deixou um filho. Lincon mostra aos seus funcionários a manchete da Folha da Corredeira: Será que Madame Durrel deixou um filho em Ribeirão?. Joca espanta-se ao saber que Querêncio é filho da milionária. Joca dá força a Arminda e deixa claro que está ao lado dela. Marta mostra a Folha da Corredeira a Ajuricaba. Clorís e Virgílio criticam a atitude de Tito de pagar um advogado a Newton. Virgílio aconselha Clorís a convencer Tito a fechar a pousada. Tito pergunta a Iara se também pensa que é errado pagar um advogado a Newton e ela diz-lhe que não.