Tião entrega provas contra Magnólia para Ciro na novela “A Lei do Amor”

Nos próximos capítulos da novela “A Lei do Amor” (de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari), que chega ao fim em abril, quando estreia sua substituta, que se trata de “A Força do Querer” (de Glória Perez), Tião (José Mayer) vai descobrir que Magnólia (Vera Holtz) matou Elio (João Campos). Preso injustamente, pelo fato da matriarca ter usado sua arma no crime para incriminá-lo, o banqueiro jura vingança e entrega o vídeo do seu celular para Ciro (Thiago Lacerda). Com o material em mãos, Olavo (Tato Gabus Mendes) corre para a delegacia, com objetivo de entregá-lo para Celso (Marcelo Várzea). 

Apesar de colaborar com a polícia, ainda por cima ajudado por Ana Luiza (Bianca Muller) e Pedro (Reynaldo Gianecchini), Ciro acaba sendo condenado à doze anos de prisão, durante seu julgamento, na justiça, sendo que precisa cumprir apenas cinco anos em regime fechado. Para Olavo, não compensa recorrer, pois seu cliente pode conseguir liberdade com trabalho dentro da penitenciária. O assassinato de Elio não colabora tanto na minoração da pena porque Celso precisa do depoimento de Fininho (Hugo Resende), Gustavo (Daniel Rocha) e Valdir (Marco Marcondes). A situação se agrava porque Magnólia foge da cadeia e sequestra Heloísa (Cláudia Abreu).