Resumo Diário: Novela “A Terra Prometida”: 20/01/2017

Capítulo 143: Sexta-Feira: 20/01/2017

Léia chega de repente e se assusta ao ver o filho tentando matar Yana. Ela corre e ordena que ele pare. Tobias vai embora. Yana fica desacordada. Laís agradece pelos cuidados de Darda. Yana acorda e diz que Léia salvou sua vida. Tobias encontra Samara e avisa que Léia chegou no momento do crime. Salmon e Raabe cuidam do bebê Boaz. Na caverna dos leprosos, Milah lamenta a morte de Orebe. Acompanhada de Léia, Yana avisa para Josué e Aruna sobre o ataque. Léia diz estar decepcionada com os filhos. Aruna conforta Yana. Ula conversa com Lina e diz que os reis são homens normais. Adonizedeque conversa com Abul e fala de seu interesse em Ula. Josué pergunta se Zareg tem algo a ver com o ataque sofrido por Yana. O falso andarilho nega qualquer envolvimento com o incidente. Jogli procura o líder de Israel e avisa que um cananeu foi visto observando o acampamento. Finéias explica sobre o tabernáculo para Bogotai, que finge interesse. Mireu retorna ao palácio e avisa que Zareg está infiltrado em Gilgal. Adonizedeque sente-se traído. Racal diz que está interessado em Mara. Zareg alerta para o perigo de se envolver com a hebreia. Elias reclama com Pedael pelo mal conselho. Ruth anuncia que está esperando outro filho de Boã. Adonizedeque ordena que Mireu leve um recado escrito em um papiro até Josué. Antes de deixar Jerusalém, Mireu se declara para Ula. Elias se desculpa com Laís. Adonizedeque ordena que tragam Ula até o palácio. Elias convida Laís para um novo jantar. No palácio, Adonizedeque pede para Ula vestir-se como uma rainha. Jéssica conversa com Mara e diz não querer fazer mal a ninguém. A vilã reclama da falta de coragem da moça e diz que Jéssica é uma fraca. Ula aparece deslumbrante na sala do trono. O rei a admira e pede que ela conte uma de suas histórias. Racal dá em cima de Mara, mas ela pede mais respeito. Josué pede para Zareg contar detalhes de sua viagem até o acampamento. Mireu chega até Gilgal. Orias ora a Deus pedindo ajuda à Milah. Adonizedeque e os nobres vibram com as histórias contadas por Ula. O rei pede para ela voltar ao palácio sempre que for chamada. Adonizedeque vai até o quarto para falar com suas prisioneiras. Ele fala que está se interessando em Ula e finge ouvi-las. Ele esbraveja com a Rainha e a Rainha-mãe, até que aparecem os cadáveres delas vestidos, revelando que Adonizedeque é completamente louco. Milagrosamente, as manchas na pele de Milah desaparecem. Orias chora de emoção. Enquanto conversa com Zareg e Racal, Josué é surpreendido com a chegada de Salmon e Mireu em sua tenda. O oficial de Jerusalém se apresenta e diz ter um recado muito importante de Adonizedeque.