Resumo Semanal: Novela “Querida Inimiga”: 12/01/2017 a 13/01/2017

Capítulo 042: Quinta-Feira: 12/01/2017

Rose e Lorena descobrem que Felipe foi contratado no restaurante. Lorena deixa claro a Felipe que Rose tem namorado. Ernesto fala com seu pessoal e os apresenta entre si. Mônica acusa Ernesto por arranhar seu carro. Raimundo apresenta Ernesto como a alma do restaurante e Mônica se enoja. Ernesto se surpreende ao encontrar Lorena no restaurante. Mônica lembra Lorena que ela está trabalhando sob suas ordens, não às de Ernesto. Ivan consegue o e-mail de Betina e manda uma mensagem para ela, que se surpreende. Bárbara reclama com Jaime por ele ter dormido na reunião. Jaime embala suas coisas e pede o divórcio a Bárbara. Vasco diz a Hortência que Sara é uma mentirosa. Hortência o pede que volte a trabalhar com ela. A polícia chega à casa de Hortência para levá-la junto a Jaime detidos pelo sequestro do bebê de Omar e Zulema. Os repórteres estão esperando Hortência fora do ministério público. Vasco liga para Sara, mas ela está com o celular desligado, pois está na cama com Alonso. Ivan vai visitar seu tio Ernesto, mas eles discutem e Ivan sai. O advogado Mandariaga diz a Hortência que não conseguiram que ela seja libertada sob fiança. Hortência pede que ele suborne quem precisar, mas que a tire dali. Vasco vai visitar Diana e encontra Bruno. Diana diz a Vasco que voltou com Bruno. Bárbara diz a Sara o que ocorreu a Hortência e Jaime. Sara vai imediatamente à casa de Zulema e Omar e exige que eles tirem a queixa contra sua avó e tio. Se não, jamais voltarão a vê-la. Lorena pede que Sara não fale assim com sua mãe.

Capítulo 043: Sexta-Feira: 13/01/2017

Sara segue reprovando Zulema por ter denunciado Hortência e Jaime às autoridades. Zulema, mais tarde, reconhece que foi um equívoco seu ter tratado Lorena mal. Jaime decidiu declarar-se culpado e pagar seu delito honradamente. Jaqueline segue lamentando ter viajado à Tailândia quando poderia ter ido às compras em Miami. Darío come com Paula e Betina. Quando Jaqueline se dá conta a insulta por telefone. Depois de ler o trabalho que Lorena escreveu, contando o que significa cozinhar para ela, os membros do comitê acadêmico não têm a menor dúvida em conceder-lhe a meia bolsa que solicitou. Lorena recebe uma rosa e um cartão de Ernesto, felicitando-a pela conquista. Jaqueline faz Darío comprar uma porcelana muito cara para Hortência. Quando fica sabendo que Hortência está na prisão, ela deixa a porcelana cair e se fazer em pedaços. Jaqueline flerta com Arthur. O advogado Mandariaga tenta subornar Joel para que o caso de Hortência se resolva favoravelmente a senhora. Quando Sara comenta com Alonso que Zulema e Omar se negam a retirar a acusação. Ele dá razão ao casal e diz que Sara deveria estar do lado deles. Sara trata de fazer por todos os meios com que Hortência lhe dê um cargo melhor na empresa, mais precisamente relacionado a assuntos financeiros. Zulema é a primeira a declarar no ministério público. Ela narra que há vinte e dois anos deu à luz um bebê e o médico disse que a criança havia nascido morta, ainda que ela havia pensado ter ouvido o choro da criança. Sara se apresenta como filha de Zulema e narra que passou sua infância em um orfanato, onde a abandonaram.