Resumo Diário: Novela “Escrava Mãe”: 27/12/2016

Capítulo 120: Terça-Feira: 27/12/2016

Guilherme parece inconformado diante de uma agitada Esméria que não quer apoiar a loucura de fugir com Catarina. Kamau caminha na Vila, em direção a pensão. Osório surge atrás dele. Osório quer saber quem colocou a placa na câmara com os dizeres africanos. Kamau diz que não sabe de nada e que é homem livre. Rosalinda parece um pouco tensa diante da presença de Kamau na pensão. Rosalinda diz que pode contratá-lo, mas pergunta se ele já pode começar naquela noite. Filipa está surpresa diante de Quintiliano e Dr. Pacheco que é apresentado como futuro marido, todos um pouco constrangidos. Juliana carrega uma cesta, sendo puxada por Leôncio e Almeida vindo logo atrás. Leôncio diz que eles precisam ir e achar a menina. Juliana procura disfarçar a tensão e faz um carinho em Leôncio. Beatrice está bastante nervosa diante de Teresa e diz que Dr. Pacheco tentou envenená-la. Kamau próximo de Esméria, enxuga algumas lágrimas e diz que terá que desistir da fuga por causa do problema de saúde de Catarina. Quintiliano está sem graça diante de Dr. Pacheco e pede paciência com Filipa. Filipa revela a Violeta que vai ser difícil se livrar de Dr. Pacheco, sendo ele muito amigo de Quintiliano. A noite está animada na pensão da Jardineira. Rosalinda recebe todos os senhores e Kamau está ali arrumado, perto do palco. Almeida chega e surpreende Rosalinda que não o esperava. Quintiliano chega também e Rosalinda pede que todos se acomodem. Osório e o Capitão do Mato estão em um local afastado com alguns escravos antes de começar o leilão de escravos. Esméria está escondida e observa tudo. Kamau toca flauta, enquanto alguns senhores conversam. Eles trocam papéis, uns fazem negócios e apertam as mãos. Kamau tenta conter sua ira enquanto toca. Almeida, Quintiliano e os senhores riem e fazem brindes. Osório entra na Câmara com uma pessoa encapuzada, empurrando e enforcando com a corrente. Loreto reage, espantado. Osório diz que capturou o Cavaleiro da Mancha.