Resumo Semanal: Novela “A Usurpadora”: 09/01/2017 a 13/01/2017

Capítulo 046: Segunda-Feira: 09/01/2017

Carlos Daniel pede ajuda a seu advogado e o delegado Merino não consegue prender Paulina, pois o mandado de prisão está em nome de Paulina Martins e a mulher a quem ele deu voz de prisão tem seus documentos como Paola Bracho. Douglas, lamenta ter se envolvido com Paola já que ele ama Paulina, mas sente que a felicidade está fugindo de suas mãos pois sabe que não tem nenhuma chance com ela. Lurdes percebe que Osvaldo não para de pensar em Paulina, pergunta a ele por que se preocupa tanto com ela e ouve o que não quer: ele  confessa que  ainda gosta dela. Dona Piedade recebe uma carta anônima com a informação de que a verdadeira Paola está internada em estado grave. Estephanie aparece na fábrica, dá uma bofetada em Willy e provoca um escândalo brigando feio com Viviana.  Depois da briga os dois discutem e Estephanie diz a Willy que ele não administrará mais o dinheiro dela.  Willy perde o controle e agride Estephanie, que vai parar no hospital com fortes dores e corre o risco de perder o bebê. A polícia recebe a denúncia e vai até a clinica onde Paola está internada. Depois, o delegado Merino volta à mansão dos Bracho para avisar que a verdadeira Paola Bracho está internada com uma lesão cerebral e conta para Rodrigo e Dona Piedade que ela e Paulina são irmãs gêmeas.  Sem provas suficientes para prender Paulina os policiais vão embora. Dona Piedade aconselha Paulina a fugir antes que seja tarde, mas ela decide se entregar.

Capítulo 047: Terça-Feira: 10/01/2017

Paulina está decidida a se entregar à polícia e acabar de uma vez com essa situação. Carlos Daniel confessa seu amor, pede a ela em casamento e tenta convencê-la a fugir, mas Paulina está irredutível. O delegado Merino dá ordens ao investigador para que siga todos os passos de Paulina Martins. Depois do escândalo na fábrica e da briga com Estephanie, Willy só pensa em se vingar de Paulina por ter contado a Estephanie sobre seu romance com Viviana, e pede a Leda que o acompanhe até a delegacia para denunciá-la. Enquanto isso, Estephanie piora e corre o risco de sofre um aborto. Ao saber do estado de Estephanie, Paulina esquece seus planos e vai com Carlos Daniel até a clinica. E o destino prepara uma surpresa para Estephanie: depois de perder muito sangue, ela precisa de uma transfusão para tentar salvar o bebê e a única em condições de doar é Paulina. Por uma enorme coincidência, Estephanie foi levada para a mesma clinica onde está internada a verdadeira Paola. Carlos Daniel decide ir até o quarto dela, e se choca ao ver o estado em que se encontra. O médico não lhe dá nenhuma esperança, diz que seu caso é irreversível, mas ao ficar sozinho e tentar conversar com ela, Paola reage.

Capítulo 048: Quarta-Feira: 11/01/2017

Paulina, debilitada pela transfusão, volta para a mansão dos Bracho e fica sabendo que Paola está na mesma clinica que Estephanie. Viviana fica deprimida ao perceber que entrou numa fria, mas se recusa a contar o que está acontecendo par sua madrinha. Leda tenta jogar Carlos Daniel contra Paulina, os dois discutem seriamente. Carlos Daniel a proíbe de voltar à fábrica e exige que se afaste dele e de sua família.  Na manhã seguinte a policia chega à mansão para prender Paulina. Carlos Daniel tenta impedir, mas ela não oferece resistência. Carlos Daniel acompanha Paulina até a delegacia. O delegado Merino entrega a ela a carta de sua mãe, onde dona Paula conta que Paola é sua irmã gêmea, que as duas foram separadas ao nascer e que Paola foi adotada. Começa o depoimento de Paulina e o delegado Merino diz que Paola foi vítima de suas maldades. Carlos Daniel, indignado, sai para procurar seu advogado. O depoimento prossegue e Paulina conta como tudo aconteceu, mas o delegado é frio em sua decisão: ele diz a Paulina que se Paola pudesse falar e confirmar o que ela acaba de dizer, tudo se resolveria, mas é provável que Paola morra sem que tenha voltado a falar e aí Paulina passará pelo menos dez anos na cadeia.

Capítulo 049: Quinta-Feira: 12/01/2017

Acusada de sequestro e falsidade ideológica, Paulina está presa incomunicável e nenhuma fiança poderá ser paga para colocá-la em liberdade. Enquanto Carlos Daniel contrata o Dr. Edmundo para defender Paulina, Leda e Willy comemoram sua prisão. Rodrigo e Carlos Daniel revoltados com Willy, por ter denunciado Paulina, decidem proibir sua entrada na fábrica e também se negam a lhe dar um centavo sequer do dinheiro a que Estephanie tem direito. O advogado quer que Paulina acuse Paola, mas ela se recusa a colocar sua irmã numa situação difícil, pois ela não está em condições de se defender. Por isso depois que as duas se encontram Paulina, diante da representante do ministério público, diz que obrigou Paola a deixá-la ocupar o seu lugar e se declara culpada de tudo. Ao saber da atitude de seus irmãos, Estephanie pede ao marido que vá ao banco e, com a procuração que tem, retire todo o dinheiro de sua conta. Dr. Edmundo se revolta com a confissão absurda de Paulina e ameaça abandonar o caso e não defendê-la nos tribunais. Ré confessa, Paulina é transferida para o presídio feminino.

Capítulo 050: Sexta-Feira: 13/01/2017

Paulina conversa com o advogado e se nega terminantemente a ser defendida. Leda vai até a mansão e é expulsa por dona Piedade, mas antes de sair tenta convencer a todos, e principalmente a Carlos Daniel, de que Paulina tem um  cúmplice e que ele contratou um advogado para defendê-la. Sem dinheiro nem para pagar a conta do hospital, Willy pede a Estephanie que se curve diante de seus irmãos para sair da difícil situação financeira que atravessam, mas ela prefere entregar suas joias a Willy para que ele as venda. Estephanie visita Paola e demonstra todo o ódio que sente por ela. Carlos Daniel  procura Dr. Edmundo Serrano e descobre que alguém o contratou para defender Paulina, o que faz com que ele se convença de que ela tem um cúmplice. Dr. Serrano sente-se atraído pela beleza de Paulina e insiste em defendê-la, mas Paulina não aceita.