Resumo Semanal: Novela “Chiquititas”: 12/12/2016 a 16/12/2016

http://noticiasdetv.com/
http://noticiasdetv.com/

Capítulo 066: Segunda-Feira: 12/12/2016

Mili diz para as crianças que é melhor ninguém tentar pegar a bola na cerca elétrica, pois pode ser perigoso. Carmen entra no quintal aos berros dizendo que todos deveriam estar na sala fazendo o dever da escola e que acabou a brincadeira. Bia diz que acabou mesmo, pois Binho chutou a bola na cerca elétrica. Carmen reclama: “Minha cerca elétrica nova! Eu gastei uma nota com ela e vocês já estão estragando”. As crianças se recusam a tirar a bola da cerca. Para mostrar que a cerca não dá choque, a diretora diz que ela mesma tira a bola da cerca. Carmen sobe numa escada e assim que encosta na bola leva um choque e fica com o cabelo em pé, travada e com fumaça saindo da cabeça. Mesmo assim consegue dizer que conseguiu tirar a bola. Na casa de Carol, Letícia, Clarita, Beto e a própria Carol discutem com Tobias como será feita a produção do clipe de Tomás Ferras, que é o disfarce de Tobias pra Eduarda. Beto diz que já está com a letra da música e o arranjo em sua cabeça. Carol diz que pra ela, Letícia e Clarita participarem do clipe podem usar perucas e fantasias pra não serem reconhecidas. Beto diz que além de produzir o clipe, também será o diretor. No quarto das meninas, no orfanato, Cris e Vivi voltam a se estranhar por conta de Mosca. Porém o comentário é um só: Duda ficou abraçando Mili durante toda a partida de futebol. As meninas acham que Duda está interessado em Mili, mas ela diz que isso não faz sentido. No dia seguinte, Carol, Letícia e Clarita já estão produzidas como portuguesas e decidem colocar um bigode pra ficar estilo “Tomázetes”. Cintia vai visitar as crianças no orfanato e leva a cachorra mascote Pipoca. As Chiquititas ficam felizes. No estúdio do amigo de Beto, o rapaz dirige o clipe de Tomás Ferraz, que é Tobias disfarçado de popstar português. Beto pede pra Tobias se soltar mais. Eles gravam em cenários diferentes, totalmente ambientado no estilo português. No orfanato, Duda liga pra Mili e Ernestina leva o telefone pra menina. Todas as crianças escutam e ficam cantarolando se isso dará em casamento ou namoro. Mosca fica muito incomodado e com ciúmes da aproximação dos dois. Eduardo convida Mili pra ir ao cinema. Mili pergunta se todas poderão ir. Duda diz que sua tia o deixou levar só uma pessoa e acompanhado do motorista. Ela acaba aceitando o convite. As crianças reclamam pra Cintia sobre a direção de Carmen. Na mansão dos Almeida Campos, Junior escuta Valentina cantando pra Gabi no quarto e vai até lá. O rapaz escuta Valentina dizendo ora Gabi: “Você lembra desta canção? Você cantava muito pro bebê quando estava gravida”. Junior imediatamente entra, pergunta o que isso quer dizer e se Gabi esteve gravida. No orfanato, Mili chama Pata e diz que Duda a convidou pra ir ao cinema sozinha com ele, mas que ela está com medo de ir sem os demais. Pati diz que Duda está caidinho por ela, mas lembra que Carmen não deixará ela sair do orfanato. Mili explica que segundo Duda, Carmen o deixou levar apenas uma pessoa e ele escolheu ela. Pata insiste que o menino está apaixonado por Mili e pergunta se ele vai querer beijá-la. Mili pede para a amiga parar de deixá-la mais nervosa. Na mansão, Junior diz pra Valentina: “Então era isso que vocês estavam escondendo de mim esse tempo todo. Vocês não tinham direito de me esconder uma coisa tão importante”. O rapaz sai chorando do quarto e Valentina, também emocionada, tenta pedir desculpa. Na sala, Junior encontra com o pai, José Ricardo Almeida Campos, e cobra dele a verdade. José Ricardo diz que Gabi engravidou sim, mas a criança morreu no parto e que isso ocorreu a mais de 10 anos. Em meio a grande tensão, José Ricardo diz que Gabi engravidou de Miguel, filho de Valentina, e ele nunca viu com bons olhos esse relacionamento. José Ricardo diz que conseguiu um emprego pra Miguel em outro estado, porém ele não teve tempo de repensar, pois Miguel sofreu um acidente de helicóptero e morreu. José Ricardo diz que se arrepende e que afastou a filha, Gabi, do homem que ela amava e que acredita ser esse o motivo dela ter perdido o bebê. O empresário diz que após esses acontecimentos ela caiu numa depressão profunda que a deixou como está hoje. Junior diz que ele deveria ter contado isso antes é que agora tudo faz sentido. José Ricardo diz que o bebê era um menino (o que não é verdade, pois a filha de Gabi na verdade é Mili, mas ele esconde isso de todos). Na casa de Carol, todos veem o resultado do clipe. Tobias diz que não gostou, pois ficou com muitas caretas. Clarita e Carol dizem que gostam. Clarita lembra ainda que falta uma edição final. No orfanato, os meninos pedem pra Cintia falar com José Ricardo pra Carmen não ser mais a diretora. Duda chega ao orfanato e vai falar com Mili. Ele diz que o motorista está esperando. Bia pergunta aonde eles irão e Duda diz que levará Mili ao cinema e que Carmen autorizou. Todos reclamam que isso é injusto.

Capítulo 067: Terça-Feira: 14/12/2016

Mili diz pra Duda que aceitou ir com ele no cinema porque gosta de ver filme e é um lugar que quase nunca vão, mas que se as outras crianças não podem ir, ela acha errado. A garota pede desculpa e diz que não irá mais. Cintia que está na sala sugere que todos vão juntos ao cinema. Carol diz que antes precisa ter a autorização da diretora, Carmen. Cintia diz a Carol e para as chiquititas que eles devem ir ao cinema e que depois ela mesma fala com a Carmen e com José Ricardo Almeida Campos. As crianças comemoram e Carol, mesmo receosa, acaba cedendo. Na mansão dos Almeida Campos, José Ricardo conta pra sua irmã, Carmen, que Junior descobriu a verdade sobre a gravidez de Gabi. Carmen sugere que ele aproveite a situação pra tentar uma reconciliação com o filho, já que supostamente não existem mais segredos na família. No cinema, Pata, Rafa e Mosca dizem que essa é a primeira vez que vão ao cinema. Duda compra pipoca e balas pra ele e Mili. O garoto diz que comprou apenas um refrigerante, que é grande e os dois podem dividir se sentarem um do lado do outro. Mosca observa com ciúmes. Bia diz pra Cris e Vivi que teria nojo de dividir uma bebida. Cintia compra pipoca pra todas as crianças que festejam. Dentro da sala de cinema, Duda senta do lado de Mili e Mosca faz questão de fazer o mesmo. Cris pede pra Rafa sentar mais no fundo porque ele é alto, mas na verdade ela quer uma desculpa pra poder sentar do lado de Mosca. Assim que Rafa e Binho decidem mudar de lugar, Vivi pula na cadeira pra sentar no lado de Mosca e Bia acompanha a amiga. Cris fica irritada. Duda e Mili dividem o mesmo copo enquanto bebem refrigerante ao mesmo tempo. Mili oferece a bebida a Mosca, que aceita. Ele bebe sozinho enquanto olha pra Duda com ciúmes de Mili. Vivi tenta encostar no braço de Mosca, mas sem sucesso. A menina oferece pipoca pra ele, que aceita. Mosca observa que Duda colocou o braço sobre a cadeira de Mili, nos ombros. Ele aproveita um momento de distração de Mili e empurra o braço de Duda. Cris fica muito enciumada que Vivi está do lado de Mosca.  As crianças começam uma guerra de pipoca dentro da sala de cinema. Carol tenta controlar as crianças, sem sucesso. Carol acaba se divertindo com a situação. De volta ao orfanato, todos se deparam com Carmen sentada e brava. A diretora logo diz que não quer ouvir explicações e sabia que não podia confiar na Carolina. Mili explica que foram elas que insistiram e como ela havia autorizado ela ir com Duda ao cinema, achou que não teria problema se as demais crianças fossem. Carmen diz que não autorizou a saída de ninguém. Mili fica chateada, pois Duda mentiu pra ela. Pata e as demais crianças dizem que foi a Cintia quem foi responsável por tudo. Carmen diz que Cintia não está lá e mesmo assim o papel de Carol seria ter impedido essa insanidade e podem vir as crianças, José Ricardo, Chico, Junior e até o Papa, pois o fato é que Carol errou. Aos berros, Carmen expulsa Carol do orfanato. As crianças ficam chorando. Carmen diz que agora não tem mais Carol para defendê-las e que terão que aprender a respeitá-la e lidar apenas com ela por bem ou por mal. As chiquititas ficam com medo. Carol chega em casa e conversa com Letícia. Ela diz que foi expulsa pra Carmen poder castigar as crianças e que por pouco não foi mandada embora apenas por ter levado as crianças ao cinema com Cintia. No orfanato, as crianças não aguentam mais escrever no caderno repetitivamente “não desobedecerei mais a dona Carnen”. Mosca diz que não é precisão escrever 300 vezes como a direita quer para compreenderem isso. Mili concorda e lembra Carmen que as outras crianças estão com a mão doendo. Carmen diz que estão todas liberadas do castigo, menos Mosca e Mili, que terão que completar todo o caderno, sem deixar espaço em branco, com a frase para aprenderem a não questiona mais as ordens dela. Todas as crianças estão dormindo, inclusive Ernestina que deveria supervisionar Mili e Mosca. Chico fica preocupado e decidi ir falar com Carmen, mas sem sucesso. Na casa de Carol, Junior conta tudo o que descobriu sobre Gabi para a namorada. No dia seguinte, Chico conta o que Carmen castigou as crianças. Ernestina avisa que a diretora está esperando Carol em sua sala. Sorridente, calma e com aparência serena como poucas vezes foi vista, Carmen deixa Carol se explicar e diz que compreende tão bem que vez uma carta pra ela: a carta de demissão.

Capítulo 068: Quarta-Feira: 14/12/2016

Após saber que foi demitida, Carol discute com Carmen na diretora do orfanato Raio de Luz. Ernestina escuta atrás da porta e corre para contar para Chico que Carol foi demitida. Na diretoria, Carol diz que a demissão não lhe incomoda e afirma que ela lutará pelas crianças até o fim. Na sala de Maria Cecília, no Café Boutique, Beto mostra pra supervisora e pra Tobias como ficou o clipe de Tomás Ferraz (cantor português que o barista Tobias finge ser pra poder namorar Maria Cecília com a autorização da mãe dela, Eduarda). Estreia do clipe da música “A Festa Ainda Pode Ser Bonita”. Chico chora ao se despedir de Carol. Ernestina também fica triste. Chico diz para Carol que irá rezar pra Deus trazê-la de volta ao orfanato Raio de Luz. Carol vai embora do orfanato chorando. As crianças voltam da escola. Carmen diz as chiquititas que Carol não trabalha mais no orfanato. Carol conversa com Junior no Café Boutique e diz que não pode desistir das crianças, pois havia feito uma promessa pra Sofia que iria cuidar delas. Junior leva Carol para falar com José Ricardo, que diz que não vai passar por cima da autoridade de Carmen e pedir para recontratar Carol. Junior diz que quer Carol de volta ao Café Boutique. No orfanato, Carmen diz pra Ernestina que não quer que ela autorize a entrada de Carol no orfanato de maneira alguma. Duda vai ao orfanato falar com Mili. As crianças estão muito tristes com a demissão de Carol. No quintal, Duda explica que mentiu sobre Carmen ter autorizado a ida dos dois ao cinema porque sabe que Mili é certinha e que só assim aceitaria sair. O garoto diz ainda que queria sair só com ela. Enquanto conversam, Duda se aproxima cada vez mais de Mili no banco. As meninas vêm à cena riem alto e saem correndo. Mili se pergunta se elas escutaram a conversa. Duda diz que não tem nada demais se elas escutaram. Mosca pergunta pra sua irmã, Pata, se Mili está gostando do Duda. Pata diz que sim e que acha que Duda gosta ainda mais de Mili. Pata pergunta se Mosca ama loucamente Mili. O garoto diz que não e que está apenas preocupado com a amiga. Duda segura a corrente com pingente que Mili ganhou de Sofia, antes da morte dela. Mili pede a corrente de volta e chora. Duda devolve. Mili diz que ele só faz brincadeiras estúpidas e que tentou ser amiga dele, mas isso é impossível. Carol vai ao orfanato pra se despedir das crianças e Ernestina diz que não pode abrir a porta por ordem de Carmen. Todas as crianças vão ao portão. As chiquititas choram muito e pedem pra Ernestina abrir o portão pra se despedirem da Carol, que também chora do outro lado do portão. Carmen aparece e diz que Carol jamais voltará a entrar no orfanato e que ela é uma ameaça para as crianças. Ernestina pede desculpa para Carol e para as chiquititas. Clarita tenta convencer Letícia a aceitar o convite de jantar feito pelo crítico Rui Salgado (Daniel Morozetti). Na mansão dos Almeida Campos, Cintia diz pra José Ricardo que toda a ideia de levar as crianças ao cinema foi dela e que não podem demitir Carol. José Ricardo tranquiliza a namorada e diz que Carmen queria se livrar de Carol antes disso e que usou esse acontecimento apenas como um pretexto.

Capítulo 069: Quinta-Feira: 15/12/2016

Maria Cecília mostra o clipe de Tomás Ferraz, “A Festa Ainda Pode Ser Bonita”, pra sua mãe, Eduarda. No orfanato, todas as crianças vão ao quarto das meninas para uma reunião organizada por Mosca. O menino diz que todos precisam fugir do orfanato, já que Carmen é muito má. Duda escuta a conversa atrás da porta. Eduarda diz para Maria Cecília que achou o clipe “tosco demais”. Maria Cecília explica que o clipe com linguagem caseira é uma grande tendência. Eduarda diz que pra ela, Junior continua sendo o melhor, mas que Tomás Ferraz não fica atrás. Clarita consegue convencer Letícia a ligar para o crítico Rui Salgado (Daniel Morozetti) para dizer que aceita o convite dele para jantar. No orfanato, a reunião acaba virando uma discussão entre Mosca e Mili devido à aproximação da chiquitita com Duda, que escuta Mili dizer que ele é chato. No outro dia, Beto diz para Tobias e Letícia que colocou o vídeo de Tomás Ferraz na internet e que o videoclipe já é um webhit. Tobias fica preocupado e lembra o amigo que Tomás Ferraz não existe de verdade. No orfanato, após o almoço, as crianças preparam suas coisas para fugirem ao anoitecer. Cintia vai ao orfanato, diz para as crianças que soube o que aconteceu e que falará com Carmen pra tentar reverter à situação. Cintia também fala que imaginou que todos estavam tristes e por isso possui uma surpresa para eles. Carol volta a trabalhar no Café Boutique. Cintia entrega um presente pra cada um. Carmen chega ao orfanato e reclama da bagunça na sala. Cintia diz que precisa falar com ela. As duas vão até a diretoria. Carmen diz que o assunto da demissão não está em discussão. Cintia vai até a sala e conta para as chiquititas que não conseguiu mudar a decisão de Carmen. Letícia termina de se arrumar e diz para Clarita que está nervosa para o encontro com o crítico. Dani elogia a mãe. A menina começa a fazer birra para Letícia não sair mais. No orfanato, Ernestina entra no quarto das meninas e estranha que elas já estão deitadas pra dormir. Assim que Ernestina sai do quarto, as chiquititas pegam suas coisas e se encontram com os meninos para juntos fugirem.

Capítulo 070: Sexta-Feira: 16/12/2016

Beto comemora mais de 5 milhões de acessos no videoclipe de ´A Festa Ainda Pode Ser Bonita´. Dani faz muita birra para que Letícia não saia para o encontro com Rui Salgado. O crítico chega e elogia Letícia. Clarita segura Dani para não atrapalhar a saída de Letícia. No orfanato, as chiquititas descem as escadas para fugirem. Mosca diz que as meninas exageraram nas malas. Carol fica na loja para fechar o Café Boutique. Junior pede para a namorada sentar e diz que hoje é ele quem vai atendê-la. O rapaz diz que não gosta de ver a namorada triste. Carol diz que é difícil ficar longe das crianças. Junior ri de Carol, que fica com a boca suja de doce. Ele diz que mesmo assim ela continua linda. No orfanato, Mosca desce primeiro pra ir até o porão (local de onde vão fugir). Mili diz que será a última para se certificar que todos estão juntos. Vivi deixa cair um objeto no chão e acorda Ernestina, que munida de uma vassoura com lente sai do quarto pra investigar o que está acontecendo.  Na sala, todos saem, menos Mili, Bia, Ana e Cris. As meninas fingem pra Ernestina que acordaram porque ouviram o barulho do alarme. A zeladora questiona o motivo delas estarem vestidas com roupa de sair. As chiquititas dizem que caso tivessem encontrado alguém na sala não teria ficado bem serem vistas com roupa de dormir. As crianças que conseguiram escapar de Ernestina fogem pelo porão. Na casa de Carol, Dani faz birra e fala que não vai comer enquanto Letícia não voltar. A menina joga a comida no sofá, diz que não gosta de Clarita e Beto e que quer sua mãe. Em um conceituado restaurante, Rui Salgado e Letícia jantam. O crítico observa que Letícia está inquieta com o horário. Carol chega em casa e vê Dani. A menina diz que se machucou por conta de Clarita. Beto fala que a garota está fazendo manha. Carol explica que a mãe dela logo voltará pra casa. Clarita diz que Carol tem um jeito especial e consegue lidar com as crianças. Na rua, os meninos e Pata levam Vivi e Tati para dormir no antigo barraco deles. As crianças preparam papelões pra dormirem no chão. Tati reclama de frio e Vivi deita junto com a irmã para aquecê-la. Letícia volta para casa e antes de se despedir de Rui Salgado, os dois quase de beijam na boca. Vivi acorda ao tomar susto com uma barata que estava em sua barriga. Na manhã seguinte, no orfanato, Ernestina entra no quarto das meninas para levá-las para a escola. Mili diz que as demais crianças desapareceram. Ernestina procura em todo orfanato e não acha nenhuma outra criança. A zeladora diz para Chico que não sabe o que fazer. Na sala, Ana, Bia, Cris e Mili dizem que não sabem onde estão as outras chiquititas. Carmen chega ao orfanato com Duda e pergunta porque as crianças ainda não foram para a escola. Chico diz que todas as crianças sumiram. Carmen fica enfurecida e acha que as crianças estão escondidas. A diretora conta calmamente até 10 pra ver se as crianças aparecem. Enquanto isso, Duda vai ao pé do ouvido de Mili e Cris e diz que sabe que as demais crianças fugiram, mas que não contou nada para Carmen, pois não é um menino chato que não pensa nos outros. Mili havia dito isso de Duda na reunião em que as chiquititas decidiremos fugir do orfanato.