close

Resumo Diário: Novela “Escrava Mãe”: 30/11/2016

escrava-mae

Capítulo 131: Quarta-Feira: 30/11/2016

Almeida está furioso com Maria Isabel por querer saber onde está Leôncio. Osório e Sapião perguntam se Leôncio foi para a mata. Neste momento, o menino aparece e abraça o pai. Leôncio, nervoso, diz que quem o trouxe foi a Maria Isabel. Almeida volta para casa e diz para Teresa que Maria Isabel tinha levado Leôncio para a mata. Leôncio confirma que foi a tia que o levou para a mata, mas Tia Joaquina percebe que o menino está mentindo. Almeida discute com Osório e fica revoltado quando sabe da notícia que o Cavaleiro da Mancha pisou em suas terras e levou dois escravos. Almeida pede que Osório não deixe esta notícia se espalhar na senzala, mas Catarina já contou para Sapião. Miguel termina de cumprir a pena e recebe do oficial apenas as cartas de Juliana que estavam no baú. Ele pergunta de seu dinheiro, mas o oficial diz que não encontrou nada no baú. Ele vai embora junto com os outros homens para Luanda. Tito Pardo e Juliana seguem de carroça para o Engenho do Sol. Juliana tem esperança de cuidar do filho de Teresa. Leôncio tenta pegar frutas em uma árvore. Algumas frutas caem em cima de Leôncio. Ele fica irritado e diz que vai mandar um escravo cortar a árvore. De repente uma menina pula da árvore e sai correndo. Leôncio sai correndo atrás da menina. Almeida pede que Osório reúna homens para capturar o Cavaleiro da Mancha sem que os escravos saibam. Tozé diz para Esméria que não a ajudará com o plano que pode libertar Catarina, pois pode dar errado e Esméria pode ser presa. Neste momento, Kamau desce as escadas e diz que todos os homens e mulheres, independentemente da cor, precisam ser livres. Enquanto Quintiliano, Guilherme, Tomás e Violeta tomam café, Dr. Pacheco aparece e diz que precisa falar sofre Filipa. Sapião conta para Tia Joaquina que o Cavaleiro da Mancha foi na senzala e deixou dois pedaços de pano juntos, um preto e um branco, como marca registrada toda vez que liberta um escravo. Kamau conversa com Esméria e se lembra de quando Osório o levou embora junto com outros escravos deixando para trás seu filho e sua mulher Luena. Teresa vai atrás de Leôncio. Leôncio corre atrás da menina, Dorinha, que tropeça e cai. Ela diz que pegou fruta da árvore porque estava com fome e Leôncio diz que ela estava roubando e vai falar para os pais dela. Ela diz que não tem pai nem mãe e sai correndo. Leôncio volta para a fazenda com Teresa. Dr. Pacheco pede para Quintiliano  a mão de Filipa em casamento. Maria Isabel diz para Beatrice que ainda ama Miguel e que vai esperar por ele o tempo que for preciso. Miguel segue na mata e um oficial lhe dá um saquinho com dinheiro. Miguel diz que vai usar o dinheiro para reencontrar Juliana e o agradece. Teresa diz para Leôncio não sair de casa sem avisar os pais. O menino conversa com a mãe e demonstra alguns sinais de maldade com as palavras. Teresa fica preocupada.  Esméria diz para Guilherme que precisa libertar Catarina. Genésio e Sapião se encontram. Sapião conta para Genésio que o Cavaleiro da Mancha libertou Guiné. Nestor serve café para Kamau. Em um determinado momento, aparece o símbolo do pai de Miguel na madeira talhada. Almeida diz, com raiva, para Teresa cuidar melhor de Leôncio e que um justiceiro invadiu suas terras. Catarina caminha com um galão nas mãos. Ela se afasta dos outros escravos e despeja um líquido verde sobre a terra. Nestor conta para Kamau que aquele era o símbolo que marcava os escravos trazidos da África pelo pai de um amigo. Osório entra no armazém. Kamau se assusta ao reconhecer Osório.

comentários

É proibida a reprodução integral ou parcial do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violaçao de direito autoral, previsto na legislação internacional.
Tags : Escrava Mãe