Resumo Semanal: Novela “Mar de Amor”: 17/11/2016 a 18/11/2016

http://noticiasdetv.com/
http://noticiasdetv.com/

Capítulo 134: Quinta-Feira: 17/11/2016

Mercedes é transferida para um presídio junto a Simona. Guilhermo descobre que Frederica estava se fazendo passar por Coral, assustando Estrela e iludindo Tilico e Moharidas. Tilico finalmente aceita que sua mãe morreu, mas diz que amará Estrelinha como se ela fosse sua verdadeira mãe. Oswaldo promete a Mercedes fazer todo o possível para que a deixem em liberdade. Crisanta faz uma poção para conquistar Bracho e se casar com ele. Marco Túlio e Heleninha vão se casar também, mas Salvador a pede para não incluir sua filha nesses planos, já que é o único pai que a criança conhecerá. O advogado Plaza faz Salvador ver que seu orgulho está impedindo de que todos sejam felizes, inclusive a criança que poderá ter dois pais e duas mães que o amarão muito. Salvador entende e aceita que errou. Oriana está a ponto de começar a construir um asilo em ponta de pedras. Victor pede a Estrela que se case com ele e ela aceita. A igreja de praia escondida e o padre Zamora vão estar muito ocupados com tantos casamentos.

Capítulo 135: Sexta-Feira: 18/11/2016

Bracho trata Crisanta friamente por medo de que ela não o aceite e sofra. Ao saber disso, Crisanta o beija. Rosélia os vê e Bracho a diz que se amam e vão se casar. Rosélia sai gritando aos quatro ventos a notícia. Helena se lembra de quando Oriana sequestrou Santos. Rosélia começa a ter desejos típicos de mulher grávida e Gustavo fica louco para realizar todas as suas vontades. Mística compra tudo que Bracho tem na venda para bebês e presenteia Maria do Mar. Estrela visita a casa de Violeta e lembra quando ela a presenteou com um livro do escritor Victor Manuel Galindez. Estrela se entristece pensando que Violeta não estará presente em seu casamento, mas a professora chega e diz que por nada neste mundo perderia o casamento de sua menina.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.