Josie Pessoa é reservada para o elenco da novela “O Sétimo Guardião”

Após perder o papel de Carolina para Maria Joana em “Sol Nascente” (de Walther Negrão, Júlio Fischer e Suzana Pires), a atriz Josie Pessoa, cujo último trabalho foi como Eduarda em “Império” (de Aguinaldo Silva), está reservada para o elenco de uma das próximas novelas das nove da Rede Globo, “O Sétimo Guardião” (de Aguinaldo Silva), que possui previsão de estreia para abril de 2018, após o término do novo trabalho de Walcyr Carrasco, sem título provisório, contando, para isso, com a direção geral de Davi Lacerda, Luciana Oliveira, Pedro Vasconcelos e Roberta Richard, além da direção artística de Rogério Gomes.

O elenco da novela “O Sétimo Guardião”, inspirada em “Saramandaia”, “Tieta”, “A Indomada” e “Porto dos Milagres”, é formado até o momento pelos atores Chay Suede, Dira Paes, Elizabeth Savala, Ísis Valverde, José Mayer, Josie Pessoa, Lília Cabral, Marcelo Serrado, Marina Ruy Barbosa, Maurício Destri, Milhem Cortaz, Renata Sorrah, Susana Vieira e Vivianne Pasmanter. A história, ambientada na fictícia cidade de Serro Azul, no sertão brasileiro, onde inexiste tecnologia, gira em torno de Gabriel (Chay Suede) e Clara (Marina Ruy Barbosa). A mãe do rapaz (Lília Cabral) retorna anos depois de tê-lo abandonado para se vingar do seu pai, atingindo-o. 

A atriz Josie Pessoa iniciou a sua carreira no ano de 2005, participando da peça teatral “E Agora, O que Eu Faço com O Pernil?”. Depois, ela fez trabalhos como, por exemplo, “Fala Sério, Mãe”, “Inimigas de Infância”, “E O Vento Vai Levando Tudo Embora”, “Entre Amores”, “Zorra Total”, “Malhação 2006”, “Malhação 2009”, “Araguaia”, “Fina Estampa”, “Flor do Caribe”, “Atormentados”, “Além do Horizonte” e “Império”. Esse último foi o seu maior destaque. Ela fez par romântico com o ator Daniel Rocha, cujo personagem se chamava João Lucas. Ele era filho do comendador José Alfredo (Alexandre Nero) com a golpista Maria Marta (Lília Cabral).

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.