close

Rômulo Estrela vive casamento de fachada no filme/minissérie “A Costureira e o Cangaceiro”

Rômulo Estrela – Noticiasdetv.com

Após emendar “Além do Tempo” (de Elizabeth Jhin) e “Liberdade, Liberdade” (de Mário Teixeira), Rômulo Estrela se prepara para mais um desafio em sua carreira. É que ele vai viver um casamento de fachada com a atriz Marjorie Estiano no filme de longa-metragem “A Costureira e o Cangaceiro”, escrito por Patrícia Silveira e dirigido por Breno Silveira, que entra no ar no ano que vem no cinema nacional. O projeto, que se trata de uma coprodução entre Conspiração Filmes e a Globo Filmes, também vai ser exibido como minissérie, em cinco capítulos, pela Rede Globo, a partir de janeiro de 2018.

Na história, ambientada no início da década de 30, o ator vai interpretar Degas, um mauricinho pernambucano que é apaixonado por outro homem e morre de medo de assumir para a sociedade tradicional brasileira, mas principalmente para a sua família, que é gay, tendo em vista que, na época, os homossexuais eram perseguidos com argumentos religiosos, por motivos de intolerância e preconceito. Com medo de ser descoberto, o personagem resolve se casar com Emília (Marjorie Estiano), que sonha em ter um marido e sair do sertão nordestino, mais precisamente do povoado de Taguatinga do Norte, para morar na capital de Recife. 

Apesar de realizar o maior sonho da sua vida, Emília, que antes trabalhava como costureira até o cangaceiro Falcão (Júlio Machado) invadir a sua casa e levar a sua irmã, Luzia (Nanda Costa), consigo, vê a sua vida de transformar em um verdadeiro inferno, pois sabe que Degas jamais vai conseguir corresponder aos seus sentimentos por ter uma orientação sexual que não gera nenhum tipo de atração ou desejo por ela. Órfã de pai e mãe, Emília não volta a ver Luzia, que vira um ícone da história brasileira ao começar a trabalhar como cangaceira, mesmo sendo uma deficiente física.

comentários

Tags : A costureira e o cangaceiro