Gabriela e Regina Duarte vivem Suzana na novela “A Lei do Amor”

http://noticiasdetv.com/
http://noticiasdetv.com/

Mãe e filha na vida real, Gabriela Duarte e Regina Duarte, cujos últimos trabalhos foram, respectivamente, a série “Amor Veríssimo” (escrita por Luiz Noronha e Renato Fagundes) e a novela “Sete Vidas” (escrita por Lícia Manzo), foram convidadas para viver a mesma personagem, Suzana, em duas diferentes fases da novela “A Lei do Amor” (escrita por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari), que está programada para entrar no lugar da novela “Velho Chico” (escrita por Benedito Ruy Barbosa, Edmara Barbosa e Bruno Barbosa Luperi) dia 3 de outubro, na Rede Globo, com direção de Denise Saraceni, Fabrício Mamberti e Natália Grimberg.

Na história, assinada em colaboração com Álvaro Ramos, Juliano Righetto, Letícia Mey, Marta Nehring, Paola Prestes e Rodrigo Amaral, a personagem Suzana trabalha como secretária da matriarca ambiciosa Magnólia (Vera Holtz), mais conhecida como Mag, que faz de tudo para esconder o envolvimento da empresa do seu marido, três vezes prefeito da fictícia cidade de São Dimas, chamado Fausto (Tarcísio Meira), que se trata da tecelagem Costa Leitão, com a corrupção política. O problema é que Suzana e Fausto são amantes há muito tempo. Eles inclusive planejam sair dessa vida de podridão com o objetivo de recomeçar tudo do zero.

Magnólia só descobre o envolvimento de Suzana com Fausto cerca de vinte anos depois, quando vários personagens da história depõem contra o seu clã na polícia por causa da suspeita de um crime. Para anunciar a sua partida com Suzana, que é tia do jornalista investigativo Élio (Théo Medon/João Campos), Fausto solicita o retorno do seu filho mais velho, Pedro (Chay Suede/Reynaldo Gianecchini), tendo como missão revelar um segredo descoberto por Élio, que imediatamente o conta para a sua tia. Desesperada, Magnólia trama um atentado contra os dois amantes, levando Suzana diretamente à morte e Fausto ao coma no hospital.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.