Resumo Diário: Novela “Abismo de Paixão”: 22/08/2016

http://noticiasdetv.com/
http://noticiasdetv.com/

Capítulo 106, segunda-feira, 22/08/2016

Gael quer matar Ramiro, mas Elisa diz que ele não resolverá nada com violência. Ingrid liga para Gael e pede que ele a ajude e esteja em sua casa no dia seguinte, ao meio dia, quando Ramiro não estará lá. Dolores fica muito nervosa, pois Elisa acompanhará Gael. Ela pressente que algo ruim ocorrerá. Damião vai atrás de Elisa para falar com ela. Henrique pede que Edmundo o apoie em seu casamento com Paloma. Edmundo presenteia Ingrid com um anel de compromisso. Ela o agradece e pede para irem ver Paloma. Almerinda deixa claro a Ramiro que não o fará mais seu sócio. Henrique volta a pedir Paloma em casamento. Ela aceita. Ramona aconselha Paloma a pensar bem. Ingrid agradece Ramiro por seu apoio. Ingrid confessa a Carmem que ela também foi amante de Rogério Arango, mas a diferença é que ela teve um filho com ele, Gael. Por isso algum dia será milionária, já que tudo que Ramiro tem é graças a ela. Ingrid desafia Ramiro. Elisa e Gael vão ao consultório de Edmundo. Gael pergunta ao Doutor desde quando ele tem uma relação com Ingrid. Ele responde que em outra ocasião o explicará tudo com calma, mas que no momento o mais importante é resgatar Ingrid com vida da fazenda de Ramiro. Ingrid confessa a Ramiro que comprou uma certidão de casamento falsa, e que por isso estão casados com divisão de bens. Assim, se ele morrer, tudo o que tem passará a ser dela. Ramiro a agride, ela saca um revolver e dispara contra ele.

É proibido copiar, reproduzir e reescrever, integralmente ou parcialmente, o conteúdo do site Notícias de TV, sob pena de ação judicial pelo crime de violação de direito autoral, previsto no código penal brasileiro e na legislação internacional. Os direitos referentes ao conteúdo publicado são integralmente reservados ao site em questão.

É proibida a reprodução do conteúdo do site Noticiasdetv.com, sob pena de ação judicial por crime de violação de direito autoral, previsto na legislação internacional.